Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Microsoft e Frankenstein pela reunificação dos computadores

publicado por Antonio Schneidt

O Windows 8: Sem Bill Gates a mente criativa e por muitos que conhecem a história de criação e evolução da Microsoft, o qual é considerado a mente ignóbil por de traz de tudo, a empresa, contra tudo e todos na sua busca para se manter no topo do comércio deSistemas Operacionais, deu mais um passo para a reunificação dos computadores, obrigando empresas de Hardware a realizarem investimentos em novas tecnologias e disponibilizá-las para todos, de forma mais rápida quanto possível, lançando seu Sistema Operacional para todas as plataformas, o mundialmente conhecido Windows 8.

Como era no princípio: Em meados de muito antigamente, no princípio da informática, eram poucos os computadores, e os que existiam não variavam muito de modelo, formato, sistema e cores, ou seja, os computadores seguiam uma vida onde todos eram praticamente iguais, não sofrendo muitas ou quase nenhuma alteração.

 O que mudou: Os computadores mudaram de forma, tamanho, nome e modelo. Passaram a se chamar, Laptop, Notebooks, NetBooks, Desknotes, Tables-PCs, UMPCs, MIDs, agora Smartphone, Ultrabook, iPhone, iPAD, Tablet, MacBook, Galaxy e por aí vai. Esses novos computadores ganharam muitos recursos, trocaram seus hardwares, mudaram seus sistemas e ganharam o mundo, porém os antigos e muito úteis Desktops, que acabaram sendo esquecidos pelas empresas fabricantes dos mesmos, começaram a sobrar nas lojas, pois ninguém mais queria comprar, por causa da sua grande limitação em novos recursos.

 A 1º Revolução: A Microsoft com o lançamento do Windows Vista há alguns anos, forçou as empresas a disponibilizarem hardwares mais avançados, mais baratos no mercado e em um período cada vez menor de tempo, facilitando a sua aquisição por pessoas que antes não tinham acesso. Mas nem tudo são flores, pois com o lançamento desse Sistema, muitas empresas tiveram que sair da sua margem de segurança e investir, isso significa gastar, e como a maioria dos consumidores não estava preparada para tantas mudanças em período de tempo tão pequeno, a Microsoft foi definida como vilã, junto com seu Sistema, devido ao fato do software ser avançado demais para o Hardware da época. Porém, com a vinda do Windows 7 alguns anos depois, tudo melhorou, ou na verdade se enquadraram o Software com o Hardware.

 A 2º Revolução: Agora com o lançamento do Windows 8, começa uma nova batalha, porém essa tem a intenção de reunificar os computadores, criando um novo conceito, uma evolução dos computadores, um que consiga tirar o melhor de cada um dos modelos antes citados, tentando com isso, criar um Frankenstein da era digital, falando de forma figurativa é claro, ou seja, um computador não com peças de outros, mas sim com conceitos que deram certo, e juntos podem ser o futuro da área. Mas para isso acontecer alguém tem que dar o primeiro passo, alguém deve iniciar esse processo, e quem mais adequado para isso, que o Windows, com uma versão que teoricamente deve funcionar em todos os modelos de computadores conhecidos, de Desktop a Smartphone, passando por Ultrabook, notebook e como não poderia faltar: o Tablet.

Microsoft e Frankenstein pela reunificação dos computadores

Microsoft e Frankenstein pela reunificação dos computadores

A criação do Frankenstein: Para criar esse modelo de computador, é necessário ver e separar o que há de melhor em cada um dos modelos existentes e comercializados nos dias atuais.

  • No Desktop: O início de tudo, a origem, uma tela grande, um teclado e mouse independentes.
  • Nos Notebooks: E afins, a portabilidade, seguida da redução no consumo de energia que é um dos elementos da chamada TI Verde, um movimento que prega o consumo consciente das coisas, em especial do Hardware, que após alguns anos de uso é descartado de qualquer forma em qualquer lugar, poluindo o ambiente.
  • Os Tablets: O item mais fabuloso desses modelos é a tela Touch, a possibilidade de realizar seus trabalhos no computador tocando na tela, perdendo a dependência do mouse principalmente.
  • A cereja do bolo: A televisão, através de um simples tocar de botão, você sai do computador e passa a ter uma televisão.

 Ele já existe: Existem inúmeros modelos do gênero, cito a Sony com seu modelo Tap20, a HP com o Touchsmart 420, a MSI com o Wind Top AE1900 e a Motorola com o HMC 3260. Eles trabalham como base em um Desktop, com tela Touch, em dois modelos: um seria o All-In-One, um Desktop com tela Touch com e sem televisão, e os Híbridos, um Tablet com teclado acoplado removível, não poderia ser considerado uma evolução e sim uma adaptação. Ainda existem rumores de que a Apple teria uma patente de um Desktop com tela Touch, se ela vai lançar ou não ainda é um mistério.

 Tem para vender: Sim, esses modelos citados, em sua grande maioria já estão a venda, já os modelos da Apple que ainda não foi lançado e o da Motorola que está em fase de produção, não ainda, mas todos os outros já é possível adquirir e por preços bem mais em conta que um Desktop comum há 2 anos.

 Observações: Como ainda estamos em fase de transição esses modelos não são os definitivos, e sim uma espécie de Frankenstein, que precisa de ajustes, pois os processadores por mais potentes que sejam são ARM, e não x86, ou seja, eles ainda não têm toda a potência de um Ultrabook ou de um Desktop convencional, mas está a caminho, está se transformando e até o lançamento do Windows 9 ou Windows Blue, supostos sucessores do Windows 8, o Hardware já deve estar equiparado, e termos enfim a nova geração de computadores, uma unificação de todos os modelos atualmente existente, uma junção do que tem de melhor em cada um dos tipos diferentes de computadores que existem atualmente.

Fonte:  Antonio Schneidt

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Com mais de 12 anos de experiência atuando com Consultor, Técnico e Instrutor nas áreas de T.I., Web Design e Designer Gráfico adquiri grande conhecimento nas mesmas. Paralelamente a minha empresa, atuei e atuo em grandes empresas como instrutor e técnico, cito: SENAC, Microcamp, Microlins e Informatize. Busco sempre estar atualizado com as mais recentes tecnologias disponíveis no mercado de TI, obtendo informações em Revista, Sites e Redes Sociais especializadas no assunto. Sempre que possível contribuo para meus blogs, Redes Sociais e sites para os quais eu sou colunista. Empresa no LinkedIn: http://www.linkedin.com/company/w-and-d-consultoria Especializações: MAC OS, Redes Windows, Administrador de Redes Linux, Windows Server 2003, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012, 3D Max, Photoshop, CorelDRAW, InDesign, Ilustrator.

Antonio Schneidt

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.