Segurança da Informação

Ξ 5 comentários

Mantendo o PC atualizado de forma fácil e centralizada

publicado por Paulo Oliveira

Sem sombra de dúvidas para proteger o seu computador dos perigos que surgem na internet, você deve mantê-lo atualizado! A principal recomendação é sempre manter o Sistema Operacional e o software de antivírus atualizados para minimizar as chances de comprometimento dos sistemas, e, possíveis vazamentos de informações. Neste artigo, irei mostrar como fazer isso de forma centralizada, fácil de ser gerenciada e mantendo sempre os softwares atualizados.

Este artigo não visa atingir somente profissionais da área de TI (Tecnologia da Informação), mas também pode (e deve) ser aplicado, sem nenhum problema, por usuários sem experiência em TI.

O Sistema Operacional mais popular do mundo é o Windows, portanto, nosso foco será em cima dele. Além de estar presente em mais de 90% dos lares do mundo, o Windows, também é o alvo preferido dos criadores de softwares maliciosos (vírus, cavalos-de-tróia, vermes, etc). Podemos dizer que isso se deve por vários fatores, como por exemplo, maior fatia de mercado significa maior rentabilidade por parte dos crackers, obtenção de fama e por que não dizer: difamação.

A recomendação por parte da Microsoft é sempre manter o Sistema Operacional atualizado, habilitando a opção para instalação de atualizações automaticamente.

O mecanismo de atualização da Microsoft é o Windows Update, com ele, é possível receber as últimas atualizações dos produtos da Microsoft instalados em seu computador. No entanto, não somente de softwares da Microsoft vivem os computadores. clip_image001

De acordo com um relatório feito em 2010 pela empresa de segurança Secunia, as empresas com maior número vulnerabilidades foram a Apple, seguida pela Oracle.

Em Janeiro desse ano, um diretor da Secunia fez uma revelação constatando que a maioria das vulnerabilidades encontradas nos computadores atualmente é de responsabilidades de softwares de terceiros, e não de softwares da Microsoft, como muitos imaginam. Isso é possível devido ao fato de que esses softwares de terceiros não possuem mecanismos de atualização apropriados.

Que aplicativos de terceiros são esses? É preciso também instalar outros aplicativos para executar tarefas diárias, como por exemplo, para assistir um vídeo no Youtube você precisa do Flash Player. Para ler um documento em PDF, você precisa do Adobe Reader, ou outro leitor de PDF, como o Foxit.

Esses foram apenas alguns exemplos, e ainda tem aqueles softwares dos fabricantes que já vem instalado com o seu computador, muitos deles nós não temos nem ideia para o que serve, mas eles estão lá, para aumentar essa estatística.

Parece que vai dar um trabalho para manter tudo isso atualizado, não? Na verdade, não. Existe um software chamado Personal Software Inspector (PSI), da Secunia que faz esse trabalho para você. O PSI faz um scan no computador em busca de versões de software que possam estar desatualizadas e contendo alguma vulnerabilidade publicamente reportada.

Atualmente, o PSI está na versão 2.0. Esta versão possui uma funcionalidade que faz download automático dos softwares classificados como mais críticos e mais utilizados, de acordo com a Secunia. E quanto aos demais, sempre que é feita uma nova verificação (feita de forma automática) o PSI alerta quais softwares precisam ser atualizados, provendo também o link para download e instalação dos mesmos.

Abaixo alguns screenshots do PSI:

 

secunia1

Figura 1 – Após feito o scan em busca de softwares vulneráveis

secunia2

Figura 2 – Painel inicial do PSI

secunia3

Figura 3 – Resultado do scan e lista dos softwares encontrados

 

O PSI é grátis para instalação em computadores domésticos, ele não pode ser utilizado por empresas (existe uma versão específica para empresas). Para fazer o download do PSI basta clicar aqui. É preciso de acesso a internet para que o PSI faça a verificação em seu computador.

Neste artigo, vimos que todos os softwares, não somente os da Microsoft, que instalamos em nosso computador (ou que vem instalado pelo fornecedor) podem conter falhas, deixando-nos assim descobertos, e, vulneráveis a softwares maliciosos que são desenvolvidos todos os dias pelos crackers de plantão. E o mais importante é que existe uma maneira muito prática e fácil para fazer a atualização de todos esses softwares, tornando o computador mais seguro contra essas ameaças.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Trabalha na área desde 2002. É formado em Desenvolvimento de Software no Centro Universitário do Norte - UNINORTE. Trabalhando atualmente como Analista de Suporte em uma empresa no ramo de Varejo. Possui certificação Microsoft em ISA Server. Tem interesses em segurança de redes e sistemas, tecnologias Microsoft, Windows debugging, esportes, música - o bom e velho rock and roll. Membro ativo da comunidade www.isaserver.org nos message boards ajudando Admins de várias partes do mundo.

Paulo Oliveira

Comentários

5 Comments

  • Excelente contribuição Paulo.
    É necessário que enxerguemos que a falta de atualização pode acarretar muito mais malefícios à segurança do que simplesmente estar desatualizado. 🙂

    Sucesso!

  • Os softwares que no sistema operacional habitam também devem estar atualizados, principalmente por serem em maior número.

  • Olá José Henrique,

    obrigado pelo comentário! Realmente muita gente se preocupa somente em atualizar o Sistema Operacional e antivírus, e esquece dos outros softwares.

    Espero que tenha alcançado o meu objetivo com esse artigo, mostrando que existem ferramentas para auxiliar nessa tarefa.

    Atenciosamente,
    Paulo Oliveira.

  • Parabéns pelo artigo, gostaria de acrescentar que é importante analisar se há a compatibilidade desta atualização para os demais softwares que necessitam deste programa. No dia a dia eu noto que muitos softwares desenvolvidos pelo governo, exemplo: conectividade social, cnpj 3.x, dief e etc, necessitam de uma versão específica. Então muito das vezes perdemos um pouco de segurança para dar continuidade nos negócios.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.