Inteligência Artificial

Ξ Deixe um comentário

Inteligência Artificial: será o computador capaz de pensar?

publicado por Herbert Kalil Nogueira

Desde o século passado, no advento da criação do primeiro computador o homem busca torna-lo uma máquina “pensante”. Um cientista inglês chamado Alan Mathison Turing, matemático, logico, criptoanista e cientista da computação, que, aos 24 anos lançou as bases dos computadores modernos e seus trabalhos junto ao exercito britânico na segunda guerra possibilitou a criação das bases da Inteligência Artificial.

A Inteligência Artificial tem sido fundamental para os grandes saltos dados pela nossa geração na medida em que proporciona avanços em todas as áreas que aplicam seus conhecimentos, princípios e métodos. Uma das ciências que mais se beneficiou dos avanços da Inteligência Artificial e sistemas especialistas foi à medicina que, por meio de processamento de imagens, nanotecnologia, neurociências, enfim, melhorou muito o diagnóstico de doenças sendo mais precisos. Os modelos de redes neurais que tentam reproduzir artificialmente o funcionamento dos neurônios humanos trouxe uma nova forma de disseminar o conhecimento e estrutura-lo.

As neurociências também tiveram a contribuição das técnicas da Inteligência Artificial que possibilitou o estudo mais profundo de problemas relacionados a doenças degenerativas como o Alzheimer, utilizando técnicas de redes bayesianas1.

A gestão do conhecimento também tem seus melhores dias com o uso da Inteligência Artificial, pois por meio dela e de técnicas como ontologia2 é possível mapear todo o conhecimento e torna-lo disponível quando for preciso, e possibilitar que o sistema aprenda e utilize este conhecimento. Assim como a capacidade cognitiva das pessoas o sistema especialista utilizado para este fim poderá aprender e ensinar, será uma grande revolução. Na área de negócios a Inteligência Artificial também é utilizada para auxilio na tomada de decisões estratégicas nas grandes corporações, pois utiliza técnicas de banco de dados conjugado com outras ferramentas como Data Mining, Data Warehouse para disponibilizar informações e dados atualizados e modelados exatamente dentro da necessidade do negócio. Esta técnica chama-se Business Inteligence. Imagine chegar a um supermercado e encontrar a geladeira de cervejas ao lado da estante que tem fraldas descartáveis, por exemplo. Este tipo de modelo de vendas é oriundo do estudo de informações sobre os hábitos de compra das pessoas. Isso é BI. O futuro com a Inteligência Artificial será promissor, pois junto com outras plataformas que utilizam seus conhecimentos está surgindo uma nova geração de softwares e sistemas inteligentes. Suas aplicações serão diversas, por exemplo, na automação de residências, equipamentos que hoje usamos todos os dias como uma simples geladeira trará embarcado em si um software que avisará quando determinado produto acabou e fara o seu pedido para o supermercado sem que os humanos se preocupem com isso. A próxima geração de dispositivos trará um novo conceito o da internet das coisas o que possibilitará que estes dispositivos conversem entre si. Mas o mais intrigante e fascinante da Inteligência Artificial será a possibilidade dos equipamentos que se utilizarem de suas técnicas tomarem decisões.

Assim como os humanos as maquinas também poderão “pensar”. A nova geração, a geração do conhecimento, verá os avanços que a Inteligência Artificial trará a humanidade.

1Redes bayesianas foram desenvolvidas para resolução de problemas onde as incertezas se apresentam.
2 Ontologia na I.A. é utilizada para construir a representação do conhecimento.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Trabalha na área de TI desde 2006. É Analista de Requisitos e Engenheiro de Software. Graduado em Sistemas de Informação, com Pós-Graduado em Engenharia de Software. Pesquisador de assuntos relacionados a Gestão do conhecimento, Ontologia, Inteligência Artificial, Gestão de riscos e de T.I. e Arquitetura corporativa.

Herbert Kalil Nogueira

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.