Desenvolvimento

Ξ Deixe um comentário

Google indexa ou não Facebook? Dicas para otimizar conteúdo publicado na rede social para o grande buscador

publicado por W. Gabriel de Oliveira

Uma das maiores dúvidas para quem trabalha marketing digital é se o Google indexa o Facebook. Nas minhas aulas e palestras, esta é uma pergunta sempre presente. Isso porque muita gente publica conteúdo em perfis e páginas do Facebook, não em seus sites e blogs. Esta ação não é prejudicial para a indexação no Google? Não é ruim para SEO – Search Engine Optimization? Vejamos como o Google indexa ou não conteúdos publicados, por exemplo, em posts, comentários, notas e grupos do Facebook. Saiba como fazer SEO para Facebook e jogar com o Google a seu favor.

Para acabar de vez com a dúvida, vamos logo a uma afirmação: sim, o Google indexa conteúdos publicados no Facebook, mas não da mesma forma e no mesmo volume que indexa sites que blogs como conhecemos! Desde 2011, com ajustes em 2012 e mudanças até ainda em 2013, o Google vem se aproximando de conteúdos publicados no Facebook pouco a pouco, mas não ainda de forma definitiva e para todo e qualquer conteúdo irrestritamente. Para essa indexação, os conteúdos do Facebook que o Google indexa, como posts e comentários sobre textos, imagens e vídeos, além de descrições de páginas e notas criadas nas pages, precisam estar otimizados e não cair em armadilhas que geralmente nos dão um olé. O correto é dizer que o Google NÃO indexa tudo do Facebook de forma irrestrita, justamente porque isso não é um padrão. A mudança do algoritmo do Google para pegar AJAX e Javascript ajudou muita essa indexação, mas o Google ainda não indexa o Facebook da mesma forma que indexa sites e blogs porque a facilidade em que ele lê o código do Facebook e consegue superar os padrões de privacidade da rede social não é mesma. Então o que se deve fazer é compreender como e quando o Google indexa esses tais conteúdos de posts, como comentários e atualizações de timeline, assim como descrições de perfis e descrições pages, além de conteúdo de notas criadas para pages.

Se o Google não indexa o Facebook com a mesma facilidade, qual o segredo para o gigante das buscas indexar o gigante das redes sociais? A resposta passa basicamente por dois pontos:

Usar palavras-chave em espaços de grande visibilidade no Facebook;
Evitar publicação de conteúdo duplicado no Facebook.
Vejamos de forma prática como driblar as dificuldades impostas pelo Google para indexar conteúdos publicados no Facebook:

Eleja as principais palavras-chave que cercam o assunto sobre o qual deseja alcançar boa indexação no Google. Não esqueça que as principais palavras-chave são aquelas mais recorrentemente utilizadas por seu público-alvo para buscar tais conteúdos. E como saber quais são elas? Estude o comportamento do seu público-alvo a cada postagem que você realizar. Esse é um trabalho aprimorado post a post, dia a dia;

Com suas palavras-chave organizadas, escreva os principais conteúdos de seus posts utilizando-as. Os conteúdos de maior visibilidade no Facebook são:
– Texto da sua URL: customize a URL da sua página ou perfil. O melhor nome para esses espaços é exatamente o nome pelo qual quer ser conhecido, por exemplo, o nome da sua empresa ou o nome que faz sua assinatura oficial

– Título das postagens e Nome dos arquivos: seja texto, imagem, vídeo, arquivo anexo ou outro conteúdo, o título de sua postagem e o nome do arquivo anexado precisam usar palavras que as pessoas buscam para encontrá-los. Se você quer fazer um título mais criativo, mesmo em detrimento da otimização para o Google, então reforce as outras áreas que dão diferencial de SEO, já que o título será usado para outra finalidade, como estética;

– Primeiras linhas de texto na descrição da página, post ou nas notas criadas nas páginas: as primeiras linhas dessas descrições são as linhas puxadas pelo Google para descrever seu link nos resultados da busca. Portanto use as palavras-chave que você elegeu, pois facilitará o trabalho de indexação pelo buscador;

Fuja (!) de aplicativos com publicações automáticas de conteúdo e cópia idênticas de conteúdos de outros sites. Esse tipo de publicação gera muito conteúdo duplicado e faz com que o Google recuse sua publicação. Isso baixa sua reputação diante do Google e pode até atrapalhar outras postagens que venha a fazer no futuro;

Se você quer ser encontrado, então não utilize páginas ou perfis privados. Isso é óbvio! Reforço apenas para quem bobeou e esqueceu a página com a configuração ainda privada. Deixar a página pública ajuda inclusive na participação em promoções.

O Google aos poucos abre seu poder de indexação também para o Facebook principalmente para não perder terreno para o Bing. Isso ocorre desde 2011, quando ele começou a indexar conteúdos em javascript e iframe. Praticamente dia a dia descobrimos novas formas de melhorar a maneira de o Google encontrar o conteúdo que publicamos. O ideial é ficar atento às dicas supracitadas, mas também se atualizar diariamente sobre as novidades dos gigantes da internet. Afinal, como digo desde sempre, buscadores e redes sociais são pernas e braços do marketing digital, membros-chave de um organismo, que precisam estar bem treinados para atingir grandes objetivos e metas na internet.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

W. Gabriel de Oliveira é mestre em Marketing pela Universidade Federal do Ceará, Certificado Google Adwords (Search Advertising Advanced), atual coordenador de Marketing na Assessoria de Comunicação e Marketing da Universidade de Fortaleza, professor de pós-graduação e educação continuada, professor de turmas in company e cursos rápidos de Marketing Digital, Comunicação Integrada, Publicidade On-line e Mídias Sociais nas Empresas e também consultor de marketing e novas tecnologias. Atua na área de Internet e Marketing desde 2001. Trabalhou para multinacionais e empresas nacionais de grande e médio porte, com comunicação empresarial e marketing para meios digitais, em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Recife, Ceará e Lisboa/Portugal. Site: wgabriel.net

W. Gabriel de Oliveira

Comentários

You must be logged in to post a comment.

botão emergência ransomware (1)

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.