Segurança da Informação

Ξ 4 comentários

Cuidado! Estamos mesmo sendo vigiados!

publicado por José Henrique Bezerra Sento Sé

É verdade que a inclusão digital está aí, muitas pessoas utilizando todo o tipo de máquinas para navegar na “Grande Rede”, máquinas do tipo: micros, netbooks, notebooks, smartphones, ipads, etc.; porém, junto com elas, estão surgindo as mais variadas formas de Observação Digital. O perigo torna-se mais imponente ainda devido ao local de onde acessamos a internet. – Estou falando especificamente das lanhouses.
Nestes estabelecimentos, acessamos todos os tipos de sites, inclusive digitamos todo tipo de dados, como: bancos, e-mails, nossas informações pessoais como: CPF, RG, data de nascimento, Ag. e Conta bancárias, etc. Já paramos para pensar como há empresas, freelancers, pessoas comuns vendendo informações?
Certo dia, estava eu em uma empresa automobilística, quando surge uma pessoa, representante de outra empresa, oferecendo um cadastro com mais de 400 mil e-mails-marketing, contendo: nomes, seus respectivos cpfs, – outros até separados por bairros! Nas lanhouses, devemos sempre ficar atentos, desde o momento que digitamos a primeira tecla!
Com o intuito de realização de testes, percebi que uma lanhouse num shopping famoso no Rio de Janeiro continha keylogger, isto mesmo, keylogger; seja lá quem tenha instalado não se deu nem ao trabalho de configurar as teclas de atalho do malware, pois surgira a tela de configuração do dito cujo ao pressionar concomitantemente as teclas CTRL+SHIFT+ALT+F7. Acontece que este software, keylogger, é responsável por capturar dados do teclado; inclusive, alguns mais incrementados, gravam as telas por print screen em intervalos regulares de tempo pré-determinado e ainda podem enviar e-mail para o infrator!
Outra dica é quando copiamos informações com CTRL+C, isto mesmo! Estas informações podem ficar armazenadas no micro, e pior, ficarem armazenadas em um micro de uma lanhouse, da qual ninguém sabe a procedência.
– Sabe aquele currículo bacana que enviou para uma vaga na internet, que foi copiado do editor de texto para o corpo do teu e-mail recentemente enviado? Experimente, no Executar do Windows, digitar clipbrd e veja o que acontece em seguida!
Aconselho também, na ocasião de cadastro em algum site, a utilizar um e-mail somente para este fim e com uma senha que nada tenha a ver com qualquer outra senha pessoal. Imaginem essa hipótese: Tenho um e-mail pessoal com senha pessoal, cadastro-me num site qualquer para qualquer fim, receber newsletter, por exemplo, quem garante que aqueles dados foram digitados encriptados e que ninguém os acessará?
Cuidado ao acessar qualquer computador, inclusive o de teu aconchegante lar, você pode ser a próxima vítima!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

A melhor parte de se trabalhar com TIC é a possibilidade de resolver problemas e ajudar pessoas a resolver os delas; assim, o grupo ganha, levando ao inevitável sucesso; de todos, e o da organização onde estamos. É muito gratificante extrair o que há de bom das pessoas que nos cercam, que muitas vezes, nem sabiam que tinham; ao mesmo tempo, assim, aprenderemos cada vez mais.

José Henrique Bezerra Sento Sé

Comentários

4 Comments

  • Com certeza, principalmente abrir emails em Faculdade, onde sempre há keyloger nas máquinas.

    Muito boa matéria José Henrique, realmente é uma parada que temos que tomar muito cuidado, principalmente ao acessar sites de banco, etc.

    abraços

  • Belo artigo! Um ótimo alerta principalmente para aqueles que se acham expertos…

    • Muito obrigado Luis.
      Sucesso!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.