Carreira

Ξ Deixe um comentário

Criatividade na veia

publicado por Ricardo Antoniassi

Figura - Criatividade na veiaSe existe uma característica que marca a personalidade do brasileiro, certamente é a criatividade. O brasileiro é criativo!

Tal característica, inclusive, faz com que o povo brasileiro se destaque das demais culturas globais. Parece que está estampado em nosso DNA. Não vou entrar nas questões envolvendo antropologia, pois nem é minha área de atuação. Apenas destaco que a multiplicidade de culturas que formaram nosso povo com certeza influenciou diretamente em nosso potencial criativo.

Obviamente, como toda situação, existe o lado positivo e o lado negativo.

O lado positivo é visto em situações de pressão, de alto risco, de necessidades. Pode ter certeza que um bom brasileiro achará uma solução, por mais esquisita que pareça. Se o carro quebrar na estrada durante a noite, alguma solução será dada. Lembro bem da época do Fusca e da Brasília, onde uma corda ou um varal salvou muitos carros com o cabo do acelerador quebrado. Menti?

Dentro das nossas casas, posso afirmar que existe o maior e mais eficiente laboratório criativo de soluções alternativas do universo, para problemas ocorridos fora do planejamento. Cada um faça sua reflexão e lembre onde estão seus arranjos criativos.

No geral, basta andar pelas cidades e observar as soluções “criativas” na engenharia civil informal (os famosos puxadinhos, o reaproveitamento de materiais, a coleta de água, as soluções nas redes elétricas). No ramo automotivo, a criatividade impressiona. Não é raro encontrar modificações nos carros, soluções duvidosas na reposição de peças, e por aí vai.

O lado negativo se expressa no famoso e temido jeitinho brasileiro. Vale ressaltar que é uma característica bem ruim do nosso povo. Esse lado negativo ocorre quando o brasileiro utiliza a criatividade para burlar regras, sistemas, processos, etc. A frase padrão é: “para tudo existe um jeito”. Chega a causar calafrio na espinha. São impostos que são burlados. São processos que são cortados. São punições merecidas que são canceladas. E a lista poderia consumir todo o texto a seguir. Vou me conter.

No mundo empresarial, a criatividade do brasileiro se destaca como um diferencial competitivo, um acelerador que, quando bem utilizado, de fato faz com que soluções interessantes sejam aplicadas em problemas complexos. É fato também que a complexidade e a volatilidade dos nossos sistemas político e financeiro exigem criatividade com agilidade, e talvez um pouco de tarja preta de 12 em 12 horas.

Em tempos de crise, não é novidade informar que a criatividade é fundamental. Pode e deve ser aplicada na esfera mais simples da vida, no âmbito pessoal, mas também na esfera profissional. Empresas precisam rever e reinventar processos, eliminando burocracias, eliminando fatores de risco, eliminando desperdícios. Profissionais precisam reinventar suas carreiras, trazendo um novo ar para seus objetivos, trazendo criatividade na condução de suas profissões. A relação empregador e empregado precisa receber uma dose de criatividade, fazendo com que os dois juntos busquem novas soluções, novas saídas, novos negócios, novo dinamismo, ao invés de se tratarem como inimigos letais.

O momento de crise exige saídas diferentes. E o momento é agora!

Não espere passar por um desemprego, ou perder um grande contrato, ou ver seu mercado desaparecendo, para buscar alternativas criativas. Se esperar, talvez no susto, a criatividade vai funcionar, claro! Mas por que não trazer para o momento atual a mente criativa? O que pode ser mudado hoje no relacionamento com seus clientes? O que pode ser implantado hoje em sua área de trabalho? Quais custos podem ser remanejados, aplicando ideias criativas vindas de sua equipe de trabalho? O que você pode fornecer com mais qualidade e menor custo para o cliente, sem representar uma quebra em sua margem? Quais metodologias podem ser utilizadas na gestão dos projetos, que trarão resultados imediatos, mitigação de riscos e satisfação dos resultados obtidos? Existe redundância de trabalho? Existe ociosidade? Existe sobrecarga?

O mundo empresarial é um oceano de oportunidades, que, se explorado, trará benefícios tangíveis e intangíveis. Não espere. Não perca tempo. Avalie. Pense. Repense. Seja criativo. E coloque em prática!
Um abraço criativo e sucesso!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Ricardo Antoniassi, formado em Sistemas de Informação pela Universidade Paulista e MBA em Estratégia Empresarial pela Business School São Paulo – BSP, atua com gestão de projetos voltados para a execução da estratégia dos negócios e possui experiência na implantação de escritórios de gerenciamento de projetos – PMO, através do desenvolvimento e aplicação de metodologias de mercado – PMI, Scrum, ASAP, entre outras. Atuou em empresas nacionais e multinacionais de grande porte, principalmente em projetos de Business Intelligence, gerando indicadores de qualidade, Balanced Scorecard, Dashboards executivos e apoio à tomada de decisão.

Ricardo Antoniassi

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.