Gerência de Projetos

Ξ 1 comentário

Controlar não é o mesmo que mensurar

publicado por Flávio Steffens

Controlar não é o mesmo que mensurarA grande maioria das empresas que eu conheci possuiam algum sistema de controle. Ou era um ponto eletrônico, ou reports diários, semanais e mensais. Ou mesmo qualquer outro tipo de controle que você possa imaginar, uma vez que algumas empresas são realmente criativas nisso.

Esses controles geram dados que podem prover informações importantíssimas para a empresa. Mas, infelizmente, devido a uma inversão absurda de valores, estes dados não são usados para nada a não ser controlar de fato a empresa. Senhores, uma dica: controlar não é o mesmo que mensurar.Um processo de melhoria contínua (plan-do-check-act) só ocorre quando os pontos “check” e “act” funcionam corretamente. E eles só podem funcionar se ocorrer uma mensuração de dados e acontecimentos durante um determinado período.

A surpresa disso tudo é que a grande maioria das empresas FAZEM isso. Elas sabem quantas horas seus funcionários trabalharam, elas sabem quanto tempo de atraso os projetos tem tido, quantas reclamações (e quais) cada cliente tem feito, enfim. Dados existem.

Estas empresas, porém, utilizam estes dados como forma de controle. E o controle geralmente leva à manipulação de dados direto na fonte. Ninguém quer ser responsabilizado.

Mensurar dados é diferente. Envolve confiança, transparência, responsabilidade e, principalmente, comprometimento. Ao apresentar os objetivos da mensuração aos seus funcionários e torná-los parte da solução, a empresa estará buscando aliados e não culpados.

Mensurar faz com que evidências dos problemas se tornem visíveis. Auxilia chefe, gerente e equipe a identificarem soluções para problemas.

Dados se transformam em informações. E as informações, se bem trabalhadas, se transformam em conhecimento. E o conhecimento, se espalhado pela empresa, gera uma melhoria contínua.

Essa é uma prática simples, que qualquer empresa pode aplicar. Basta encarar as pessoas como aliadas do processo.

Quando todos perceberem o poder de transformar dados em informação e conhecimento, não se assuste ao perceber que todos queiram mensurar até mesmo quantos litros de café são bebidos diariamente. Acredite: até disso pode-se tirar conclusões.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Flávio Steffens de Castro é empreendedor na Woompa (www.woompa.com.br), criador do crowdfunding Bicharia (www.bicharia.com.br) e gerente de projetos desde 2006. Trabalha com métodos ágeis de gerenciamento de projetos desde 2007, sendo CSM e autor do blog Agileway (www.agileway.com.br).

Flávio Steffens

Comentários

1 Comment

  • Gostei da ideia de controle geralmente leva à manipulação de dados direto na fonte. Ninguém quer ser responsabilizado.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.