Governança

Ξ Deixe um comentário

Cobit e os Desafios da TI

publicado por Márcio Pulcinelli

COBITNeste artigo trago alguns desafios que o CobiT endereça no alinhamento estratégico da TI com as áreas de negócio da empresa.

Diversas organizações (normalmente grandes e médias empresas) investem grandes somas de dinheiro e recursos na área de TI. De fato, a área de negócio necessita contar com o suporte de TI para as operações de seu negócio e assim, alcançar os objetivos estratégicos da empresa. As organizações diariamente encaram o desafio de ter que se adaptar as demandas dinâmicas dos negócios e ainda precisam lidar com os riscos inerentes a própria complexidade da área de TI.

Manter a TI funcionando corretamente de forma otimizada gerando valor para o negócio, minimizar os custos atrelados a tecnologia e ao próprio contingente de recursos, gerenciar a complexidade do ambiente, definir o alinhamento correto entre a própria TI e as demais áreas de negócio, manter sempre alinhada a questão da conformidade regulatória e gerir a segurança das informações e da própria organização são alguns dos desafios enfrentados hoje e onde o CobiT é bastante útil.

cobit~fsOs problemas típicos no que diz respeito a manter a TI funcionando, advém de possíveis falhas técnicas para os processos críticos para o negócio como por exemplo, o processamento de pedidos estar fora do ar, pessoal incapaz de lidar com o dia a dia das atividades que devem ser executadas, e ainda clientes incapazes de se comunicar com a empresa para solicitar novos produtos e serviços. Estes são alguns problemas que podem ter como resultado a perda de negócios, reduções nos lucros e até danos na reputação da organização.

As empresas sempre precisam garantir a continuidade dos seus serviços críticos de negócio, caso contrário o fracasso é inevitável.

Outro ponto de extrema importância é a questão da geração de valor para a organização. Tendo em vista os investimentos significantes feitos na área de TI e consequentemente a importância estratégica dos projetos de TI, essas mesmas organizações precisam garantir que a TI forneça valor para o negócio. Os grandes problemas na maioria dos projetos de TI, que excedem expectativas orçamentárias ou de prazo de entrega são: requisitos definidos de forma ineficientes (quando não errados), sistemas muito complexos para implementar, esforço necessário subestimado, gerenciamento de projetos de forma imatura, além de outros aspectos não tão diretos. As empresas precisam identificar quais os projetos mais adequados e executá-los dentro do prazo e orçamento para que desta forma possa entregar o valor adequado para a organização.

COBITA questão dos custos é crítico e um desafio para a área de TI. Os principais motivos para despesas elevadas são: os custos associados aos ativos de TI não são compreendidos por toda a organização, orçamentos operacionais aumentam devido à complexidade dos contratos de licenciamento, manutenção e da própria terceirização, existe carência por profissionais capacitados, grandes perdas financeiras ocorrem devido a projetos fracassados e ainda pode-se observar os gastos de TI pelas unidades de negócios e departamentos de TI não são coordenados. Desta forma, a gestão dos custos de TI precisam ser gerenciados da mesma forma que os demais custos significativos do negócio. Requer processos e alocações de recursos eficazes e também eficientes, tais como, pessoas e tecnologia.

Outro desafio para a TI está relacionado com a gestão das complexidades da própria TI. Ou seja, é necessário manter as competências técnicas, gerenciar as diversas infraestruturas técnicas, adaptar-se à mudanças rápidas e novos desenvolvimentos, gerenciar os relacionamentos externos com os fornecedores de serviços e produtos. Assim, a TI deve estar organizada e gerenciada para que as organizações possam ser capaz de lidar com as complexidades e evitar custos excessivos.

O alinhamento da TI com os negócios é de extrema importância. Na maioria das empresa, a diferença entre o que os usuários esperam e o que a TI pode fornecer existe por algumas razões: requisitos de negócio definido de forma deficiente, incapacidade de definir prioridades, complexidade dos projetos, falta de responsáveis do negócio comprometidos, falta de definição dos condutores de negócio para as soluções e também uma lacuna nas comunicações entre TI e negócio. Sendo assim, as organizações precisam garantir que TI tenha uma parceria com o negócio para, desta forma, entregar valor.

Conformidade regulatória é outro fator que define os desafios de TI. Os regulamentos que governam as operações de negócio impactam fortemente os sistemas de TI. A TI precisa estar ciente de todos os requisitos legais e regulatórios nacionais e internacionais (dependendo de cada caso) a que eles estão relacionados. Como exemplo, tempo a governança corporativa, relatórios financeiros, privacidade corporativa e segurança das informações. As organizações precisam garantir a conformidade legal e contratual para não ter sua credibilidade abalada.

O desafio de TI relacionado com a segurança é um ponto de atenção constante, pois o desejo de tornar a informação disponível através do uso de tecnologia conduz a riscos na segurança. Alguns fatores são: O uso da internet e de redes que expõe sistemas internos para o mundo, vírus e hackers, o aumento do uso mal intencionado das informações, as complexidades técnicas dos ambientes de TI e os problemas associados com a segurança, pouca conscientização sobre as questões de segurança dos usuários. Sendo assim, as empresas precisam garantir uma segurança adequada em seu ambiente de negócios e TI.

Para tratar destas questões, o CobiT fornece um modelo de governança corporativa de TI para que seja possível um alinhamento estratégico entre TI e negócio, onde garante que os objetivos sejam alcançados, estabelecendo que os riscos sejam gerenciados de forma apropriada verificando a utilização apropriada e com responsabilidade dos recursos da empresa.

Cursos Online

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Márcio Pulcinelli é consultor da área de Tecnologia a mais de dez anos. Os últimos oito anos foram voltados para projetos na área de gestão de sistemas em Gás & Energia e Petróleo junto aos clientes Petrobras S.A e Gas de France (GdF Suez E&P Norge AS) sendo o último, projeto no exterior (Noruega) ambos pela empresa Accenture do Brasil. Alguns anos em projetos de crédito junto ao cliente Caixa Econômica pela empresa UNISYS Outsourcing. Experiência em gestão de projetos de tecnologia, mapeamento de processos, modelagem organizacional de negócio, Implantação de Enterprise Project Management (EPM) com foco em gestão de projetos de manutenção de plataforma de petróleo e perfuração de poços exploratórios, modelagem de painéis de indicadores para CLPs (Computador Lógico Programável) em malha de gasodutos, responsável pela modelagem de sistemas de intervenções e paradas para malha de gasoduto, dentre outras áreas de atuação. Visite meu site: blog.marcio-pulcinelli.com

Márcio Pulcinelli

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.