Carreira

Ξ 3 comentários

A Grande Viagem

publicado por Gilberto Ribeiro

Nos últimos 40 anos de história da informática presenciamos, ou pelo menos tivemos conhecimento, dos mais diversos ciclos e suas novidades. Processos artesanais como FSW, FSW Integrate Outsoursing e SPL e processos proprietários como CMM, PMI, ASAP, RUP, ISO´s, XP, ASD, LD, TDD e SCRUM, conhecemos ou ouvimos falar das plataformas FORTRAN, ASSEBLER, COBOL, PL1, NATURAL, C, C++, CLIPER, VB, DELPHI, ORACLE, JAVA, .NET e XML, sem falar nas metodologias de desenvolvimento em cascata (Walterfall), a estruturação essencial, a OO, UML e componentes. O que virá por aí? Pode ser um novo modelo criado por você…

Até os anos 80, no Brasil, o processo de desenvolvimento de software caracterizou-se como um processo artesanal. O foco era no fechamento do negócio, precisávamos ganhar dinheiro e programar, custe o que custar. E o cliente? E o retorno do investimento? E o diferencial competitivo no mercado? Pois esta pode ser uma das razões que justificaram o investimento no sistema, na automação.

Este cenário começa a mudar com o surgimento do conceito de FÁBRICA de SOFTWARE. Pois é, o que a grande maioria encara como novidade, surgiu em meados da década de 80 e só foi colocado em pratica em 1993 no mercado paulista.

Antes, conceitos como gerenciamento de projetos e melhoria continua (qualidade), não eram vistos como necessários. Com a inserção no mercado internacional, as normas de qualidade passaram a ser adotadas, possibilitando a prestação de serviço em um mercado globalizado.

Quando me perguntam qual a metodologia que eu uso no processo de desenvolvimento de software, eu respondo com outra pergunta: Você conhece as normas da ABNT?

Nesta série de artigos abordaremos os seguintes temas:

Primeira parte:
– Normas ABNT

Segunda parte:
– Fábrica de Software

Terceira parte:
– Formação da Equipe
– Análise de Requisitos: Quem participa do processo e quais os artefatos gerados?
– Arquitetura de software: Quem participa do processo  e quais os artefatos gerados?
– Análise do Sistema: Quem participa do processo  e quais os artefatos gerados?
– Teste de Software: Quem participa do processo  e quais os artefatos gerados?

Quarta parte:
Técnicas de gerenciamento de projetos de software

– Gerenciamento de projetos segundo PMI
– APM – Agile Project Management
– UP – Processo Unificado
– SCRUM
– XP
– FDD

Quinta parte:
– Métrica: APF – Análise de Ponto de Função

Até breve,

Gilberto S R Filho.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Atualmente Consultor na Paulista IT Services. Gerencio equipe de projeto e desenvolvimento de sistemas desde 1991, sou formado em Análise de Sistemas, Pós-Graduado em Engenharia de Software pelo Instituto de Ensino INFNET. Presto consultoria em sistema de Gestão da Qualidade, Implantação e Gestão de Fábrica de Software, com base no CMMI/PMI/MPS.BR e identificação e mapeamentos dos ciclos de vida do projeto, desde o estudo da viabilidade até a homologação do sistema. Atuo também em formação de equipe de desenvolvimento, definindo o perfil do profissional segundo as necessidades do projeto. Implantação dos conceitos de gerenciamento de projeto, elaboração de plano de treinamento visando o nivelamento da equipe - Fábrica de Talentos - implantação de Plano de Capacitação na Empresa com base em projetos reais, reduzindo custos no ciclo de formação dos profissionais e elaboração de Planos de Carreira, mantendo os profissionais na empresa. Customizo as boas práticas de gestão, e execução de projetos de acordo com o perfil da empresa (cultura), analisando e mapeado os processos adequando as melhores prática do mercado. Implantação de metodologias de desenvolvimento ágil, como SCRUM ou XP. Blog: http://es-it.blogspot.com.br/ - Site: http://www.paulistaitservices.com.br

Gilberto Ribeiro

Comentários

3 Comments

  • Gilberto, bela observação, mas sugiro você falar também do MPS.Br, modelo de desenvolvimento criado pelo governo brasileiro e que é baseado no CMMI.
    Abraço.

  • Vamos incluir no roteiro.
    Abs.

  • Fala Gilberto,

    :-D,
    Fiquei muito feliz ao saber que você escreveu o post, realmente foi um ótimo tema, são dois topicos muito importantes, processo de desenvolvimento de software e gerenciamento de projetos.

    Parabéns!!

    Abraços

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes