Mercado

Ξ 4 comentários

A Apple está fadada ao fracasso?

publicado por Adriano Melo

Um grande portal da internet divulgou alguns dados relativos a uma pesquisa feita por uma grande rede de televisão britânica que indicava pontos interessantes sobre os hábitos dos consumidores dos produtos da Apple Inc.

Entre os indicadores que mais me chamaram a atenção estava o estudo realizado por neurocientistas que indicava que o comportamento dos chamados Funboys (ou admiradores e consumidores fiéis da marca da Maça) era o mesmo de religiosos, ou seja, os fãs da empresa sediada em Cupertino e fundada por Steve Jobs e Steve Wozniak a vêem como algo acima do bem e do mal.

Esta pesquisa nos mostra dois pontos distintos que devem ser analisados separadamente.

Para uma análise criteriosa deste quadro devemos, em primeiro lugar, separar o que são fatos verdadeiros e mensuráveis de fantasias e análises subjetivas, ou seja, fanatismos e preferências pessoais devem ser colocados de lado.

Que a Apple produz produtos vanguardistas e dita o rumo da indústria de Tecnologia não tenho a menor dúvida. Seus produtos são conhecidos não somente pela excelente qualidade, mas também por seu design arrojado e moderno, que ditam as novas tendências e também por sua estratégia de marketing agressiva e de muito sucesso, gerando com isso uma empresa de sucesso mundial e admirada por todos.

Para o mundo corporativo a Apple representa um exemplo de empresa bem sucedida, que além de produzir uma legião de consumidores fiéis, também atraia investidores de todo o mundo, enriquecendo seus cofres e consolidando a marca no mercado global.

O outro lado desta moeda é que, infelizmente, não é discutido, nem pela imprensa especializada e sequer por seus consumidores (que conforme indicado na pesquisa anteriormente citada possuem uma admiração religiosa pela Cia, não admitindo que a mesma comete erros e que seus produtos possuem falhas) os problemas que a Apple já enfrenta, por ser refém de sua própria grandeza. Me explico: A Apple não foi feita para durar!

Sabendo que corro o risco de provocar uma enxurrada de indignações com minha afirmação, me arrisco um pouco mais em afirmar que, a meu ver, a Apple está fadada ao fracasso.

Não quero dizer que a Apple é uma empresa fracassada, longe disso. Não me entendam mal. Apenas estou afirmando que a sua política de administração corporativa está levando-a para a bancarrota, haja vista que um exame mais aprofundado da história da Cia. pode corroborar o que estou afirmando, não sendo novidade pra ninguém. Basta relembrar ao incauto leitor que, por ventura, estiver retorcendo-se na cadeira ao ler este texto que a Apple já foi “salva” uma vez por seu fundador, quando este, após te sido expurgado da empresa por seu comportamento extremamente difícil e por sua forma espartana de administrar e de conviver com seus subordinados, foi chamado de volta à empresa, quando esta se viu em sérias dificuldades ou, melhor dizendo, havia perdido o rumo.

A volta triunfal de Steve Jobs à Apple deu à esta a oportunidade de resgatar a sua identidade de empresa moderna e à frente de seu tempo, sendo que o resultado deste retorno foi a produção de Gadgets marcantes (iPods, iPhones, iPads, só pra citar alguns exemplos), que se tornaram ícones de uma geração e arrebataram mais uma legião de fãs.

O que sustenta a minha afirmação de que a Apple não foi feita para durar é justamente o maior problema que a empresa enfrenta neste momento: Quem substituirá a sua mente criadora, ou seja, quem ficará no lugar de Steve Jobs?

É evidente o fato de que Jobs não fez seu sucessor e isso trouxe à tona uma discussão muito séria que muitas empresas simplesmente ignoram. Quem continuará os negócios quando o seu fundador ou seu principal executivo não mais estiver à frente dos negócios?

Lutando há anos contra um câncer raro e agressivo, cada vez que Jobs se afasta da empresa as ações da Apple despencam no mercado, relevando toda a desconfiança dos investidores em relação ao futuro da Cia.

Até o momento nenhum nome foi anunciado como sucessor de Steve Jobs, mesmo porque é muito difícil aparecer outra pessoa que tenha a mesma visão futurista e moderna que ele, o que pode trazer à Apple problemas que ela já enfrentou no passado.

Com isso, deixo ao leitor o questionamento que deveria ser feito para todos os presidentes de empresas: Como preparar um sucessor?

Que isso sirva de lição para os CIO´s, pois fazer um sucessor faz parte do sucesso de uma empresa que foi feita para durar.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Formado em Análise de Sistemas, Direito, MBA em Gestão de Projetos, cursos de formação em PMP, ITIL e COBIT e com passagem por grandes empresas Multinacionais dos mais variados ramos e com especialização (Mestrado - cursando) em Tecnologia, atualmente atuo como Gerente de Projetosde TI, com ênfase em Infra Estrutura e Sistemas. Também exerço a função de professor universitário, onde ministro aulas para a graduação e pós graduação na Anhanguera Educacional para as áreas de Gestão de Projetos, Gestão de Pessoas e Gestão da Qualidade Total.

Adriano Melo

Comentários

4 Comments

  • Parabéns pelo post, isso tudo se resume em deixar um legado de sucesso como fez Jesus Cristo ensinando os seus dicípulos.

  • FUN boys ????? LOL

  • pra que ele iria querer fazer um sucessor? ele vai estar morto! depois de morto, pra um defunto, tanto faz se a sua ex empresa vai ou não ter sucesso no futuro ou se vai ser superada pelo seu principal concorrente.

  • Não concordo com o post. Do jeito que foi colocado, parece que o Steve Jobs era a única mente pensante dentro da empresa, o que não é verdade. Ele nunca criou nada sozinho, sempre tinha alguém auxiliando. É claro que a perda de uma gênio como ele vai trazer algumas consequências negativas para a empresa, mas falar que ela está destinada ao fracasso já é um absurdo. Para colocar um post tão polemico como esse no ar acredito que é necessário mostrar uma lista de argumentos defendendo essa teoria, não simplesmente falar que a morte de Jobs significa o fim das idéias futurísticas da Apple. Me desculpe mas acho que você foi muito infeliz ao abordar esse tema.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes