Marketing & Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

5 dicas para utilizar QR Codes de forma inteligente em sua campanha

publicado por Celso Hora

5 dicas para utilizar QR Codes de forma inteligente em sua campanhaTenho vontade de escrever um artigo detalhado assim há muito tempo.

Estão aparecendo muitas iniciativas por aí utilizando QR Codes e, na minha opinião, a maioria estão usando essa tecnologia apenas por usar.

E está aí o grande erro.

A tecnologia tem que ser um meio e não um fim… o QR Code ou um aplicativo para iPhone deve ser o meio para atingir alguma coisa (venda, awareness, whatever) e não o ponto final.

Já vi coisas bizarras acontecendo por aí (como esse caso da foto), e pra mim, existem 2 pontos principais e muito preocupantes: 1) impressão dos códigos em baixa definição e 2) utilização prática do código, ou, o que estou entregando.

O primeiro ponto é um dos mais chatos para quem como eu, trabalha com isso. Já vi vários QRCodes por aí que me interessaram para scaneá-lo, mas a impressão era tão pequena que meu iPhone não conseguiu ler! O QR Code tem que ser grande o suficiente para que haja um contraste e gere a leitura pelos softwares de scan, senão, nada feito.

O segundo ponto acontece quando eu consigo scanear e acessar o conteúdo, só que o conteúdo é apenas uma página informativa, ou algo pesado e carregado pro meu 3G (fico duas horas carregando e desisto!). As marcas, e principalmente as agências que criam ações utilizando essa ferramenta, tem que entender que o QR Code é um código de rápida resposta, ou seja, você leva o consumidor rapidamente para algum conteúdo, mas se o conteúdo é chato, pesado ou “mais do mesmo” ele vai ter uma péssima experiência, e, além de desacreditar de sua loja/empresa, irá desacreditar da própria ferramenta: “eu nunca usei pra nada esse QRCode”.

Então abaixo destaco 5 principais dicas de como usar bem a ferramenta QR Code em suas ações mobile (elencadas pelo Mashable Mobile, mas com algumas análises minhas):

  1. Defina bem o objetivo ou propósito da ação

    Você deve pensar seriamente na praticidade da ação e se o que você irá fazer utilizando QR Codes é interessante para seu público. Você irá oferecer algum video? Alguma informação de contato que gere resposta? Ou irá guiá-lo para a venda efetiva, oferecendo descontos exclusivos, ou premiação por lealdade?

    Tenha sempre claro seu propósito e foque nisso desde o início.

  2. Gere ação no público

    Depois que entendeu seu propósito com essa ação, faça com que seu público tenha alguma ação, explicando o que ele estará ganhando ao scanear aquele código. Seja transparente e tenha em mente o call to action: “scaneie esse código e tenha descontos esclusivos”, ou, “scaneie e ganhe um brinde especial da loja”. A ação tem que estar clara para que haja a interação.

  3. Design e usabilidade

    Sempre que possível tente trabalhar melhor o seu código, adicionando cores, patterns e deixando ele mais próximo a identidade da marca da sua empresa (aqui tem uma série de dicas para fazer os seus QR Codes mais bonitos). Além disso, a página que o consumidor acessará após o scan do código deve ser muito bem trabalhada no que diz respeito a usabilidade e praticidade no acesso as informações. Não coloque informações demais se ele scaneou aquele código somente para um cupom de desconto, por exemplo.

  4. Mensure tudo, sempre.

    Para saber se sua ação foi bem planejada e se conseguirá ou não atingir as metas estabelecidas, lembre-se de sempre monitorar os resultados, e de preferência diariamente. Há quem diga que a principal métrica em ações como essas é o “daily scan”, ou seja, quantos scanearam aquele código por dia. Se seu chefe/cliente é daqueles que gostam de números, esse é com certeza o principal número, mas existe também a vertente que diz que a qualidade dos acessos providos pelo QR Code que é fundamental.

    O código é responsável por levar pessoas até o seu quintal, e o seu quintal deve ser bacana o suficiente para que a pessoa fique ali admirando, passeando e fazendo o que quiser. Logicamente isso já sai um pouco da esfera somente do QR Code e da promessa oferecida por ele, mas o tempo que a pessoa navega no seu site após ter scaneado seu código diz muito sobre sua presença mobile.

  5. Gerando resultados fora do mobile

    As métricas de visualização da landing page do scan são essenciais para averiguar o sucesso ou não de sua campanha, mas isso é o básico. Tente adicionar aí nesse bolo os resultados fora dele, e mais do que isso, gere interação com outras ações digitais como as redes sociais, por exemplo. Tente integrar essa promoção ou ação qualquer com alguma campanha em redes sociais que sua empresa esteja fazendo. Isso faz o público entender que aquela ação específica com o QR Code é parte de uma presença maior.

Essas 5 dicas podem se transformar em dezenas quando analisamos cada uma delas mais profundamente. Em breve postarei mais detalhes dessas dicas e outros assuntos pertinentes para campanhas mobile.

[Crédito da Imagem: QR Code – ShutterStock]

  •  
    1
    Share
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Profissional de comunicação com mais de 12 anos de experiência no mercado digital, com vasta experiência em search marketing (SEM) e criação de estratégias e ações para social media e plataforma mobile. É fundador e Diretor de Planejamento e Estratégia na Enjoy Inteligência Digital. Enjoy Inteligência Digital Meu/Mundo/Móvel

Celso Hora

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.