E-Commerce

Ξ Deixe um comentário

10 dicas quentes para seu e-commerce nao micar

publicado por Marcio Blak

Figura - 10 dicas quentes para seu e-commerce nao micarNo Brasil o mercado web vem crescendo bastante, mas é preciso estar atento para transformar o empreendimento em uma loja virtual de sucesso

Cada vez mais novos empreendedores estão aderindo ao negócio pela internet. Entre um dos principais fatores para essa decisão está na praticidade de não precisar ter um espaço (loja física), custos de manutenção reduzidos e estar disponível ao público 24 horas por dia, sete dias por semana.

Mas se você está começando direto pelo mundo virtual, é extremamente importante redobrar a atenção. Ter um e-commerce é como ter uma loja física, e requer muitas ações para os consumidores, como num Varejo tradicional.

Além disso, há uma crescente também no número de consumidores desse mercado. Diariamente milhões de pessoas acessam portais de leilão, lojas virtuais e outros web sites de comércio virtual atrás de preços mais baixos, comodidade, além de poupar tempo e trabalho de ir até uma loja física.

Somente no ano passado, as compras feitas pela internet totalizaram mais de R$ 20 bilhões, e para este ano, a previsão é de pelo menos 30% de crescimento, segundo pesquisa realizada pelo e-bit.

Mas apesar do crescimento do comércio online, alertamos que não basta apenas montar um site para garantir o sucesso do empreendimento e uma fatia do bolo do crescimento do e-commerce.

Para o negócio dar certo, é necessário ter um planejamento e toda infra-estrutura que permita a viabilidade da loja virtual. Se o site não oferecer a praticidade que o internauta busca, como, por exemplo, encontrar a informação até o terceiro clique, o consumidor não voltará e ainda ficará com uma imagem negativa da sua marca.

Veja as dicas que preparei pra quem quer montar um negócio virtual e obter os melhores resultados do e-commerce:

  1. Faça um planejamento cuidadoso do seu empreendimento. Assim como para uma empresa física, defina a missão, o objetivo e os valores do seu negócio.
  2. Aponte todos os possíveis custos: montagem do site, manutenção, quais ferramentas que terá que contratar para o seu e-commerce, os custos com estoque e como serão as despesas de logística (via Correios ou empresa terceirizada), e como estes custos serão absorvidos.
  3. Verifique quais serão as formas de pagamento ao cliente e lembre-se que se for transação via cartão de crédito ou débito, há uma taxa a ser paga.
  4. É importante sua loja virtual estar nas principais redes sociais, como twitter, facebook, entre outras – importante analisar onde está seu público comprador – por exemplo pode ser mais importante estar num LinkedIn se seu produto for um B2B por exemplo, ou estar num Facebook para um produto mais de “moda” ou “teen”. O contato direto com o consumidor fortalecerá a imagem da empresa e permitirá uma divulgação mais rápida de promoções e ações de marketing.
  5. Acompanhamento das demandas do site em tempo integral e, se possível, disponibilizar um chat, que tem grande aceitação pelo público. Rastreamento do andamento da entrega também é bem importante.
  6. Muitas pessoas optam por estruturar seu negócio em um blog. Não recomendo, porque, por mais que as ferramentas hoje estejam mais completas e o custo seja menor do que montar um site, não passa a credibilidade necessária em um e-commerce.
  7. Atualização diária é um dos itens mais importantes para reter a atenção do consumidor. Se perceber que o site está há dias desatualizado, ele perde o interesse. Afinal, o público internauta é ávido por notícias atualizadas.
  8. Imagens, Fotografia. Seja profissional, se seu produto requer um apelo visual, não subestime o valor da imagem! Fotos, vídeos e depoimentos ajudam, MUITO, a vender mais.
  9. MarketPlaces. Analise a possibilidade de além de ter seu prórpio e-commerce, também fazer parte de um marketplace que reúna várias lojas e com isto traz um fluxo maior de visitantes. Vale a comissão paga.
  10. Mobile. Muitas compras são feitas no impulso, e grande parte do impulso está no mundo mobile. Programe-se para ter uma versão responsiva ou um aplicativo para que seus clientes comprem pelo smartphone.

Muitas pessoas tiram sua renda inteira vendendo produtos na Internet. Caso você esteja pensando em abrir um negócio virtual, tenha em mente que para seu empreendimento dar certo será preciso muito empenho, dedicação e planejamento.

Dúvidas ou mais dicas, deixe nos comments!

Bons Negócios! Se precisar de apoio para montar um e-commerce de sucesso, entre em contato conosco.

[Crédito da Image: E-Commerce – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Marcio Blak, engenheiro, graduado pela UFRJ e com MBA em gestão de negócios pela FGV, e gestão de marketing pela ESPM, criador e gestor por 16 anos da SnackControl, empresa líder no segmento de softwares para automação e gestão no segmento de franquias defood-service, até 2008, quando foi vendida para Bematech. Em seguida atuou no mercado web, como CEO dos portais http://www.ComerNaWeb.com.bre http://www.FoodTraders.com.br

Marcio Blak

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.