Segurança da Informação

Ξ 3 comentários

Você sabe o que seus filhos estão fazendo na Internet?

publicado por Gilberto Sudré

A desenvoltura e intimidade de crianças e adolescentes no uso dos computadores não é mais novidade. Muitas crianças aprendem a desenhar no computador antes mesmo de saberem escrever.

Isto acontece também com a Internet. Ela também é campeã na preferência infantil. Seja devido àqueles sites de seus heróis do desenho animado, cheios de jogos e brincadeiras, seja para a conversa on-line ou o e-mail.

Entretanto, nem tudo é tão divertido assim. A Internet expõe as crianças a conteúdos nem sempre adequados como violência, pornografia, drogas entre outros. Como é impossível estarmos pessoalmente ao lado deles 100% do tempo durante a navegação, algumas ferramentas podem nos ajudar a protegê-los de sites e conteúdos indesejáveis.

O NetFilter (http://www.netfilter.com.br) é um aplicativo nacional que tem como grande vantagem apresentar toda a sua interface em português. Com este utilitário pago (R$ 40,00) podemos limitar uso da Internet em determinados períodos e bloquear todo o fluxo de e-mail e conteúdo on-line.

Muito popular nos EUA, o NetNanny (http://www.netnanny.com/) é um aplicativo pago (US$ 39,99) que permite a criação de usuários com perfis de acesso diferentes. Cada perfil possui configurações de navegação, horário e conteúdo permitidos para a Internet. Esta ferramenta também permite o bloqueio específico de programas como os de mensagens instantâneas e as listas de discussão. Este é o aplicativo mais completo para o controle de uso da Internet doméstica.

O CyberPatrol (http://www.cyberpatrol.com/) é similar ao NetNanny e permite a criação de até cinco perfis diferentes. Esta ferramenta paga (US$ 39,95) apresenta como sua maior limitação a interface na língua inglesa. No site existe a possibilidade de download de uma versão de demonstração.

Os navegadores também podem ajudar na proteção. O Firefox (http://www.mozilla.com), apesar de não possuir uma opção integrada para restringir o acesso a Internet, permite a instalação do plug-in Block XXX (https://addons.mozilla.org/extensions/moreinfo.php?id=226) para este fim.

Uma dica importante. Não instale o computador no quarto das crianças e adolescentes. Dê preferência a áreas comuns da casa.

Lembre-se, as ferramentas são muito importantes no controle do acesso a Internet mas nada substitui um bom bate-papo entre pais e filhos sobre os riscos que a Internet oferece.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Professor, Consultor e Pesquisador nas áreas de Segurança da Informação e Computação Forense . Palestrante de Tecnologia. Coordenador do Laboratório de Segurança da Informação – LABSEG do Ifes - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do ES. Integrante do Comitê de Tecnologia da OAB-ES. Membro do comitê técnico CB21/CE27 da ABNT sobre Segurança da Informação. Membro fundador da CSA - Cloud security Alliance. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN, TV Gazeta, Jornal A Gazeta, Revista ES Brasil, Revista Espírito Livre e Portal TIEspecialistas. Autor dos livros Antenado na Tecnologia, Redes de Computadores e Internet:O encontro de 2 Mundos. Fã de Tecnologia e apaixonado pela Fotografia. Mantem o blog http://gilberto.sudre.com.br com as suas publicações, seus programas de TV e de Rádio.

Gilberto Sudré

Comentários

3 Comments

  • Boas dicas Gilberto
    Já me preocupei demais com isso. Meus filhos cresceram a salvo. Hoje me preocupo com os filhos dos outros, principalmente quando ouvimos certas histórias.
    Pior será quando vingar o projeto da ONU OLPC, um lap top por criança. Não vai demorar muito.
    Sou voluntário num grupo de informatização de colégio.
    Precisamos que profissionais como vc já pensem nisto.
    Escreva mais

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.