Gerência de Projetos

Ξ Deixe um comentário

Uma visão generalista da análise de negócios

publicado por José Luiz Siesler Junior

Figura - Uma visão generalista da análise de negóciosAo longo de minha carreira, pude observar diversos projetos serem entregues sem atender de fato às necessidades do negócio ou do cliente final do projeto. Isto pode ser observado com maior frequência na àrea de Tecnologia da Informação, mas também pode ser observado em projetos de outras áreas.

No que se refere à tecnologia da informação, acredito que uma das principais causas de projetos serem entregues sem atender as necessidades dos clientes é a falta do entendimento do negócio por parte das pessoas que definem os requisitos do projeto, no entanto, outras causas podem ser observadas, como por exemplo, a falta de conhecimento ou consideração da legislação vigente ou aplicação de conceitos e técnicas de user experience, ou experiência de usuário.

O objetivo deste artigo é fornecer ao leitor uma visão geral sobre a importância de cada uma das causas destacadas acima.

  1. Entendimento do negócio:
    O entendimento do negócio do cliente é uma fase muito importante da definição de requisitos de um projeto. Particularmente, eu a considero a mais importante.Nesta fase devem ser mapeados todos os macro-processos de negócio, permitindo que se tenha uma visão geral no negócio, suas integrações e intersecções. A partir desta visão geral é possível definir a criticidade e importância de cada um deste processos para o negócio. Nesta fase é importante que os usuários finais estejam envolvidos e engajados no projeto para garantir um real entendimento do modelo de negócio para o qual será implementado o sistema.Desta forma é possível minimizar impactos da falta de funcionalidades extremamente necessárias para o negócio. Pense por exemplo, na implementação de uma loja virtual sem a funcionalidade de faturamento. O cliente final não teria como realizar o pagamento da compra e consequentemente, a venda não seria finalizada.Há um instituto responsável pela padronização da análise de negócios, o IIBA (International Institute of Bussiness Analisys), responsável pela publicação e atualização do BABOK (Bussiness Analisys Body of Knowledge), guia de análise de negócios. Ainda é possível realizar o exame de certificação para dois diferentes níveis: CCBA (Certification of Competency in Bussiness Analisys) ou CBAP (Certified Bussiness Analisys Professional).
  2. Legislação vigente:
    A consulta à legislação vigente para verificar se há obrigações ou implicações legais sobre o negócio que está sendo mapeado também é de extrema importância. Deixar de analisar aspectos legais pode inviabilizar um projeto inteiro, mesmo após sua implementação. Se a implementação realizada não estiver de acordo com a legislação vigente, o projeto não atende às expectativas de um dos stakeholders, o governo.Outro ponto importante é mapear como criticos os requisitos do projeto que envolvam adequação à legislação vigente. O ideal nestes casos é realizar um acompanhamento da legislação para verificar quando há alterações na legislação implementada e verificar se o sistema deve ser alterado quando houverem tais alterações de legislação.
  3. User Experience (UX):
    É importante também que o responsável pelos requisitos do projeto tenha conhecimento dos conceitos e aplicações do user experience (UX) ou experiência de usuário. A aplicação destes conceitos ao projeto são essenciais para garantir a qualidade do software, assim como a usuabilidade e navegabilidade ao usuário final.O precursor dos estudos sobre usabilidade é Nielsen Norman, no entanto, este autor mantem um foco maior em UX e usuabilidade para sistemas web.Com relação a UX, há também um grupo voltado a discussões sobre user experience, o Nielsen Norman Group, onde é possível realizar exames para certificação UXC (User Experience Certified) ou UXCM (User Experience Certified Master).

Caros leitores, nos próximos artigos, pretendo aprofundar os dois assuntos padronizados que foram abordados aqui: Análise de Negócios e User Experience.

[Crédito da Imagem: Análise de Negócios – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Bacharel em Administração de Empresas pela Unisal em 2004; Extensão em Gestão de TI pela FGV (EAD) em 2008; MBA em Gestão de Tecnologia da Informação pela Metrocamp em 2015; linkedin: https://br.linkedin.com/in/joseluizsieslerjunior

José Luiz Siesler Junior

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes