Desenvolvimento

Ξ Deixe um comentário

A sopa… TABLE, DIV, TABLELESS

publicado por Marcondes

A sopa... TABLE, DIV, TABLELESSVamos refletir sobre uma das sopas de letrinhas que o mercado de TI/Design nos impõe.

Muito se diz hoje sobre OTIMIZAÇÃO de código, mas como sempre as grandes corporações; que brigam entre si; não se acordam e o maior prejudicado somos nós, desenvolvedores e designers, por exemplo:

Se pegarmos uma página de código com TABLES e transformarmos ela para DIV/UL/LI, e refazer a folha de estilos seguindo os preceitos de TABLELESS, esta página irá funcionar muito bem no Navegador Google Chrome e no Firefox, mas nem sempre irá funcionar no IE ou no Safari.

Como sempre o IE e Safari geram estas incompatibilidades, e isto já é assim há muito tempo.

É bom alterar TABLES para DIV´s? Em muitos pontos sim, pois ajuda um site a ser melhor scaneado pelos spider’s do Google por exemplo, mas aí entramos no conflito triangular de PROFISSIONALISMO/CLIENTE/BOAS PRÁTICAS.

Vamos a alguns pontos a favor e contra:

DIV

+ Rapidez, código limpo e ajuda ao Google

  • Nem todos os navegadores/versões operam, maior tempo para manutenção, conseqüentemente maior custo.

TABLE

+ Rápida manutenção, visualização/alinhamento sem erros, qualquer navegador aceita

  • Lentidão para leitura no navegador, Google em alguns casos não lê.

Bom, aí você pensa, que faço? Pra que lado vou? Em quem devo focar?

Faça estas perguntas a si mesmo para ajudar em sua decisão:

  • Qual o meu foco de trabalho? CLIENTE ou CÓDIGO?
  • Qual vai ser o custo para mim e para o meu CLIENTE?
  • O sistema que estou desenvolvendo exige uma abordagem mais moderna levando em consideração a relação código/desempenho?

Se você fizer um código limpo vai ficar lindo, mas vai ajudar o CLIENTE? E se não funcionar no navegador do CLIENTE; sim, pois tem clientes que tem 3 versões de 2 navegadores diferentes em sua empresa, aí complica né?!

Eu, particularmente, gosto sempre de focar no CLIENTE, e o que ele quer? Ele sempre quer:

  • Alta performance
  • Design
  • Usabilidade
  • Valor acessível

Se você optar por Tableless / Html5, hoje em dia, poderá correr o risco de não funcionar no cliente, ou nos clientes dele, lembrando que a manutenção é mais onerosa, resultando em um custo maior para o desenvolvimento.

Não estou dizendo que Tableless / Hmtl5 é o Demônio, mas sim que hoje em dia ainda não há uma uniformidade que nos possibilite desenvolver desta forma com 100% de segurança de satisfação do CLIENTE, que é o que nos interessa.

Imagino que com o lançamento do novo navegador que a Microsoft deve lançar junto com a nova versão do Windows (Windows 10); o Spartan; deva acabar com o “IE Hell”, e como conseqüência o Safari; que sempre vai atrás da Microsoft; também deve melhorar.

Tem consultorias que orientam seus profissionais a não usarem TABLES em seus códigos, pois o CLIENTE quer algo moderno, mas o problema é que o “algo moderno”, nem sempre é muito funcional.

Pense bem, verifique se no projeto é pertinente utilizar esta forma ou não, dependendo do sistema, se não for algo muito robusto, pode-se utilizar a forma antiga, pois sempre irá funcionar e é isso o que queremos, e o CLIENTE também…

Boa codificação e boa sorte!!!

[Crédito da Imagem: Tableless – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Scrum Master Freelancer, Mestre em Gerência de Projetos pela Escola Politécnica da USP, pela Microsoft – MCPD e , Scrum Master Certified, com mais de 20 anos de experiência na área de TI, passou pelas empresas Itaú, Itautec, Unilever, Rhodia, Electrolux, Citibank, Credicard, entre outras

Marcondes

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.