Direito & Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Que tiro foi esse?

publicado por Adriano Augusto Fidalgo

Figura - Que tiro foi esse?Que tiro foi esse? Conforme notícia os funcionários de um hospital foram demitidos pela divulgação do aludido vídeo.

O tema é polêmico. Acho que as corporações não sabem lidar com essas situações. Mas os colaboradores têm que ficar atentos. Enfim, de lado a lado penso que falta Educação Digital. A questão da reputação digital individual e coletiva são pouco exaltadas e preservadas.

A demissão é a pena máxima na relação de trabalho. Segundo a notícia não houve dispensa por justa causa. A notícia também denota que eles não atenderam pacientes. Desta forma, a questão da dignidade da pessoa humana deve ocorrer de lado a lado, especialmente se pacientes tiveram o seu atendimento protelado pela filmagem.

Fato é que a empresa pode exigir que não seja filmado o seu interior. Em outros casos pacientes já foram filmados por funcionários de hospitais. No famoso caso Felipe Smith, por exemplo. O Nilmar foi filmado em atendimento hospitalar durante a Copa, ocorrendo quebras de sigilo e invasão de privacidade/intimidade. Há casos de vazamentos de imagens de pacientes mortos, configurando vilipêndio de cadáver.

Na minha humilde opinião acho que o hospital teria que demonstrar que investiu no preventivo. As empresas têm que, em homenagem à Governança Corporativa, Compliance Digital, Gestão de Riscos, Gestão de Pessoas, Sustentabilidade, capacitar o trabalhador.

Tem que normatizar para definir, dentro dos valores da corporação, o que pode ou não pode. Outro dia outro funcionário foi demitido pelo gemidão. Recentemente um funcionário, o diretor e o presidente, todos demitidos, pois o funcionário foi para a festa da empresa vestindo a fantasia do chamado “negão da piroca”.

As vezes um Código de Ética de outro país jamais vai vingar no Brasil.

Enfim, a zueira tem ou não tem limites? Cada corporação deve definir os seus. Senão, o Judiciário definirá.

  •  
    2
    Shares
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

* "O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001 Advogado. Auditor Jurídico. Decano Honorifico de la California Silicon Valley School Of The Law. Especialização em Direito Processual Civil pela Universidade São Francisco. Especialização em Direito Tributário pela Escola Superior de Advocacia da OAB/SP. MBA (Master Business Administration) em Auditoria pela Universidade Nove de Julho. Presidente da Comissão Especial de Direito Digital e Compliance da OAB/Santana. Especialização em Computação Forense pela Universidade Mackenzie. Mestrando em Educação pela Universidade Nove de Julho, na Linha de Pesquisa: Educação, Filosofia e Formação Humana. Membro Efetivo da Comissão Especial de Educação Digital da OAB/SP. Membro Efetivo da Comissão Especial de Direito Digital e Compliance da OAB/SP. Membro das Comissões de Direito do Consumidor, CONSEG e OAB vai à Escola, da Subseção da OAB/Santana. Certificações em Tecnologia da Informação pela ITCERTS, do Canadá, nos cursos de Ethical Hacking Essentials, Information Security Policy Foundation e Infosec Foundation. Certificado pelas Academais do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e World Intelectual Property Organization (WIPO) no Curso Geral de Propriedade Intelectual. Com certificações em Fundamentos da Gestão de TI, Ética Empresarial, Processo de Comunicação e Comunicação Institucional, todos pela FGV. Articulista nos Portais TI Especialistas, Direito & TI, Administradores, Jurisway e Jusnavigandi. Pesquisador cadastrado no CNPQ nos seguintes Grupos de Pesquisa: I) GRUPEFE - Grupo de Pesquisa em Filosofia da Educação. II) GRUPETECD - Grupo de Pesquisa em Educação, Tecnologias e Cultura Digital. Autor do livro: Reputação Digital no Facebook, Sustentabilidade Empresarial e o Consumidor. Palestrante. Professor da Escola Superior de Advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo - ESA/SP. E-mail: fidalgo@aasp.org.br. Telefone: (11)94748-7539.

Adriano Augusto Fidalgo

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes