Carreira

Ξ 14 comentários

Ponto Zero ou o Aqui e Agora

publicado por Ivan Kallas

Existe angústia maior do que pressão do tempo? Projeto, produto, sistema e evento atrasados? Ou com data marcada para entrar em operação?

A idade madura deveria trazer certa paz. Entretanto a angústia existencial, do casal Sartre e Beauvoir, é característica de minha geração. Como síndrome do pânico é da atual. É a mesma coisa. Apenas timing acelerado. Embora não viva sobre placas tectônicas japonesas, cultivo angústia e pânico. Como lidar com isto?

Menino caipira, acuado pelos lasers, no Vale da Eletrônica. Estudante relapso, internado em colégio por vontade própria. Órfão desesperado com sustento de mãe e irmãos menores. Não fui diferente de ninguém. Apenas fui pessoa errada no lugar certo.

Foi quando tive meu primeiro impacto do que chamo Ponto Zero. Ou a hora em que a onça bebe água. Ou o sistema novo inicia e dá pau. Ganhei o livro Aqui e Agora. Ensina capacidade oriental de viver o presente. Compreender o passado e surfar para futuro suave. Adorei. Minha esposa diz que é o que sempre falei e tentei praticar. Sem a categoria dos mestres ou gurus.

Grande desafio foi montar o Banco de Dados que gerou o 1º Anuário Industrial FIEMG sobre Bem Estar, 1970. Publicado em 72. Dois anos de atraso. Partes industrial, econômica e social em textos distintos, por falta de capacidade de processamento. Colegas mais competentes recusaram coordenar. Sobrei eu. A pessoa errada. Para não perder emprego tive que dar certo.

Logo depois, a MBRoscoe que construía fábricas Fiat, Nuclebrás, Alcoa, etc., precisou organizar Bureau. Instalar sistemas de pagamento semanal, contabilidade, estoque, controle operacional, etc. A IBM com seu “possante” /3, RPG2 apoiou. Mas ninguém sabia fazer. Muito menos eu.

Foi quando saquei o Ponto Zero. Nada mais que os velhos Gantt-Pert, depois transformados em Project por Sun e Microsoft. Hoje incrementados pelo PMI ou disputados pela SAP/Plaut como ASAP (As Soon As Possible). Fiz benchmarking no Projeto SACI. Satélite Avançado de Comunicação Interdisciplinar, do INPE. Cujo ponto zero era o momento em do satélite entrar em órbita. Também inspirado na corrida espacial, quando Kennedy prometeu botar um homem na lua, para superar Gagarin. Qualquer dia, você ou eu iremos lá passear.

Depois disto foram muitos Pontos Zero. Tecnológicos ou não. Obras. Infra estrutura. Hardware instalado. Sistemas implantados. Mudanças realizadas. Demitidos. Admitidos. Promovidos. Custos. Lucros. Tecnologia revolucionou a vida mas tudo permanece igual. Hoje, como há cem anos atrás. Apenas a velocidade aumenta. Incrível e inexoravelmente.

Da dúvida cartesiana passamos à angústia. Depois pânico. Espero que a próxima geração não seja do enjôo. Vontade de vomitar, quando os irmãos mais velhos aceleravam balanço da barquinha. Hoje tobogans. O estômago saía pela boca.

Não quero abusar da experiência para praticar pedofilia. Afinal, para mim, jovens de 50 anos, felizmente, são meninas. Embora tenha hoje colegas e professores de 16 anos. Mas o difícil ainda está por vir! A geração da ressaca. Só depois, creio, nascerá o admirável mundo novo.

Implantar smart money em transporte urbano foi desafio que resolvemos pela metade. O smart está pronto. Funciona em cinco regiões metropolitanas. O money ainda esbarra em barreiras técnicas, de segurança e legais. Pontos zero sem atraso.

A recente implantação da controladoria latino americana da FIAT foi incrível. TIs recrutados nas melhores corporações estavam perdidos. Superamos multinacionais, resolvendo questões que elas nem chegaram perto. Ao invés do atraso de dois anos da FIEMG, obtivemos demora de apenas 10 dias para fechar balanço mensal de 60 empresas. Logo será tempo real. Ou dia +12h como já fiz. O elogio público do Presidente Mundial Business Solutions foi gratificante. Mas só soubemos dois dias depois. Terceirizados não participavam da festa.

Da mesma forma o portal BDMG-FJP Altos Estudos ainda está por implantar. Iriam desenvolver internamente. Tomara! E o portal de Gestão Solidária dos catadores de lixo, após estourar na imprensa como modelo mundial, esbarrou na política.

Desculpem leitores especializados, as especulações deste velho genérico, resolvedor de problemas. Augusto Vespermann está pretendendo relançar meus seminários. Onde vamos rever estes casos e novas técnicas. Desafios de meio século. Angústias do futuro. Espero que haja pelo menos uns cinco interessados.

O Ponto Zero deste evento vai ser o dia em que nos encontrarmos. Até lá!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Ivan Kallas, autor e conferencista na área de metodologia e ICT, tem rica carreira e vasta experiência da micro à mega organização. Natural de Santa Rita do Sapucaí, MG, Br, seu pai ajudou Sinhá Moreira a fundar o Vale da Eletrônica. Amigos e irmão mais velhos foram os primeiros eletrônicos formados no país. Ainda criança viu seus brinquedos evoluirem do pião, bola de gude para laser e parabólica. Daí sua vocação para lidar com gaps entre humanização e tecnologia. Formou-se em Direito, UFMG, Administração, UNA, mestrado, equivalência de Doutorado, Ohio University e pós-doutorado na FAI, Santa Rita do Sapucaí. Foi professor, Diretor de Faculdade, pós-graduação e formação de executivos para ambiente inovador. Executivo e consultor em corporações de porte ou transnacionais, ocupou cargos de Superintendente, Diretor e Adjunto à Presidência. Acompanhou toda a evolução da TI, sendo responsável ou partícipe na implantação de sistemas pioneiros mundiais. Prêmio Sucesu 1997 e MS Partner, 2009-11. Hoje dedica-se a voluntariado social e construção de Mentor Autômato para aprendiz e prático do desenvolvimento, com uso de tecnologias atuais e futuristas.

Ivan Kallas

Comentários

14 Comments

  • Ivan, mais uma viagem este seu artigo. Gostaria muito de participar do seminário para ver como convergir tantas visões e experiências. Abraço !

  • Roberto
    Vcs TI Especialistas estão sendo generosos com este velho Cantador de Estórias.
    Pretendo formar grupos de parceiros que viabilizem seminários e ajudem a disseminá-los. Quem sabe até ganharemos algum com isso. Rs.
    Equipes que formei envelheceram, morreram, foram absorvidas pelo mercado ou se dispersaram.
    Se vc quiser, podemos iniciar a formação de um grupo.
    Vamos conversar?

  • Gostei, parabéns Ivan!
    Se for possível para um mortal distante como eu, caminharei junto em prol desta visão futurística.
    Abraços e sucesso!

    • Obrigado J. Henrique
      Com 65 primaveras nas costas, sou mais mortal que vc. rs.
      Estou avaliando com Augusto V. como promovermos a seleção e formação de parceiros para alavancar meus seminários.
      Qualquer idéia será benvinda.

  • Ivan,
    como você já deve saber sou seu fan. Tenho certeza que este projeto vai longe. Vamos estudar formas de viabilizá-lo envolvendo membros do nosso grupo.

    Temos muitos diamantes bem lapidados no grupo e no portal. Basta fazermos o anel.

    Um grande abraço e sucesso a todos nós

    • Obrigado Augusto
      Estou ficando assustado com a receptividade e generosidade de voces. Mas disposto a arcar com o peso da confiança da juventude.
      Já que me chamaram aqui de “caminho da luz” e outros adjetivos que não mereço, vou acender um farol bem forte. Rs.
      Vamos em frente.

  • Caro poeta Ivan,

    Além de poeta, historiador.

    Ivan,
    Sua viagem nos faz perder tal angústia citada. Aliás, é por isso que ponho Gardenal na caixa d’água. Não nos angustiemos mais, ou jamais!

    E esqueça essa conversa de generosidade. É sincero: você preenche, molda e dá fluidez à história. Parabéns pela sua carreira.

    Forte abraço.

    • Ramon
      Dizem que não existe acaso. Tudo nos prepara para os desafios que temos que enfrentar.
      Quem sabe temos algo de grande ou satisfatório a construir em equipe.

  • A pedidos,
    estou replicando informação de grupo de discussão:

    Quem gostou de meus artigos ou da idéia de formar uma frente de desenvolvimento profissional junto com Augusto Vespermann, sem preconceito de idade, cor, sexo, religião, time, partido, etc. acesse meu site http://www.interactor.com.br.

    Baixe o texto Universo em Transição.
    com 6 megas e 50 pags.

    É free. 0800. Digrátis.
    Se puder fazer uma crítica será bom.
    Se quiser construir o próximo capítulo juntos, vamos seguir em frente.

  • Ivan,

    Parabéns por seu jeito simples e direto de contar que você não se afasta de um desafio, muito pelo contrário, ao não saber como era para ser feito, na teoria, foi lá e fez, na prática!

    Precisamos de mais “causos” como os seus para insuflar nossa juventude (de 10 a 100 anos) brasileira.

    Obrigado!

    Walmir Basevic

  • Obrigado Walmir.
    Um ano depois, achei que o assunto estivesse morto.
    E vc ressuscita os comentários. Rs.
    Estamos reativando o grupo Cyber RV:

    http://www.linkedin.com/groupItem?view=&gid=960897&type=member&item=52215604&commentID=76026147&report.success=6_qqZww9BgRpLEAcA4ibK8xU7-FmkBJAfr76ACUxcZZQM6GVpnkg6-CRS2FmIGJd588tk-teScmI1aNKNu#commentID_76026147

    Acho que não vi vc por lá. Apareça. Rs.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes