Mercado

Ξ Deixe um comentário

Obsolescência Programada

publicado por Andrey Ballejo

O próprio nome remete ao que significa, é quando um produto torna-se inutilizável ou obsoleto em um período de tempo de forma proposital ou programada.

Produtos duráveis desfavorecem a economia, afinal reduzem o consumo. Ou seja, as empresas lançam mercadorias que serão descartadas em um curto período de tempo e estimulam o consumidor a comprar novamente.

Dentro deste cenário estão contidas a obsolescência técnica e psicológica.

Técnica:

Quando as condições de uso do produto obrigam uma nova compra. Podemos dar como exemplo um notebook que sua placa mãe fica danificada e o valor do conserto não compensa. Acabamos comprando um novo.

Psicológica:

Esta ganha força na atualidade e induz o consumidor a substituir algum produto mesmo em bom estado de conservação por outro mais moderno, compra-se um novo e descarta-se o antigo.

Este fenômeno chega a TI

A partir da década de 70, quando surgiram as gigantes Apple e Microsoft este conceito começou a atingir a todos, mesmo que no início não fosse tão notado.

Porém conforme os anos se passaram, ficou claro que um sistema operacional ou um computador precisava ser trocado ou atualizado de tempos em tempos.

Naquela época, isto até era necessário, pois a velocidade do hardware e as características do sistema operacional eram muito básicas.

Atualmente computadores simples proporcionam o necessário  para a utilização doméstica da grande maioria, como acessar a internet, ouvir uma música ou ver vídeos. Então não seria necessário trocar de computador ou sistema operacional tão rapidamente.

Porém,  a economia tem que crescer, então o consumidor passa a ser induzido a comprar novamente.

Fatores que estimulam o consumidor

  1. Garantia, ou, vício oculto

    A garantia que é geralmente de 1 ano, deixa de forma implicita que este é o prazo de uso garantido para utilização sem que haja falhas.

    Após este período, podem ocorrer desgastes das peças que podem ser naturais ou simplesmente por um vício oculto (programado para estragar).

    Sobre o vício oculto, existe uma lei para este no Código de Defesa do Consumidor:

    O prazo para o consumidor reclamar de defeito ou vício oculto de fabricação, não decorrentes do uso regular do produto, começa a contar a partir da descoberta do problema, desde que o bem ainda esteja em sua vida útil, independentemente da garantia”;

  2. Durabilidade de componentes

    Baterias de notebook duram em média de 5 a 1 ano sem que viciem ou comecem a descarregar rapidamente. Claro que isto depende de vários fatores, como quantidade de cargas na bateria, mau uso e etc.

    Novamente, vale a mesma lei do vício oculto, porém é mais “fácil” comprar outra bateria ou trocar tudo de uma vez

  3. Necessidade de adequar-se ao (SO)

    “Novos sistemas operacionais precisam de computadores melhores”, pelo menos esta é a mensagem passada pelas companhias de desenvolvimento, embora isto nem sempre seja verdade.

    Podemos ver isto no  lançamento do Windows Vista em 2007, onde diversos usuários não puderam usufruir do sistema operacional por não terem um hardware compatível.

Temos como exemplo o Windows 8

Um ambiente operacional, que tem como principais atrativos os aplicativos do computador disponíveis no toque dos dedos (touch screen) e o boot mais rápido. Porém a Microsoft deixa claro que o boot mais rápido só será possível em Ultrabooks com SSD .

Sendo assim o Windows 8 faz parte da Obsolescência Programada  de uma forma genial, pois não deixa nada explícito e sim nas entrelinhas.

Ao comprá-lo, é recomendado o uso de SSDs e tela touch para aproveitar ao máximo o novo sistema operacional.

Temos então uma “proposta oculta” de atualização.

Deve-se trocar os velhos notebooks por avançados Ultrabooks,com tecnologia SSD e de preferência com Tela Touch.

Conclusão:

Enquanto a indústria não encontrar um novo modelo de negócio, vai continuar produzindo equipamentos que têm data para vencer e ir para o lixo.

E assim acontece com os sistemas operacionais, hardware, software, etc…

De tempo em tempo você encontra-se no momento de atualizar-se e comprar produtos novos seja por defeito de peças ou para acompanhar e atender as exigências do mercado.

Os especialistas em tecnologia e mercado entram em um consenso para estabelecer campanhas de contenção do consumo desenfreado, bem como a adoção de medidas que visem o combate à obsolescência programada por parte dos fabricantes. Tal processo pode trazer sérios danos ao meio ambiente, uma vez que mais consumo gera mais lixo, que este tem de ser descartado. Agredindo, assim, o meio ambiente.

[Crédito da Imagem: Tecnologia – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

(Atualmente) Assessor de TI na empresa DOMINIO ASSESSORES - Componente da equipe de infraestrutura apoiando o cliente interno, participante dos projetos de soluções pertinentes a área. (05/2010 - 07/2011) Técnico e consultor de TI em NIPPON TECNOLOGIA - Oferecendo soluções de infraestrutura e redes para empresas de todos os seguimentos (03/2010 - 05/2010) Projetos indepentes como Web Designer - (03/2009 - 02/2010 ) Incorporei no setor de tecnologia da 2ª CSM ( Segunda Circunscrição de Serviço Militar)

Andrey Ballejo

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes