TI Corporativa

Ξ Deixe um comentário

O desafio de chegar aos quatro cantos do Brasil

publicado por Marcos Coimbra

É notório que há um descompasso entre o crescimento da infraestrutura e o crescimento do mercado nacional. Infelizmente, hoje, nós ainda temos uma infra deficitária para atender a uma demanda industrial crescente. E é exatamente a necessidade de atender a essa demanda que trará novas oportunidades para se investir em infraestrutura, já que existe um sério problema em estradas, portos, ferrovias e aeroportos que tornam a logística um entrave no país.

Se observarmos que o crescimento econômico dos últimos oito anos acelerou ainda mais a expansão da informática, começamos a entender como os desafios de infraestrutura afetam a distribuição desses produtos.

Alguns números podem mostrar claramente essa tendência exponencial. Em 2009, ao todo, foram vendidos 13,7 milhões de computadores, sendo que este número representa um crescimento de 23,5% ante 2009. Esse crescimento foi ainda maior no Norte e Nordeste, que tiveram quase 30% a mais de computadores vendidos na comparação anual.

Esse cenário traduz a responsabilidade do distribuidor de informática em suprir uma demanda crescente e pulverizada, que se espalha em um país de dimensões continentais.

A eficiência logística se tornou fator primordial. A revenda que está na região Norte hoje já tem uma demanda de clientes considerável e necessita de um atendimento ágil e dinâmico, mesmo que quase todos os distribuidores estejam concentrados entre Sul e Sudeste.

É um xadrez complicado. Ao mesmo tempo em que o país capenga na questão estrutural, o setor de distribuição precisa se adequar rapidamente a uma nova realidade organizacional. Por mais que os grandes centros ainda representem um volume muito maior de negócios, quem ainda não está pensando em outras regiões vai ficar para trás.

Não obstante, a ST não assinada por todos os estados, se torna outro obstáculo para realizarmos negócios em determinados locais.

Contudo, é importante perceber o esforço conjunto da cadeia para dinamizar esse atendimento. É necessário que o governo federal reduza os juros da Selic para viabilizar um aumento dos investimentos e garantir uma dinâmica de desenvolvimento saudável e sem gargalos. A infraestrutura exige investimentos de longo prazo e um longo ciclo sustentável de crescimento do PIB impõe uma baixa taxa de retorno dos investimentos de infraestrutura, de modo que se viabilize o custo de produção.

A informática iniciou um ciclo virtuoso no Brasil. Se pensarmos em democratização do acesso a internet, por exemplo, temos aproximadamente 40% da população usuária da grande rede. Esse número chegando a patamares de países desenvolvidos (entre 70%/80%), toda a cadeia que envolve produtos e transportes precisará se dinamizar. Principalmente com o governo dando subsídios em estradas, ferrovias, portos e aeroportos. O país precisa inverter a lógica dos investimentos. Enquanto o crescimento da demanda projetar as ações, e não as ações se projetarem para a demanda de longo prazo, o esforço será grande para manter um atendimento padrão…do Oiapoque ao Chuí.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Marcos Coimbra é Graduado em Engenharia de Produção pela UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Marcos Coimbra atuou como Consultor na Diretoria de Operações da Comlurb – Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro, na EDI 2000 – Empresa de Tecnologia e Serviços Ltda, como Diretor Presidente e atualmente ocupa o cargo de Diretor Presidente da All Nations Comércio Exterior Ltda. O profissional é Vice-Presidente da ABRADISTI.

Marcos Coimbra

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.