Tecnologia Social

Ξ Deixe um comentário

Integração TV x Mídias Sociais (Convergência de Mídias)

publicado por Paulo Carmo

Vou tentar introduzir aqui uma discussão sobre o tema que cada vez mais aparece à tona quando se fala das Mídias Digitais e TV. Haverá uma Integração ou Convergência de tais mídias num futuro próximo ? Seria isto realmente uma tendência ? Quais as vantagens e benefícios desta Integração ? Vejamos!

Sabemos que hoje o ato de assistir TV constitui, por si só, uma ação isolada e porque não dizer pouco interativa. Alguns programas de televisão já estão tentando, atualmente, sair à frente trazendo um pouco mais de iniciativas no sentido de proporcionar uma maior interação entre o Off-line e On-Line, ou mesmo proporcionar conteúdo exclusivo após o final da programação normal exibida na TV, como por exemplo alguns programas como o Descolados da MTV, CQC e A Liga (TV Bandeirantes), Malhação ID, programas Tal Pai Tal Filho, Entre Aspas, Fantástico, Profissão Repórter e BBB Brasil (TV Globo), Pânico (Rede TV), Login (TV Cultura),  programas Legendários e Idolos (TV Record), entre outros exemplos, mas ainda assim dentro de iniciativas bastantes tímidas e apenas testando alguns poucos recursos tecnológicos.

No entanto, quem já não assistiu ao Jornal Nacional ou mesmo Futebol ao vivo (TV Globo) com o laptop na mão e mandando ver no Twitter, comentando jogadas, criticando a roupa da Fátima Bernardes ou do Fasto Silva, divulgando fatos soltos e sem importância maior entre os amigos. Torna-se, portanto, muito mais interativa e rica a experiência, sem a menor dúvida.

Outro dia mesmo me peguei assistindo à um deste programas com o controle remoto na mão, laptop conectado à Internet (Banda Larga), celular na outra mão e Ipad brincando com meu filho pequeno de 02 aninhos, e tudo isto ao mesmo tempo (e olha que não sou nativo digital ou mesmo geração “Y”).

Pesquisa recente do Ibope Nielsen Online apurou que cerca de 76% dos  brasileiros adultos com acesso à Internet navegam na grande rede e assistem TV ao mesmo tempo. Mas será que já estamos todos prontos para tudo isto !? Tenho comigo, sinceramente, muitas dúvidas.

Todo este excesso de informação, sem dúvida, nos torna cada vez mais ansiosos e mais superficiais quanto ao conteúdo da informação. Não tínhamos a motivação para lermos e-mails mais longos, mas agora, se o texto, livro ou assunto não for motivante o suficiente para segurar a nossa atenção, não passamos da décima linha. Já dizia o meu amigo e especialista  em Mídias Sociais Gil Giardelli (@gilgiardelli) – “Vivemos em um mundo com um oceano de informações mas com a profundidade de um pires”. Exato !
Somos cada vez mais imediatistas, pois o excesso de informação nos rouba aquilo que mais lutamos em assegurar que é a atenção. Somos cada vez mais sedentos pelas informações, sejam provenientes de quais canais forem, desejando sempre saber tudo aquilo que está acontecendo no mundo e sempre de uma forma cada vez mais instantânea.
Daí o aumento da nossa ansiedade. As novas Mídias Sociais somente aceleraram este processo, o qual já vinha ocorrendo na nova Internet (Web 2.0).

Outro fator preponderante que poderia ser aqui citado é a mudança na Pirâmide Social Brasileira (vide abaixo). Cerca de 19 milhões de brasileiros migraram para a classe C em 2010, que chegou a mais de 101,65 milhões de pessoas e já representa 53% da população total do país (191,79 milhões).

Em 2005, as classes AB e C juntas correspondiam a 49% da população; em 2010, elas somavam 74%. As classes DE concentram os maiores crescimentos na intenção de compra para 2011, com destaque para eletrodomésticos, celulares, motos e carros.

Já somos 73,9 Milhões de brasileiros conectados à Internet (Fonte: IBGE), onde o crescimento dos acessos e incremento da infraestrutura de Banda Larga no país já é um fato inquestionável, graças ao apoio (mesmo que tardio) do Governo e até mesmo pela recente conquista da redução dos Impostos dos Tablets no país, possibilitando o acesso à tais recursos de Informática (Inclusão Digital) antes somente limitados ao fenômeno das Lan-Houses e Desktops pessoais com pouquíssima ou nenhuma mobilidade.
Atualmente carregamos o mundo em nosso bolso, através dos cada vez mais finos, leves, baratos e descartáveis Smartphones ou mesmo Tablets, ou seja, Internet, Revistas, Jornais, e-books, Redes Sociais, e-mail, câmera digital, Músicas, Agenda pessoal, etc, tudo ali, ao alcance dos nossos dedos.

Quem não se irrita ao conversar com outra pessoa que, ao invés de olhar direto para nós, fica digitando no celular, ou mesmo gravando shows ao invés de apenas “Curtir” o evento ?!

OK, então seria este o nosso novo mundo, conectados !?

Até mesmo a nossa boa e velha diversão doméstica com nossos filhos, familiares e convidados, o bom e velho Videogame, está também cada vez mais interativo, 3D e mais conectado à Internet. O que dizer então do roubo do perfil de milhares de usuários ocorridos recentemente com a Playstation Net da Sony (sem querer aqui entrar nos méritos da privacidade) !?

Tenho sobrinhos que se negam em ir à casa de praia ou curtir piscina na chácara se não puderem levar junto na bagagem este bando de “tralha” eletrônica. De repente me deu saudades das antigas brincadeiras de rua !

Mas como tudo muda, o tempo todo, dentro de um processo de evolução ou involução contínua, não tenho dúvida de que muita coisa ainda vai mudar ou acontecer, que novas “tralhas” eletrônicas irão surgir, que grandes empresas da Internet irão se fundir ou mesmo surgir, outras quem sabe desaparecer, mas a forma com que acessamos nossa informações definitivamente está mudando, e veremos sim uma grande convergência de Mídias, tornando o nosso dia-a-dia, seja profissional ou mesmo pessoal cada vez mais prático, rápido e porque não cada vez mais estressante.

Existe ainda movimentos fortes de lançamento no Brasil, o que já ocorreu nos E.U.A à algum tempo, das novas AppleTV e GoogleTV, com conteúdo interativo digital On-Line, proporcionando ainda mais entretenimento e interatividade aos seus usuários. No Brasil, alguns aplicativos do Portal Terra já estão presentes nos principais modelos de SmartTV. Outro exemplo é o aplicativo do Banco Bradesco para a linha de SmartTV da Samsung, capaz de exibir o saldo e o extrato de contas-correntes na tela da TV. O banco é o primeiro do mundo a fornecer este tipo de serviço.

A Samsung (aqui sem nenhum tipo de propaganda mas sim olhando pelo lado da inovação) lançou recentemente uma TV Interativa com a Internet e as Mídias Sociais, através de aplicativos diversos que são acessados no Smart HUB, desta forma possibilitando total interação entre TV e Mídias Digitais, possuindo tecnologia LED, Full HD e contendo recursos adicionais diversos. Na Samsung, dos 45 lançamentos de TV para este ano, 25 serão SmartTV. Na Sony, grande concorrente no segmento, entre os 26 novos modelos previstos para 2011, 22 irão contar com funções diversas de conectividade com a Internet. No entanto, mesmo as TV’s mais simples e um pouco mais baratas, como as de 32 polegadas, por exemplo, terão também disponíveis alguns recursos de SmartTV. Quem já adquiriu recentemente algum aparelho de LCD ou LED sem estes recursos, também está convidado a embarcar nesta nova onda, pois os sistemas de interatividade podem também rodar diretamente de players Blu-ray e de set-top boxes, possibilitando também esta Integração.

Claro que ainda está longe de ser a “tralha” eletrônica ideal, mas nada que não possa evoluir ou mesmo ser copiada neste sentido.

Tudo isto já está mudando a forma com que nos relacionamos ou mesmo compartilhamos informações e conteúdo relevante. Podemos lembrar de diversos atos que partiram das Mídias Sociais e foram para as ruas, como por exemplo o “Churrasco do Diferenciado” em protesto pela instalação do Metrô no bairro do Higienópolis, diversos protestos políticos contra governos nas ruas, luta pela Internet enquanto direito universal e inclusão digital, todos motivados pela participação de voluntários via Internet, tudo ficando agora muito mais exposto e interativo.

A Integração ou Convergência de Mídias irá, creio eu, ajudar no processo de Democratização do nosso país possibilitando sempre que tudo se torne muito mais claro à todos e sem a centralização da informação, como era no passado, onde pequenos porém grandes grupos eram os verdadeiros donos da informação e do conteúdo.

Como dica final, recomendo a leitura do livro “Cultura da Convergência” do autor Henry Jenkins, leitura esta que me foi sugerida pela também amiga e especialista em Mídias Sociais e Gestão de Crises Martha Gabriel (@marthagabriel), bem como a revista INFO Abril (www.info.abril.com.br) da edição de Julho / 2011, contendo matéria sobre o tema SmartTV, também já disponível no Ipad.

VC que esta lendo este artigo e tem alguma sugestão ou curiosidade sobre o tema Mídias Sociais e que queira me enviar como colaboração para a realização do próximo artigo, entre em contato via meu Twitter: @pacarmo.

Participe você também. Discuta ! Interaja ! Inove !

: ) 0

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

- Professor do Curso de Pós-Graduação em "Gestão Estratégica da TI" na Universidade FEI - SP (Campus Tamandaré - Liberdade) nas disciplinas de "Governança de TI" e "Marketing em Redes Sociais". - Consultor Especialista em Governança de TI e Social Media Marketing pela EGV Consultoria (www.egvconsultoria.com.br). - Palestrante em Governança de TI, Social Media e Gestão de Projetos (PMO). Twitter: @pacarmo / @EGVCONSULTORIA Linkedin: http://br.linkedin.com/in/paulocarmo Facebook: http://www.facebook.com/pages/EGV-Consultoria-de-TI/101861886542995?created A EGV Consultoria (@egvconsultoria) atua em projetos de GaaS (Governance as a Service, Gestão de Projetos e PMO, palestras e projetos de Comunicação via Mídias Digitais).

Paulo Carmo

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.