Segurança da Informação

Ξ Deixe um comentário

CRACKER X HACKER

publicado por Wladimir Gonçalves

Em minha ultima matéria expus a vocês o que entendo sobre hackers e crackers, diferentes como são no bem e no mau. Algumas pessoas me questionaram sobre as duas palavras e aqui passo um pouco da história e comentários.

“CRACKER… não é bolacha e não tem gosto, somente quando uma invasão ocorre ai é que ficamos sabendo  qual gosto tem. O gosto amargo de construir tudo o que foi destruído.”

Na Wikipedia a definição é a seguinte:

Cracker é o termo usado para designar quem pratica a quebra (ou cracking) de um sistema de segurança, de forma ilegal ou sem ética. Este termo foi criado em 1985 por hackers contra o uso jornalístico do termo hacker. O uso deste reflete a forte revolta contra o roubo e vandalismo praticado pelo cracking.

Em outras palavras.

Aquele que faz a quebra de segurança em um sistema.

Na Wiki também falam sobre a controvérsia do termo, mas segue um pouco de opinião.
O uso de ambos neologismos reflete uma repulsa muito forte contra o roubo e o vandalismo na net. “O neologismo “cracker”, neste sentido, pode ter sido influenciado pelo jargão “cracker”, que em Inglês Shakespeariano significava uma pessoa desagradável e que no moderno coloquial Inglês Americano sobrevive como um sinônimo delicado para o mal chamado  “ lixo branco “.

Enquanto espera-se que qualquer hacker real tenha feito algumas invasões, inegavelmente com habilidade de suas técnicas, o termo “cracker” cai no esquecimento e eleva “HACKER” a posição do lado negro  da Força.

Assim, há uma sobreposição muito menos entre hacker e cracker do que o leitor assíduo enganado pelo jornalismo sensacionalista pode esperar. Crackers tendem a se reunir em pequenos grupos, muito unidos e secretos mas bem conhecidos na mídia em função de sua divulgação. Embora muitas vezes os crackers gostem de descrever a si próprios como hackers. Uma maneira fácil de  distinguir e  detectar a diferença entre hackers e crackers é que os crackers usam nomes dos quais escondem suas identidades. Hackers nunca fazem isso, pois raramente usam nomes de guerra em tudo que fazem, e quando o fazem é para mostrar ao invés de se ocultarem.

Mudando um pouco o assunto, alguém já pensou em perguntar  se os ataques não são um motivo a mais para apressar a LEI DE CRIMES DIGITAIS???

Na verdade os próprios atacantes sabem disto ou já pensaram nisto.

“hacker” é o cracker de segurança malicioso.

Bom é pouco para uma matéria tão interessante quanto esta. Ficariamos eternamente escrevendo pois é de extrema cultura e história algo que podemos chamar de “NÃO IMPORTA O TERMO E SIM OS ATOS”

Sejam eles para o BEM… Estarão na história da SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO,

Sejam eles para o MAU… Estarão na história da SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO,

Eles são nada mais que a História e a alavanca das atualizações em TI em sua totalidade.

Abaixo segue nomes de alguns hackers/crakers famosos, somente para lembrar.. clique e veja os links

Jonathan James

Adrian Lamo

Kevin Mitnick

Kevin Poulsen

Robert Tappan Morris

 

 

Autor

Wladimir Gonçalves Junior Profissional com mais de 15 anos na área de TI, com ampla vivência na implementação de projetos críticos em infra estrutura de TI e segurança com diversas certificações e cursos internacionais em Segurança da Informação, tais como FIH, MCSO, CISM, Forense Computacional, Microsoft Exchange, Microsoft TCP/IP, ACUNETIX Specialist, PMP, entre outros Integrante de diversos Grupos de Segurança da Informação. blog: http://securityserverinfo.blogspot.com http://sunlit-brasil.blogspot.com http://securityserverinfo.wordpress.com/ website www.securityserverinfo.com.br partner na http://www.sunlit.com.br http://br.linkedin.com/in/wladimirgjr twitter: @w_goncalves http://branchout.com/Wladimir.Gonçalves

Wladimir Gonçalves

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade



Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.