Redes & Telecom

Ξ Deixe um comentário

Comunicação Unificada e colaboração para o futuro dos negócios

publicado por Fernando Canuto

Com o crescimento das aplicações que se fundem dentro da IP e a demanda por serviços inteligentes totalmente interligados, entramos em um cenário onde ferramentas para comunicação unificada em multi-ambieinte e multi-tarefa ganham força; mas estamos preparados para isso?

Atualmente para o mundo corporativo, comunicação unificada é de fato importante para aumentar a produtividade das pessoas e o desempenho dos negócios. Buscar um contato de forma simples e estar sempre conectados “Full time”, podendo definir como, quando e por quem você poderá ser encontrado, independente onde você estiver será uma realidade e uma necessidade para decisões estratégicas. Esse cenário está fazendo com que as empresas reavaliem os seus modelos de negócio e busquem soluções que incorporem mais inteligência e simplicidade nas suas comunicações, permitindo que profissionais separados geograficamente trabalhem como se estivessem no mesmo ambiente. Estamos falando de inserir inteligência na comunicação dentro ou fora da empresa, seja, com parceiros, clientes, fornecedores, seja em ambientes remotos, como escritórios virtuais ou até em um home Office, não importa.

Outro ponto importante é que mobilidade para comunicação somada às aplicações IP sigla em inglês (Protocolo Internet) e aplicações empresariais, abrem espaço para a oferta de serviços em nuvem sob demanda como, por exemplo, arquitetura de serviço IP-centrex ou PBX virtual, integrado a plataformas de comunicação colaborativas. Com a unificação dessas plataformas de serviços sobre IP a responsabilidade e estratégia de gestão e suporte se tornarão mais complexas principalmente pensando no usuário que poderá estar fisicamente ou não no escritório, pois perderá o sentido estar presente uma vez que a presença e colaboração estarão dentro da nuvem de serviço.

Contratar serviços de voz e aplicações inteligentes sob demanda com gestão orientada aos negócios será um diferencial para as companhias que crescem rapidamente e precisam estar focadas em seu “core business”. Dessa maneira, fica a cargo do fornecedor a gestão e o investimento contínuo em tecnologia para comunicação e infra. “O modelo de negócio é proporcionar mais serviços aos clientes com ofertas personalizadas que possam agregar condições reais de alta produtividade e simplicidade de gestão”. Nesse modelo podemos pensa em SaaS (software as a service) ou em nuvem de serviço.

De fato a colaboração por meio de comunicação unificada e a integração de plataformas para a oferta de serviços em nuvem ainda é incipiente e precisamos simplificar o ambiente de comunicação, pois estamos tratando uma fusão de comunicação e cultura e de como se relacionar a esse novo estilo de trabalho colaborativo e pessoal; principalmente sobre o conceito de presença que é fundamental para UC, sigla em inglês (Comunicação Unificada). É evidente que há muito para evoluir e podemos ver esse crescimento, como por exemplo, em redes sociais, com compartilhamento de vídeos, idéias e opiniões. Os usuários querem uma plataforma multi-ambiente onde eles possam compartilhar e produzir alinhados com as necessidades de trabalho e lazer com segurança e simplicidade. Muitas empresas entenderam a idéia e estão inovando de tal forma que passaram a utilizar as redes sociais como estratégia de acesso e marketing de relacionamento com seus clientes.

Sobre o tema presença, este tem uma importante função nas comunicações unificadas. Ele permite que um usuário saiba com antecedência sobre a disponibilidade de um outro usuário e de que maneira esse usuário pode ser acessado, pois, nesse nível os usuários poderão compartilhar informações como local, horário de trabalho e horário de reuniões além de gerenciar as pessoas que terão acesso ou não a essas informações. Outro ponto importante com o serviço de presença é que o usuário poderá definir regras de acesso ao seu ramal, celular, e-mail ou qualquer outro dispositivo ou serviço, personalizando seu ambiente de forma simples e de acordo com sua disponibilidade e seus interesses corporativos e pessoais.

Outro aspecto importante é a necessidade contínua de investimento na infra-estrutura como banda larga, alta disponibilidade, capilaridade, maior velocidade e maior qualidade de rede, um desafio crescente para as operadoras. Na outra ponta, os fabricantes e desenvolvedores precisam estar atentos e entender que no meio de tantas aplicações e serviços os usuários precisam de interfaces simples e amigáveis para terem acesso à gestão dessas ferramentas assim como dispositivos inteligentes e fáceis de utilizar.
Nos próximos anos veremos que UC (Comunicação Unificada) será um caminho sem volta com a integração de serviços IP de ferramentas corporativas, redes sociais, mobilidade, e-mails, telefonia IP, mensagens instantâneas e videoconferência. E a gestão e oferta desses serviços através de um único ponto será um beneficio para as empresa, ou seja, uma commodity.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Executivo nas áreas de TI e Telecom, profissional com especialidades em TIC - (Tecnologia da Informação e Comunicação), possui 12 anos de experiência sendo responsável pela implantação de redes de nova geração e serviços convergentes. Atualmente cursando MBA na FIA (Fundação Instituto de Administração) em Gestão de Tecnologia da Informação tem grande experiência em ambiente IP/IMS, SaaS, arquiteruta SOA e redes Centrex.

Fernando Canuto

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.