Carreira

Ξ 1 comentário

Como suportar o idiota do seu chefe?

publicado por Alberto Parada

Como suportar o idiota do seu chefe?Um velho ditado diz: “jabuti não sobe em árvores. Se você encontrar um jabuti em uma, não tente tirá-lo do lugar. Com certeza alguém colocou-o ali!”

No mundo corporativo encontramos, frequentemente, jabutis em árvores, ou seja, à frente de times que, notoriamente, não possuem a menor competência para comandar. A desgraça fica pior quando você faz parte desse time.

Nessa situação, o esperado é você falar mal do seu chefe pelos corredores, afinal foi ele o responsável por colocar o jabuti em cima da árvore. Porém, antes de sair falando e gritando aos quatro cantos, reflita.

A cada dia mais executivos carregam sua corte para onde vão. Justificam que é por segurança, é melhor trabalhar com quem se confia. Muitas vezes é mesmo por vaidade (ter a mulher bonita ou o puxa saco sênior por perto faz bem para o ego).

Foi divulgado recentemente uma pesquisa feita por psicólogo da Universidade de Oxford apontando que os CEOs são líderes em psicopatia (Psicopata é designação para indivíduo portador de desordem de personalidade caracterizada por comportamento antissocial, diminuição da capacidade de empatia ou remorso e baixo controle comportamental). Então, muito cuidado em sair propagando críticas pelos corredores.

Esta epidemia se alastra em grandes proporções pelas corporações. A melhor solução não é bater de frente com ela, muito menos ficar pulando de empresa em empresa, com o objetivo de fugir. Tenha em mente que nos dois casos o único prejudicado será você.

Por mais que se tenha tempo na empresa e respeito dos clientes, bater de frente com o jabuti tem se mostrado uma prática com poucos resultados positivos. O ódio e a ira (por mais que você tenha razão) gerados no seu chefe são tão grandes que ele fará de tudo para desqualificar você e frequentemente consegue, com a ajuda do executivo, desacreditá-lo para o cliente e desligá-lo da empresa.

Sair da empresa para outra onde você acredita que o ambiente é melhor e a diretoria aparentemente não tem os mesmo vícios e costumes da que você está mostra-se, em curto prazo, um mau negócio. Primeiro porque sempre achamos que o quintal do vizinho é melhor e, na maioria das vezes, não é; e segundo porque o turn over dos executivos está crescendo tanto que não é raro na próxima mudança organizacional você ganhar um chefe jabuti.

Note que, da mesma maneira que as comitivas aparecem com força e poder avassaladores, as boas práticas do mercado mostram que, semelhante aos furacões, elas passam tão rapidamente como chegam, deixando como legado para as companhias um rastro de destruição enorme, muito distante do aumento da lucratividade que se esperava.

O melhor a fazer nessas situações é aprender a conviver com elas. Diferente do que muitas pessoas acreditam, a empresa não é a nossa segunda casa e, infelizmente, não estamos nela para fazer amigos. O ideal é saber se aproximar dos jabutis o suficiente para que eles tenham confiança em você sem achar que é uma ameaça, mas sem se aproximar demais para não ser confundido com alguém da comitiva e, quando o furacão passar, ser arrastado para fora da empresa junto com ele.

É obvio que não é simples fazer isso. Mas é certo que dá resultado, não só interno como externo. Internamente você poderá ser alçado a novas posições por conhecer os processos e os clientes e, externamente, porque o jabuti continuará pulando de empresa para empresa e não tê-lo como desafeto pode ser um fator decisivo para aumentar a sua empregabilidade.

O mais importante a aprender com tudo isso é a responsabilidade que você tem com a extinção deste tipo de espécie das corporações. Quando você estiver em postos de relevância ao invés de se cercar de jabutis, traga para a sua corte profissionais sérios e competentes como você e lembre-se da frase que é sempre esquecida quando se chega ao topo do organograma: “O que eu não gosto pra mim não faço para os outros”.

 [Crédito da Imagem: Chefe – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Fundador do : descomplicandocarreiras.com.br

Alberto Parada

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes