Gerência de Projetos

Ξ 4 comentários

Como contratar uma Integradora de soluções?

publicado por Leandro Stok

Está é uma questão interessante, pois hoje em dia a grande maioria dos gestores de TI não está intimamente familiarizada com as tecnologias existentes no mercado bem como suas leis, normas e padronizações. Para a adoção das tecnologias existentes o aconselhável é procurar um integrador especialista que possa avaliar a estrutura existente e montar um projeto adequado para a sua necessidade.

Assim surge outra pergunta, Onde e como encontrar estes integradores especialistas? Primeiramente dentro do projeto que a empresa está precisando, devesse localizar na Internet os principais players, fabricantes dos produtos envolvidos e dentro do site buscar os integradores certificados.

Para garantir as informações encontradas, no caso de integradores de cabeamento e infraestrutura, além de solicitar uma cópia da certificação do fabricante é importante fazer pedir alguns documentos para a confirmação das informações mostradas no site:

  • Pedir uma cópia do CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) jurídico da empresa. Lembrando que a obrigatoriedade deste documento é somente para a parte de serviços de engenharia, como instalação de infraestrutura, cabeamento de rede, telecomunicações e elétrica. Para configuração de servidores e outros serviços vinculados especificamente a tecnologia da informação, este documento não é necessário. Caso a empresa a ser contratada não tenha este documento o contratante poderá ficar desamparado perante as leis, por não ter um responsável técnico reconhecido.
  • Pedir um Atestado de capacidade técnica emitido por empresas privadas ou publicas. Devemos analisar o atestado se as quantidades e dimensões são equiparáveis ao que você imagina fazer em sua empresa, com este ponto analisado, veja quem é o contratante e ligue pedindo referências.
  • Pedir uma cópia da documentação final dos serviços já prestados, similar ao que você quer contratar. Está documentação deve seguir as normas nacionais, onde exista no mínimo um desenho final do que foi implantado, memorial descritivo, listas de materiais, catalogo de fabricantes, especificações técnicas, plantas em CAD, diagramas, tabeles e etc. Com isso podemos avaliar se o trabalho de organização da empresa a ser contratada é condizente com o que esperamos.
  • Certificação da equipe técnica pelo fabricante. Não adianta somente a empresa ser certificada pelo fabricante dos materiais a serem empregados, os funcionários que vão executar a obra também devem se certificar. Exija os certificados.

Caso o serviço a ser contratado não seja de infraestrutura, é importante que seja solicitado aos fornecedores, indicação de clientes que o mesmo já tenha feito serviços similares ao que será contratado e se possível fazer uma visita a este cliente.

O mais importante é não tomar nenhuma decisão, balizado somente em valores, pois uma proposta de empresas não especializadas com certeza será muito mais barata que de uma empresa certificada, pois elas não investiram em treinamento, qualidade e organização.

Nunca esqueça da seguinte frase” Se não sabe fazer, procurei quem o sabe”

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Formado em Ciências da Computação pela Universidade São Judas Tadeu e pós graduado em Redes de computadores e segurança pela mesma instituição. Professor universitário na instituição UNINOVE, com atuação na área de ensino por mais de 10 anos, lecionando nas seguintes materiais principais: Redes de computadores; Segurança da informação; Projetos entre outros Gerente Operacional da empresa IWISE, trabalhando com implantação de projetos de virtualização VMWARE, interligação de filiais através de VPN, migração de servidores para Cloud e Business Intelligence. contato: lstok@iwise.com.br site: www.iwise.com.br twitter: @Lstok facebook: leandro stok linkedIn: leandro stok

Leandro Stok

Comentários

4 Comments

  • Caro Leandro
    Vc levantou um tema palpitante.
    Já atuei tanto como vítima (rs) como carrasco da integração.
    Lembre-se que a integração se torna ainda mais complexa quando além da rede física e lógica vc precisa cuidar da metodológica.
    Desenvolvi um protótipo para grande grupo automobilístico integrando metodologias PMI, ASAP, ISP e CMM. Estamos planejando integrar ITIL-COBIT e outras. É extremamente complexo, mas o resultado foi excelente.
    Espero postar um artigo qualquer dia a respeito.
    Continue nesta linha de integração e convergência que é a saída certa para a TI e ICT.

    • Isso é verdade, não existe regra para uma contratação de empresa terceira, mas todos os cuidados são necessários. As vezes a empresa pequena que parece ser desprovida de capacidade, se dá muito melhor do que empresas de renome no mercado, pois ela pode te atender de forma mais exclusiva, pelo contrário, dependendo do projeto escolher empresas de renome, caso o projeto não de certo, você virá somenter estatistica e não coloca a sua reputação em risco.

      posso tomar como exemplo a área que é muito complexa, a de Business Intelligence, existem diversos softwares de empresas gigantes, como IOBM, Oracle, SAP, Microsoft entre outras, mas todas elas os projetos são caros e demoram muito tempo, além é claro da complexidade e existe outras soluções no qual eu trabalho, que além de demorar 1/4 do tempo, tem o seu valor reduzido e menos da metade dos outros projetos.

      fico no aguardo de seu artigo.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.