Mercado

Ξ 3 comentários

A revolução das mídias sociais em números

publicado por Vinicius Passos Silva

Em recente estudo sobre o poder das Mídias Sociais pude constatar o poder dessas ferramentas e a verdadeira revolução que as mesmas proporcionaram no modo de relacionamento das pessoas, seja no âmbito pessoal, profissional, empresarial, corporativo, etc.

Comecemos por uma definição básica do que são Mídias Sociais, com base em meu entendimento sobre algumas pesquisas que fiz pela internet sobre o tema.

Mídias Sociais são tecnologias e práticas on-line, usadas por pessoas (isso inclui as empresas) para disseminar conteúdo, provocando o compartilhamento de opiniões, idéias, experiências e perspectivas (e eis o seu 1º grande diferencial). Seus diversos formatos, atualmente, podem englobar textos, imagens, áudio, e vídeo. São websites que usam tecnologias como blogs, mensageiros, podcasts, wikis, videologs, ou mashups (aplicações que combinam conteúdo de múltiplas fontes para criar uma nova aplicação), permitindo que seus usuários possam interagir instantaneamente entre si e com o restante do mundo.

As Mídias Sociais não são novidade. Novas ferramentas de Mídia Social vêm surgindo e se estabelecendo, muitas passando por mutações evolutivas constantes – vide os blogs, que nasceram como diários virtuais e tiveram sua natureza diversificada com o tempo, a ponto de se tornarem, inclusive, instrumentos de efetiva geração de negócios.

A liberdade de comunicação interativa, combinada à facilidade de uso das ferramentas para fazê-lo e a uma arquitetura participativa em redes que facilita muito a disseminação da informação, formam a base da “receita de bolo” para que as plataformas de Mídias Sociais possam ser classificadas como a mais poderosa forma de mídia até hoje criada, em minha humilde opinião. Na versão interativa da web é possível fazer e alcançar muito mais com muito menos e isso é muito poderoso!

Vamos aos impressionantes números:

  • O Facebook já supera o Google em tráfego semanal de dados nos Estados Unidos;
  • As Mídias Sociais já superaram a pornografia como atividade nº 1 na web;
  • 1 em cada 8 novos casados nos Estados Unidos se conheceram através de Mídias Sociais;
  • Número de anos para atingir 50 milhões de usuários:
  • Rádio – 38 anos
  • TV – 13 anos
  • Internet – 4 anos
  • iPod – 3 anos
  • Facebook – 100 milhões de usuários em 9 meses
  • Download de aplicativos para iPod/iPhone atingiram 1 bilhão em 9 meses;
  • Se o Facebook fosse um País, seria o 4º maior;
  • O QZone da China é a maior rede social do mundo, com mais de 300 milhões usando seus serviços;
  • Em 2009 um estudo do Departamento de Educação dos EUA, revelou que em média, estudantes online superaram aqueles que receberam instruções pessoalmente;
  • 1 em 6 estudante graduados se inscreveram com currículos online;
  • 80% das empresas estão utilizando o Linkedin como sua principal ferramenta para encontrar colaboradores;
  • O segmento mais crescente no Facebook é o de mulheres de 55 à 65 anos de idade;
  • Ashton Kutcher e Elen Degeneres tem mais seguidores no Twitter que a população inteira da Irlanda, Noruega e Panamá;
  • 80% do uso do Twitter é em aparelhos móveis – As pessoas atualizam a qualquer hora, de qualquer lugar. Imaginem o que isso significa em experiências de consumidores insatisfeitos?
  • As chamadas gerações “Y” e “Z” consideram o e-mail uma ferramenta antiquada;
  • O YouTube é o segundo maior sistema de buscas do mundo;
  • o YouTube tem mais de 100.000.000 de vídeos;
  • O Wikipedia tem mais de 13 milhões de artigos – Estudos mostram que é mais preciso que a Enciclopédia Britânica;
  • 78% dos artigos da Wikipedia não estão em inglês;
  • Existem mais de 200.000.000 Blogs;
  • 54% dos blogueiros postam conteúdo ou twittam diariamente;
  • 25% dos resultados de busca para as 20 maiores marcas do mundo são links para conteúdo gerado por usuários;
  • 34% dos blogueiros postam opiniões sobre produtos e marcas;
  • 78% dos consumidores confiam em recomendações pessoais;
  • Somente 14% confiam em propagandas online;
  • Apenas 18% das propagandas tradicionais de TV geram um ROI positivo;
  • 70% das pessoas de 18 à 34 anos assistiram TV na internet;
  • 24 dos 25 maiores jornais estão passando por declínios recordes de circulação;

Ultimamente, com a revolução dos smartphones, tablets, laptops, netbooks, nós não procuramos mais pela notícia, a notícia nos encontra. Em um futuro próximo, não procuraremos mais por determinados produtos e serviços eles irão nos encontrar via Mídias Sociais.

Definitivamente as Mídias Sociais não são um modismo, é uma mudança fundamental e estabelecida na maneira em que nos comunicamos. Mais de 2 milhões de partes de conteúdo (links, reportagens, posts de blogs, fotos, notas etc…) são compartilhadas no Facebook DIARIAMENTE.

Se você não está preparado para as mídias sociais, e confesso que por um bom tempo eu mesmo ignorei o poder das mesmas, está mais do que na hora de se preparar para o novo modelo de relacionamento e comunicação que revolucionou o mundo.

Abraços a todos!

Vinícius Passos Silva

@VipsilvaTI

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Vinícius Passos Silva é Graduado em Sistemas de Informação com Pós Graduação em Gestão de Projetos e MBA de Gestão em Tecnologia da Informação. Possui 21 anos de atuação no mercado de Tecnologia da Informação tendo atuado em posições de liderança em empresas nacionais e multinacionais dos mais variados segmentos.

Vinicius Passos Silva

Comentários

3 Comments

  • uma vez eu li uma notícia de que o facebook tinha 600 milhões de usuários. pelo visto, me enganei

    • Bom dia Rui. você não está enganado não! Na verdade, corrigindo meu artigo e complementando a informação, o QZone é a maior rede social da China, desbancando o Facebook somente naquele país. No ranking global, o QZone aparece na terceira colocação, atrás do Orkut – segundo colocado – e atrás do Facebook – primeiro colocado – que lidera com folga de aproximadamente 3 vezes o número de usuários do Orkut. Obrigado pela participação e comentário.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes