Carreira

Ξ 3 comentários

Venda sonhos sempre, sem eles nada se faz

publicado por Luiz Eduardo Improta

Estava lendo na semana passada uma revista e deparei com as 8 leis de Steve Jobs. Dentre elas a que mais me chamou a atenção foi: “Venda sonhos e não produtos”. Caramba que “sacada” dele pensei e tive de concordar que os sonhos são o princípio de tudo.

Vamos analisar juntos. Desde que nascemos, sonhamos em ter coisas e ser alguém. Quem nunca brincou de ser um super herói, ter um grande forte apache e muitas outras coisas. Alguns levaram tão a sério, que cresceram sonhando em ser, por exemplo, médicos e chegaram lá. Outros em ter sua casa própria e também chegaram lá. Alguns sonharam em mexerem com tecnologia e com certeza hoje conseguiram. Tudo a partir de um sonho.

Partindo deste princípio a TI, a tecnologia vem crescendo a passos largos. Muita gente ainda não se acostumou com esta alavancada na área e tem continuado na tal “zona de conforto”.

Porém não adianta muito sonhar e deixá-los fugirem entre seus dedos. Tem de batalhar, arregaçar as mangas e partir para briga mesmo. Steve Jobs fala sobre outra coisa não menos importante: faça o que gosta. Medite: se fizer o que gosta sempre sonhará em crescer, melhorar e lutará por isso.

Virando os canhões para a carreira, em especial de TI, sonhos obrigatoriamente  componentes fundamentais para vencer, pois  como ensina Steve Jobs, ele vive vendendo sonhos. Na prática, o comercial das empresas, vive vendendo sonhos e a operacional  tem de dar o jeito para concretizá-los. Brincadeiras a parte, sabemos que os grandes projetos nascem de necessidades atreladas a sonhos. Logo se quer ser um diretor, um gerente, um executivo, mãos a obra, estude, faça “networking” ( hoje tão importante quanto competência ), mas não fique reclamando que nada acontece em sua vida. Você faz as suas escolhas e cada uma tem sua conseqüência. Algumas a curto, outras a médio e longo prazo, mas que chegam, chegam.

Outra idéia ligada diretamente ao tema central deste artigo é a comunicação. Se não souber expressar, contar sua idéia, seu sonho claramente, nada adiantará. E isso não tem receita. Vai depender um apenas de sua capacidade de se comunicar. Se enrolar muito ninguém entende, não irá conseguir  vender suas idéias e seus sonhos. Parece complicado, mas na verdade somos nós que complicamos as coisas. Pensamos que se comunicar bem é escrever, falar muito e palavras complicadas. Atualmente isso se chama: perda de tempo. E isso sem contar que se quer concretizar seus sonhos tem de correr riscos. Neste caso vai depender aonde quer chegar. Quanto mais alto desejar, mais riscos terá de correr. Se tiver medo, então desça e fique na altura que se sinta segura. Mas nunca perca a ambição de ter sucesso profissional. Um conselho interessante: tenha equilíbrio em suas escolhas, mas nunca deixe de querer vencer, de conquistar, isso nos deixa alegres, com vontade de viver intensamente. Isso é a porção que Deus nos deu, de desfrutarmos do fruto de nosso trabalho e sabemos o quanto é bom, não é mesmo.

Termino este artigo com uma pergunta: o que você esta sonhando agora? Se for nada, tá na hora de mudar, pois nosso destino é o fruto de nossas escolhas como disse. E aí vai continuar sem sonhar?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou profissional com mais de 22 anos de experiência desenvolvida em empresas do setor "outsourcing" em TI e Segurança da Informação. Com 2 Pós graduações e 1 MBA na área de TI e diversas Certificações em Segurança e Tecnologia da Informação, dentre elas: COBIT 4.1, ITIL v2 e v3, ISO27002 e CCSA/CCSE. Meu link no "linkedIn": http://br.linkedin.com/in/limprota007

Luiz Eduardo Improta

Comentários

3 Comments

  • Luiz Eduardo, não existe qualquer possibilidade de discordar de você ou mesmo de Steve Jobs. Nascemos de um sonho de um casal e somos criados com os sonhos dos nossos pais (tudo bem q em alguns casos, são pesadelos). Vivemos, pelo menos inicialmente, em busca de vários sonhos…e por menor que seja, é um sonho. Parabéns pelo artigo. Simples, porém de muita grandeza. E respondendo ao seu questionamento: Estou sonhando com o meu Mestrado…rs! Abs e fique com Deus.

  • Caro Luis Eduardo.
    Realmente estou na zona de conforto e fazendo nada para que meus sonhos se tornem realidade. Com a leitura do texto, isso ficou claro pra mim.
    Vamos atrás do PMP… Abraço e fique com Deus.

    • José Renato,
      Fico muito feliz de ter te ajudado! Sinceramente, se só você lesse este texto, já teria sido válido.

      Abraços e torcerei para que passe,

      Improta

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes