Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Treinamento e Capacitação em TI a Chave para o Sucesso

publicado por Wilson Laia

A Geração de Dados no Planeta

É notório o crescimento da geração dos Dados em todo o mundo e a sua importância para a produção massiva de informação nos mais diversos setores da economia mundial. Especialmente com o advento das Redes Sociais, da Telefoia Móvel, Smartphones, IoT, Carros Autônomos, Cloud Computing, por exemplo, o planeta gera cerca de 2,5 Quintilhões de Dados todos os dias. Cerca de 600 Zetabytes de Dados por ano.

O Dado é a mercadoria mais valiosa nos dias atuais!

Aquele que controla o Dado, controla o mundo!

O Dado, Aplicação e Informação

O quesito mais utilizado para minerar os Dados para produzir informação de qualidade é a Aplicação. Desta forma, Aplicações são desenvolvidas em várias das Linguagens existentes, atuais ou legadas, para atender os mais variados segmentos empresariais.

As Empresas e seu DNA

Assim, as empresas “traduzem” em Aplicações, suas regras de negócio, seu Capital Intelectual, gerado pelos colaboradores que passaram por estas Organizações ao longo de sua história, transformando-se no seu DNA, significando que cada empresa e ou Organização tem o seu, isto é, têm suas necessidades específicas para atender às suas demandas específicas.

Infraestrutura Centrada na Aplicação – Application Centric

Para atender às Aplicações, é necessário todo um aparato de Infraestrutura de Tecnologia da Informação, cujo objetivo primordial deve ser atender a estas Aplicações. Parece repetitivo, mas significa dizer que Tecnologia da Informação é um enorme Ecossistema com muitas nuances, que devem ser pensadas, projetadas sempre em função da Aplicação, centradas na Aplicação (Application Centric).

A Confusão

Visto que tal crescimento exponencial sucita uma crescente demanda por profissionais capacitados, Treinamento e Capacitação são ingredientes chave para solucionar a confusão generalizada existente no segmento de TI, quanto a falta de educação e capacitação efetiva, ao mesmo tempo em que existem requisitos abrangentes de especialização no assunto. Isto causa imensa influência do fornecedor, no que concerne às inúmeras tecnologias à se escolher para cada componente da multidisciplinar Área de TI, o ecossistema de TI das organizações.

E a Confusão Continua

Em suma, a falta de conhecimento e orientação adequados e fundamentais para o projeto, construção e operação de todo o ecossistema, adicionalmente, a falta de mentalidade centrada na Aplicação, a ausência de entendimento universal entre as partes interessadas, suas muitas palavras-chave, terminologia, poucos fatos que surpreendentemente são  orientados apenas a entrada dos Dados, e não orientados aos resultados, atendendo somente a certas eficácias, comprometendo o restante, e a ausência de uma linguagem comum.

Tendências do Setor

Culminando nas Tendências do Setor e na rápida evolução nas áreas de, tais como:

  • Data Center
  • Tecnologia da informação
  • Computação em Nuvem (Cloud Computing)
  •  Virtualização
  • Imóveis e instalações de Data Center
  • Internet das Coisas (IoT)
  • Análise de Big Data
  • Cyber Security
  • Segurança Nacional
  • Sustentabilidade nos Negócios
  • Sustentabilidade Ambiental
  • Regulação e Governança.

Rápido Desenvolvimento de Novas Demandas

Estas tendências causam um rápido desenvolvimento de novas demandas de:

  • Serviços Públicos
  • Capacidade sob Demanda
  • Extrema potência e densidades de resfriamento
  • Eficiência energética
  • Gerenciamento rigoroso de operações
  • Entrega global de Aplicativos e Aplicações
  • Serviços móveis e IoT
  • Classificação e proteção de Dados
  • Virtualização de aplicativos, computação e rede
  • Padronização em Plataformas
  • Sserviços Comuns Ubíquos

 

Trilhões de Dólares São Perdidos Por Ano

Considerando, ainda, alguns fatos importates do setor de TI, que dão conta de que Trilhões de dólares estão sendo perdidos pelas empresas devido à perda de Dados, provocada por tempo de inatividade a cada ano, e que, segundo especialistas do setor, 86% das empresas experimentaram uma ou mais instâncias de inatividade do sistema nos últimos 12 meses. Considerando, também, que 92.6% dos Data Centers nos Estados Unidos são considerados ineficientes.

Contudo, este percentual certamente é maior, se considerarmos os Data Centers de todo o mundo.

Os Fatos de TI

Logo, com base nestes fatos, as estatísticas dão conta de que 50% do valor das contas de energia são devido a projetos ineficientes de refrigeração e energia, implementação e manutenção. Pesquisas dão conta que cerca de 93% dos negócios que perderam seus Data Centers por 10 dias ou mais foram a falência dentro de 1 ano.

Princípios Legados – Requisitos Modernos

Estes fatos acontecem, devido a ter-se princípios legados para atender a requisitos modernos, com afirmações do tipo “é assim que sempre fizemos”, denotando que o conhecimento tribal e axiomas históricos da indústria não se aplicam mais.

O velho jargão “este é um problema de Infraestrutura, não um problema de T.I.”, mostra que a clássica desconexão organizacional entre infraestrutura, TI e Desenvolvimento de Aplicações devem parar, pois, TI é de fundamental importância para quaisquer empresas, de quaisquer segmentos.

Mesmo o fato de se ter uma infraestrutura de Dados certificada para 99.999% de tempo de atividade, não garante que a Aplicação nunca irá cair. Sim, ela vai, se o Ecossistema de TI for negligenciado.

Budget de TI Adequado Minimiza as Potenciais Falhas

Contudo, se o CFO não aprovar as solicitações de budget para a devida manutenção e, principalmente, para a atualização de TI da empresa como um todo, mas espera, e muitas vezes exige, que se atenda a demandas de capacidade cada vez mais altas, com a mesma infraestrutura, instala-se uma grande possibilidade de inatividade do Ecossistema de TI e, consequentemente, frustração generalizada.

As Razões Para que Isto Aconteça

  • 1ª Razão

Então, a 1ª Razão existente para que tudo isto ocorra é a Falta de Educação/Capacitação, uma vez que, “a educação é a arma mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo”, como sabiamente afirmou Nelson Mandela.

  • 2ª Razão

A segunda razão é a falta de Padronização Universal.

1º Ingrediente Chave

  • Educação e Capacitação

Assim, a Educação e Capacitação é o 1º Ingrediente chave de acordo com o acima exposto, isto nos leva aos ingredientes chave para solucionar tais questões, quais sejam, faz-se necessário prover Educação/Capacitação para TODAS as especialidades, tais como:

  • Telecomunicações
  • Segurança (Física e Lógica)
  • Construção Civil
  • Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica, de Software, Química,
  • Cabeamento
  • Arquitetura de NOC
  • Financeiro
  • Jurídico
  • Administração

Educar e Capacitar Todas as Posições

Devido a todos os elementos acima expostos, concluímos que tais elementos aplicam-se à TODAS as Posições, dos Técnicos aos Executivos, de forma que TODOS falem a mesma LINGUAGEM.

Resultados Esperados

Estabelece-se uma Ponte entre as lacunas existentes entre TI e Infraestrutura!

  • Conectando-se a Infraestrutura Lógica à Infraestrutura Física!
  • Alinhando Pessoas com a Infraestrutura!
  • Apresentando o mais recente e o melhor!

Fornecendo-se conteúdo imparcial e, assim, colocando a empresa em contato com o mundo!

2º Ingrediente Chave

Padronização

Definitivamente, a Padronização possibilita que se tenha foco na entrega da Aplicação de acordo com a demanda da Organização. Padronizar ao máximo as instalações de TI da empresa e utilizar normas e padrões internacionais torna-se crucial.

Em síntese, é mandatório para as Organizações de todo o mundo tratar a Área de TI como um grande Ecossistema e utilizar controles, orientações e métricas de desempenho eficazes.

Isso garante compatibilidade e protege os investimentos nos programas de conformidade existentes com os padrões do usuário final.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Executivo sênior da Área de TI com uma carreira de 37 anos na área, tendo atuado em grandes multinacionais, tais como: IBM Brasil, Software AG Brasil, Hildebrando Brasil, braço de TI do Grupo TELMEX, Case Brasil, Emerson e Beloit Industrial. Representante do IDCA – International Data Center Authority para as Iniciativas de Internacionalização Brasil-Portugal. O IDCA está expandindo suas atividades para o Brasil, Portugal e Países de Língua Portuguesa em geral e LATAM, trazendo para todos esses países a excelência que já é uma realidade na América do Norte, especialmente nos Estados Unidos e no Canadá. MBA em TI pela FGV, Pós-graduado Babson College-USA. Especialista em Data Centers com certificações do IDCA - International Data Center Authority. Certified DCTP – Data Center Technology Professional ® - IDCA – USA Certified DCOS – Data Center Operations Specialist ® - IDCA – USA Certified DCOM – Data Center Operations Manager ® - IDCA – USA Certified DCIS – Data Center Infrastructure Specialist ® - IDCA – USA Certified DCES – Data Center Engineering Specialist ® - IDCA – USA Certified DCIE – Data Center Infrastructure Expert ® - IDCA – USA Possuí uma combinação única de Vendas, Tecnologia, Infraestrutura de TI (Mainframe, Unix, Linux, Windows), Consultoria (Serviços Profissionais ou Professional Services), suporte técnico, Redes no Brasil, América Latina, América do Norte e no mercado Europeu. A larga experiência na área de TI, lhe confere uma rara oportunidade de conhecer quase todos os segmentos desta área, inclusive em startups de empresas, garantindo uma navegabilidade em todas as plataformas e tecnologias vista em poucos profissionais, o que aliado ao conhecimento estratégico que envolve a área, o credencia a discorrer sobre vários assuntos pertinentes em TI.

Wilson Laia

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes