Carreira

Ξ Deixe um comentário

Personal Branding: Uma reflexão para [criar] Estratégia

publicado por Mateus Rosa

Personal Branding: Uma reflexão para [criar] EstratégiaKotler define o Marketing Pessoal (Personal Branding) como “Um novo conceito e instrumento do marketing em benefício da carreira e das vivências pessoais dos indivíduos, valorizando o ser humano em todos os seus atributos, características e complexa estrutura”. Pois bem, frente ao exposto por Philip Kotler você se pergunta:

Mas Por que é importante criar uma estratégia de marca Pessoal?

Com o advento da Internet transformou-se o fundamento do marketing nas mídias: hoje métricas valem mais que feeling. O social marketing ensinou a marcas a ouvirem, entenderem e tratar bem os consumidores. E ainda propiciou que “nós” internautas possamos ser grandes autores midiáticos, por isso, não só podemos como devemos obter benefícios dessa transformação.

Dentro deste contexto, usando uma estratégia de Personal Branding é possível se tornar uma pessoa relevante nas mais diversas Plataformas sociais e na sua área de atuação. LinkedIn, Twitter, Google+, Pinterest e Facebook estão aí para você explorar a sua marca pessoal.

Porém, você ainda pode estar se Perguntando: “Não estou procurando um emprego, porque trabalhar meu marketing pessoal?”.

Respondo: Hoje você pode estar muito bem colocado no mercado, ou até sendo um empresário de muito prestígio, mas você nunca sabe como será o amanhã com uma boa participação na web tudo fica mais fácil. Se comportar diferente dos outros profissionais é primordial, e um diferencial da massa.

Como afirmei acima a grande vantagem de toda essa disponibilidade de canais sociais, foi nos propiciar um poder midiático e quando usamos de forma concisa, é possível ir além do que imaginamos e alcançar novos objetivos profissionais. Ou seja, as Redes Sociais permitem obter resultados incríveis, explorando apenas o nosso potencial e os meios disponíveis.

O Marketing Pessoal vai além de só almejar o sucesso profissional é um importante passo para:

  1. Autoconhecimento e traçar seu planejamento de carreira;
    • Quais são meus pontos fortes?
    • Quais as minhas habilidades?
    • Gosto da minha área de atuação? E se eu quiser mudar?
    • Qual segmento eu mais gosto?
    • Com o que eu posso contribuir para os outros profissionais?
  2. Manter contato com seus Stakeholders;
    • Você cria relação com seus stakeholders fora do ambiente corporativo?
    • Compartilha as novas tendências e novidades para os parceiros?
  3. Poste conteúdo relevante na sua área de expertise;
    • O que você faz com o seu conhecimento adquirido?
    • Produz conteúdo e expõe a sua opinião nas suas redes sociais?
  4. Siga as empresas relevantes e esteja atualizado para novas profissões;
    • Monitora como anda as empresas no seu segmento? E o que elas estão fazendo?
    • Em que área elas vem se desenvolvendo e buscando novos profissionais?
  5. Estar atualizado com as novidades profissionais dos seus contatos.
    • Acompanha o crescimento profissional dos seus contatos?
    • Procura identificar se seus fornecedores receberam alguma premiação?

Essas são algumas reflexões que considero essenciais: Porém o personal branding te possibilita se tornar um influenciador em seu nicho e permitirá que as outras pessoas o vejam como um líder, um empreendedor e assim poderá encontrar parceiros para novos projetos profissionais uma sociedade, além de criar muitas oportunidades a seu favor. Não há nenhum custo apenas use as ferramentas sociais a seu benefício.

[Crédito da Imagem: Personal Branding – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

PR Digital, Professor e Co-Founder Encontro de Influenciadores Digitais RS. Especialista em Comunicação Estratégica e Marketing.

Mateus Rosa

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.