Carreira

Ξ Deixe um comentário

Mobilidade e Vasos Sanitários

publicado por Lucas Selbach

Impressionante como nossos modelos estão sendo revistos. E o paradigma que está sofrendo uma verdadeira revolução é o da educação e dos processos de aprendizagem.

Um dos responsáveis por essa revisão é a questão da ‘Computação Ubíqua’  – ou Ubiquitous Computing, que busca integrar a tecnologia com o dia a dia das pessoas. Em outras palavras, ‘tornar a interação pessoa-máquina invisível’, segundo a Wikipedia. Profissionais de todo o mundo estão investindo seu tempo e energia para criar interfaces naturais, fáceis de usar e de aprender. E quem se beneficia são os usuários finais.

Isto porque o aprendizado é um processo puramente individual. Lembro de um momento interessante na minha carreira – quando estava ensinando tecnologia para um cliente de 14 anos e outro de 70.– e como a experiência de ensino era diferente – desde o discurso até a velocidade da fala e os exemplos citados. O ano dessa história é 1997 – quando muitas coisas que fazem parte do nosso dia a dia nem existiam.

De lá para esses tempos, o avanço das tecnologias móveis é a que mais chama a atenção. Dos ‘falecidos’ palmtops que viraram smartphones – dados de uma pesquisa do Ibope Nielsen Online feita nas 11 principais regiões metropolitanas do Brasil revelam um número impressionante – 12,8% da população desses centros urbanos possui um smartphone. E o que dizer dos tablets (ou tabuletas), compradas às pencas pelo governo federal para munir os professores da rede pública – aquisições que chegaram a quase R$ 340 milhões no primeiro semestre desse ano.

Fonte: http://www.collectorsed.com/

Fonte: http://www.collectorsed.com/

Tudo isso, combinado com bons sistemas operacionais e conteúdos criativos, são ferramentas que promovem o aprendizado, pois são móveis, podemos leva-las aonde quisermos – inclusive para o banheiro. Os cientistas de plantão resolveram checar e constataram no estudo que 40% dos entrevistados leva o smartphone ao ‘toilette’. É um local silencioso, calmo e privado – ideal para a aprendizagem e a geração de ideias inovadoras, segundo um grande amigo meu.

Encerro o artigo contando a ideia de Bill Gates – talvez ocorrida num local como este – de fazer do vaso sanitário um tema de seu painel de inovação, já que 40% da população mundial não tem o privilégio de usar esse móvel residencial tão comum para nós. Ele lançou o desafio e o ganhador – California Institute of Technology – simplesmente arrasou: um banheiro com energia solar que gera hidrogênio e eletricidade. Genial, não?

E se você não leva o smartphone, não se preocupe! Uma startup americana inventou uma impressão dos feeds do twitter num rolo de papel higiênico. Esses criativos…

Gostou? Não gostou? Comente!

=)

 

 

Fontes

Revista Exame.com online, Uso de smartphone cresce no Brasil

UOL Notícias – Tecnologia – Estudo indica que 40% levam smartphone ao banheiro.

The Gates Notes – Reinventando os vasos sanitários (em inglês)

Computação Ubíqua

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Profissional de TI desde 1989, conheceu nessa caminhada Design, PNL (Programação Neuro-Linguística) e descobriu que o principal não é a tecnologia - são as pessoas. Depois de prestar serviços para diversos professores, resolveu se dedicar ao Design Instrucional e a Aprendizagem Online. Hoje é Diretor de Operações da Partager Brasil Aprendizagem Online.

Lucas Selbach

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.