TI Corporativa

Ξ Deixe um comentário

Home Office, um tabu no Brasil

publicado por Margadona

No meio futebolístico existe o ditado “Tabu existe para ser quebrado!”.

Espero que o tabu de home office no Brasil também seja quebrado, principalmente para TI nas grandes cidades brasileiras.

Enumerarei 3 motivos, que na minha opinião, são os mais relevantes.

1. Trânsito

Com o trânsito caótico e transporte público de péssima qualidade, existem profissionais que passam por um stress para chegar ao trabalho, com toda certeza, se esses profissionais pudessem ficar ao menos um dia em casa, sem ter que enfrentar essa dura rotina sua motivação aumentará.

Isso se aplica também a todos profissionais que utilizam fretados diariamente, que acordam entre 4:30 e 5:30 para vir trabalhar na capital.

Quem não gostaria de, ao menos um dia da semana, não ter que enfrentar o metrô lotado ou ônibus nos congestionamentos?

2. Qualidade de vida

Conheço várias pessoas de moram em São Paulo e no interior e em ambos os casos, existe quase que uma unanimidade de que se pudessem ficar ao menos um dia em casa acordariam mais dispostas para enfrentar as tarefas profissionais.

Essas pessoas me informaram que poderiam acordar um pouco mais tarde, levar os filhos na escola, fazer academia ou até mesmo resolver pendências pessoais com mais facilidade do que se estivessem no local de trabalho.

3. Economia

O funcionário não utilizaria os recursos da empresa(café, água, energia, telefone, papel, banheiro e refeição), com isso a empresa teria uma redução dos custos diários com o funcionários, numa era de competição cada vez mais acirrada e a pressão por lucros cada vez maior, esse seria um item importante para as empresas.

Acho que o contato pessoal entre os profissionais é extremamente importante, por isso não sou adepto do home office full-time  acho que o home office deveria ser feito um ou duas vezes por semana, mas isso depende da cultura e da maneira de trabalhar da empresa.

O profissional tem que ser disciplinado e explicar isso para sua família, para que seu trabalho não seja prejudicado pelas “interrupções domésticas”, e em TI a concentração e foco são muito importantes para resolução dos problemas e entrega de serviços com qualidade.

Concordo que o home office é muito mais fácil na teoria do que na prática, mas as empresas deveriam olhar com mais atenção para esse tipo de modalidade de trabalho, principalmente nas grandes cidades.

Já escutei gestores falando que são contra o home office porque não confiam nos profissionais da equipe, bom…se um gestor não confia em alguém da sua equipe para delegar as tarefas que devem ser executadas no dia do home office, acho que nem deveria ter esse profissional na sua equipe, certo?

Li uma matéria da VOCE RH que 31.2% das empresas brasileiras já adotam o home office, realmente esse numero foi uma surpresa, pois de todos profissionais que tive contato nos meus 20 anos de carreira profissional, sei somente de dois casos que tem esse benefício de ficar em casa de uma até duas vezes por semana.

De qualquer maneira esse é um assunto que dá margem para muita discussão, por isso criei um grupo para debates no Linkedin sobre esse assunto, participem! http://lnkd.in/mJ9kRq

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Profissional com 22 anos de experiência em TI, já atuou nas empresas ALESP, Promon, CET, DPRN, Câmara Municipal da Campinas e Jundiaí, Aeronáutica, Camargo Corrêa, Editora Abril, BMF&BOVESPA, Unimed Campinas, Agência Estado e Octo Corretora Atualmente trabalha na Octo Corretora(www.rico.com.vc) responsável pelo Home-Broker e Terminal de Operações e Serviços da empresa. E-mail: carlosmargadona@gmail.com

Margadona

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes