Segurança da Informação

Ξ 3 comentários

Hábitos nada saudáveis no mundo da Tecnologia – Parte II

publicado por Gilberto Sudré

Como começamos a ver no artigo anterior, os hábitos são ações ou comportamentos que fazemos quase sem pensar. Pois estas ações, quando inadequadas, podem trazer complicações ao nosso dia a dia.

No mundo da tecnologia não é diferente. Quer um exemplo? Quem nunca perdeu alguma informação importante por não ter feito backup? Pois não fazer cópias de segurança e acreditar que os dispositivos de armazenamento (Pen-drives, HDs externos, etc) irão funcionar para sempre pode ser fonte de muitas dores de cabeça.

Neste último artigo da série vamos conhecer mais alguns hábitos nada saudáveis para o mundo da tecnologia.

Os SPAMs (mensagens eletrônicas não solicitadas) estão presentes em qualquer caixa de entrada de e-mail. Um dos motivos desta forma de divulgação ainda ser utilizada é que muitos usuários da Internet continuam a responder (ou abrir) estas mensagens. Com isto os Spammers sabem que seus e-mails estão sendo lidos. Neste caso o procedimento é simples. Nunca responda, abra ou clique em um link que venha em uma mensagem de SPAM.

Outro comportamento complicado é o de não bloquear o uso do seu Smartphone com uma senha. Os Smartphones deixaram há muito tempo de ser apenas telefones e se tornaram pequenos computadores com grande capacidade de armazenamento de dados. Assim, caso você tenha o azar de perdê-lo ou mesmo ser roubado, suas informações, agenda e contatos estarão vulneráveis. Com uma senha configurada você pode até perder o dispositivo mas quem encontrá-lo não vai ter acesso as suas informações.

Já que estamos falando de senhas um hábito muito comum e perigoso é o uso da mesma senha para todos os cadastros que você faz na Internet (e até fora dela). Basta um destes sites (ou locais) ter seu banco de dados invadido e lá se foi por água abaixo toda a sua proteção. Com esta única senha um atacante poderia acessar todos os serviços que você se utiliza. Complicado não? Então utilize senhas diferentes para serviços diferentes.

Por último uma sugestão para simplificar seu dia a dia. As pastas do disco rígido e do aplicativo de e-mail podem te ajudar muito. Assim não grave os arquivos ou e-mails em qualquer lugar. Organize e separe seus arquivos ou mensagens por tipo, finalidade, origem ou datas. Na hora de tentar achar alguma informação isto vai fazer toda a diferença.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Professor, Consultor e Pesquisador nas áreas de Segurança da Informação e Computação Forense . Palestrante de Tecnologia. Coordenador do Laboratório de Segurança da Informação – LABSEG do Ifes - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do ES. Integrante do Comitê de Tecnologia da OAB-ES. Membro do comitê técnico CB21/CE27 da ABNT sobre Segurança da Informação. Membro fundador da CSA - Cloud security Alliance. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN, TV Gazeta, Jornal A Gazeta, Revista ES Brasil, Revista Espírito Livre e Portal TIEspecialistas. Autor dos livros Antenado na Tecnologia, Redes de Computadores e Internet:O encontro de 2 Mundos. Fã de Tecnologia e apaixonado pela Fotografia. Mantem o blog http://gilberto.sudre.com.br com as suas publicações, seus programas de TV e de Rádio.

Gilberto Sudré

Comentários

3 Comments

  • Perfeito Gilberto. Estamos habituados a usar os recursos sem pensar nas consequências que eles podem trazer. É como achar que, para ser motorista, bastasse colocar combustível.
    Sobre backup de dados pessoais, tenho uma dica. Venho usando o Dropbox (www.dropbox.com) há muito tempo e não me preocupo mais com backup. Basta instalar um agente em cada máquina (casa, trabalho, notebook) e, além dos dados estarem guardados na nuvem, ficam sincronizados em todas as máquinas. Existem outras ferramentas equivalentes, mas achei o Dropbox simples e eficiente. Abraço

  • Gilberto
    Vesti duas carapuças, apezar de “véio de casa”.

    Acabo de perder quase toda minha memória. Meu backup era antigo. Recuperei bastante mas perdi muita coisa interessante.

    Quanto à senha, uso a mesma em tudo há dois anos para não esquecer. Apenas parei de usar serviços financeiros virtuais. Mesmo tendo feito no primeiro on line Bradesco há décadas.

    Somos relapsos com segurança. Acho que a TIC ainda tem muito a aprender e evoluir.

    Boas dicas as suas.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes