Marketing & Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Growth Hacking – É o melhor para poder crescer

publicado por Thiago Neves

Antiga metodologia “indigente” usada para potencializar o crescimento rápido e sustentável de uma empresa, organização ou instituição.

Em 2010, nos Estados Unidos, foi falado pela primeira vez em Growth Hacking, que é a metodologia que busca o crescimento da empresa usando a criatividade com seus conhecimentos de marketing ligados ao desenvolvimento de produtos, conectando seu público-alvo a produtos e serviços e gerando excelentes resultados. Ainda novo no Brasil, seu foco consiste em uma abordagem nova para atingir o mercado e disseminar ideias. Diferente do marketing tradicional, essa estratégia envolve um entendimento apurado de hábitos, comportamento e tendências.

Growth Hacker Brainstorm

O que esse profissional faz?

Você sabe o que um Growth Hacker Faz?

O Growth Hacker não é apenas um profissional de marketing, todas as suas ações são voltadas para o crescimento. Esse foco exclusivo faz com que sejam usadas novas metodologias e técnicas não tão comuns ao marketing. Por isso, não é uma questão de substituição de profissionais, são apenas focos e estratégias diferentes.

Esse tipo de profissional entende muito bem de tecnologia e se dispõe a dominá-la cada vez mais, porém o diferencial está no fato de fazer uso dela para o crescimento de empresas, tendo uma visão avançada do que é possível fazer pelos negócios sabendo utilizar e organizar adequadamente todos os dados e ferramentas que a tecnologia pode lhe trazer às mãos e criar novidades com eles.

Quais atributos para esse profissional?

  1. Possuir afinidade com dados (análise de dados e resultados de pesquisa)
  2. Ter aprendizado fácil em relação às mudanças dos canais de marketing e plataformas de crescimento
  3. Entender o processo de crescimento
  4. Ser um bom conhecedor de ferramentas
  5. Ter um Mindset inquieto
  6. Possuir habilidades interdisciplinares
  7. Conectar marketing com o desenvolvimento de produto
  8. Ter qualidade técnica
  9. Ter uma grande rede de relacionamento de profissionais

Ferramentas utilizadas por um Growth Hacker

  • Aquisições Virais: através do compartilhamento de conteúdo dos usuários existentes para os novos;
  • Aquisições pagas: com estratégias de SEM (search engine marketing), Links patrocinados (Google Adwords, Facebook Ads), anúncios na TV, celulares, rádios, marketing de afiliados, dentre outros;
  • Marketing de Conteúdo (Content Marketing): através de posts em blogs, infográficos e vídeos virais, aumentam a visibilidade da marca e o tráfego para o site, convertendo visitantes em consumidores;
  • E-mail Marketing: estratégia de relacionamento utilizada para conversão de novos consumidores e motivação para gastarem mais com o seu negócio;
  • SEO (otimização em sites de buscas): efetivamente utilizado para construir uma infraestrutura escalável aplicáveis a inúmeras páginas, ao invés da seleção tradicional de uma pequena quantidade de palavras-chave.

Os 3 P’s do Growth – Pessoas, Processos e Plataformas

Os 3 P’s do Growth Hacker

  • Pessoas: sua equipe de crescimento.
  • Processos: a busca da melhoria contínua.
  • Plataformas: ferramentas de uso.

Prova “arqueológica”

growth-hacking-11-638

O Hotmail talvez seja um dos casos mais “antigos” de sucesso. Para quem não sabe, ele foi fundado como alternativa de e-mail gratuito por dois colegas de trabalho (Sabber Bharia e Jack Smith) que suspeitavam de terem seus e-mails vigiados na empresa.

Naquela época as pessoas geralmente tinham de pagar para possuírem contas de e-mail ou utilizarem as da organização em que trabalhavam.

O crescimento gigantesco do Hotmail, que anos mais tarde foi vendido para a Microsoft por um preço alto, se deu a partir do momento em que um de seus investidores ousou uma estratégia de marketing inusitada: colocar a frase “P.S.: Eu te amo! Faça sua conta grátis no Hotmail” no rodapé de todas as mensagens que os usuários enviassem.

Foi sucesso tão grande que em pouco tempo o número de pessoas cadastradas na base de clientes cresceu exponencialmente!

Pensando fora da caixa: jé que era um serviço gratuito, qual seria o problema em inserir uma frase “publicitária” ao fim das mensagens? Aparentemente, nenhum. E a estratégia, como todas as outras, envolveu uma parte de “domínio tecnológico” para que isso fosse feito automaticamente pelo sistema, sem intervenção do usuário.

Veio para ficar?

Em 2012, Aaron Ginn definiu um Growth Hacking no TechCrunch como uma “mentalidade de dados, criatividade e curiosidade”. No ano seguinte, foi realizado o Growth Hackers Conference, em São Francisco, instituído pela Gagan Biyani, que ajudou a tornar o termo ainda mais conhecido.

growth-hacking (1)

Mesmo que muitos digam que é inovadora, a técnica era utilizada antes de seu batismo. Sempre é preciso ter cuidado pois, cada vez que você repete um ciclo, menos pessoas você vai atingir até chegar num ponto que uma técnica não vai mais valer a pena, estará saturada, isso é o básico do marketing.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Desde 1999 eu trabalho com projetos de mídia interativa. Com experiência em desenvolvimento de produtos digitais, planejamento estratégico, marketing digital, gerenciamento e desenvolvimento front-end , e-commerce e sistemas nas mais diversas tecnologias e projetos que envolveram integração de sistemas, tecnologia mobile e comunicação digital.

Thiago Neves

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.