Carreira

Ξ 1 comentário

Existem limites para uso do WhatsApp no trabalho?

publicado por Wagner Luis Alves

Existem limites para uso do WhatsApp no trabalho?O fato é que, atualmente os celulares estão presentes em todos os ambientes, não especificamente os celulares “comuns”, mas os smartphones.

Estes dias por uma necessidade específica fui até uma loja para procurar um celular(o mais simples possível), que só efetuasse e recebesse chamadas e no máximo que enviasse SMS, qual foi a surpresa? Não tinha! Os mais simples eram smartphones com recursos limitados e com baixas resoluções de tela, mas ainda sim eram smartphones. Troquei uma ideia com o vendedor da loja, e a resposta foi simples e direta: “Não temos procura, o que vende hoje é smartphone!”. Números recentes mostram que o número de celulares no Brasil supera o número de habitantes.

Com o crescimento das tecnologias de internet móvel, redes como 3G, 4G, Wi-Fi cada vez mais comum em locais públicos e baixo custo do acesso à rede de dados das operadoras, as redes sociais explodiram e aplicativos como o WhatsApp, Viber, dentre outros viraram febre, até mesmo para os mais resistentes. A facilidade de comunicação em tempo real com qualquer pessoa do planeta, possibilidade de enviar fotos, vídeos, gravações de áudio, fizeram do WhatsApp uma sensação, sensação tão grande que muitas pessoas não conseguem ficar distantes do aplicativo, principalmente dentro do ambiente de trabalho, onde passamos boa parte do nosso dia.

Esta situação pode trazer benefícios ou prejuízos, depende muito do ponto de vista e das políticas adotadas pelas empresas, é possível canalizar sua utilização para aumento de produtividade, encurtamento de distâncias e outros benefícios, mas não dá pra negar que a distração ocorre com frequência, muitas vezes consumindo atenção e tempo do colaborador, ou seja, a empresa paga o salário e tributos do colaborador, e se somarmos o tempo de utilização do aplicativo para uso particular, a empresa se sente lesada(muitas vezes com total razão).

Com o avanço da Internet ao longo do tempo, e o surgimento das redes sociais, as empresas se viram obrigadas à desenvolver mecanismos de proteção e proibição da utilização do seu link de internet para este tipo de uso, hoje em dia é muito comum, as empresas bloquearem acesso à sites com conteúdos impróprios, redes sociais, e-mail pessoal, etc. Mas… e se tratando do aparelho celular, que é de uso pessoal e que a pessoa está pagando para a operadora para utilizar Internet, o que pode ser feito?

A empresa deve proibir o colaborador de utilizar seu celular? Existe uma maneira de fiscalizar se o colaborador está utilizando aplicativos e/ou redes sociais?

Não quero entrar no campo jurídico, até mesmo porquê não é minha área, acho que cabe aqui uma reflexão. Conheço algumas empresas que exigem que os empregados desliguem seus aparelhos durante o expediente de trabalho, até mesmo deixando-os fora do ambiente durante a execução das suas tarefas, outras empresas incentivam o uso da telefonia fixa para assuntos importantes relacionados à família, problemas particulares, etc.

O empregador possui encargos trabalhistas, recolhe impostos, e em um mercado cada vez mais competitivo, é natural que esforços sejam realizados no sentido de obter o melhor resultado possível, nem que para isso seja realizada a proibição de uso do celular. No minha modesta opinião, reforço, minha opinião, é tudo questão de bom senso, fui contratado para trabalhar, tenho metas à cumprir e dependo do meu trabalho para minha realização pessoal e profissional, o que é mais importante?

Existem relatos de demissões por justa causa, de advertências e diversas medidas, mas como cada caso é um caso e uma empresa é diferente da outra, trata-se de uma questão muito delicada.

Por enquanto, vamos usufruir da tecnologia sim, no momento certo. Lazer é lazer e trabalho é trabalho.

Um abraço e até a próxima!

[Crédito da Imagem: WhatsApp no Trabalho – ShutterStock]

 

  •  
    4
    Shares
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Com 22 anos atuando na área de TI, Especialista em Teleinformática & Redes de Computadores pela UTFPR(2007), Tecnólogo em Sistemas de Informação(Opet/2005), nascido em Araçatuba-SP, reside em Curitiba desde Janeiro de 2004, sempre atuando na área de TI em empresas privadas e pública.

Wagner Luis Alves

Comentários

1 Comment

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.