Carreira

Ξ 5 comentários

Diferencial competitivo: qual é o seu?

publicado por Priscila Stuani

Diferencial competitivo: qual é o seu?   Algumas pessoas sabem dar piruetas no ar ou resolver fórmulas complexas, outros correr riscos ou ainda trabalhar sobre extrema pressão…

Você já parou para pensar sobre qual é o seu diferencial competitivo como profissional? O que a sua marca pessoal representa? Como as pessoas te vêm? Como você realmente é?

Essas perguntas são desafiadoras e você é capaz de respondê-las?

O mundo corporativo é repleto de jargões e um dos mais utilizados é o bendito diferencial competitivo.

Traduzindo: o diferencial competitivo são atributos que tornam a empresa única e superior aos seus principais concorrentes. Refere-se quando uma empresa proporciona vantagens e benefícios exclusivos a seus clientes, e em contra partida, a concorrência ainda não conseguiu oferecer.

Agora que já definimos o que é, vamos passar o diferencial competitivo para o lado profissional.

Não é nenhuma novidade falar que existe competitividade no mercado de trabalho, menos ainda que somente os melhores preparados, tanto com conhecimento técnico, gerencial e comportamental terão melhores oportunidades de sucesso. Lembre-se que é difícil reunir esse conjunto de competências, por isso é um desafio.

Sabendo-se desse fato, o que você tem feito para criar o seu diferencial competitivo?

Às vezes queremos ter ideias inovadoras, revolucionárias… Mas cuidado, às vezes algo tão simples pode ser resolvido de um modo mais simples ainda, mas na ânsia de salvar o planeta, não nos damos conta que primeiro precisamos salvar a nossa casa.

Pensando em nosso dia a dia como profissional, reflita:

  • Como tem sido a minha agilidade quando requisitado?
  • Sou pró-ativo?
  • Até que nível demonstro comprometimento?
  • Tenho dado muitas desculpas?
  • Sou claro quando apresento algum problema?
  • Sou objetivo quando preciso apresentar uma solução?

Na prática, vamos fazer o seguinte: pegue uma folha do seu caderno ou agenda e anote as perguntas acima e reflita, mas seja crítico. Geralmente, quando somos confrontados por chefes ou colegas, a primeira reação natural que temos é discordar e justificar. Concordo também que essas pessoas podem estar equivocadas, mas lembre-se: “quem é bom em dar desculpas, não precisa ser bom em mais nada”.

Sabemos que nem todos, sejam líderes ou colegas, tem o dom da palavra, e o profissional brasileiro é muito temperamental. Se levamos uma bronca, o “algoz” entrará  na lista negra. E não pode ser assim. Eu já disse uma vez e repito: somos responsáveis por manter sadio o nosso ambiente de trabalho. Claro que não é uma tarefa fácil, mas temos nossa participação.

Além disso, lembre-se que todos podem fazer o que você faz, mas ninguém consegue fazer como você faz.

E agora, está pronto para definir, melhorar e demonstrar qual é o seu verdadeira diferencial competitivo?

[Crédito da Imagem: Diferencial – ShutterStock]

  •  
    1
    Share
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

mpulsionadora de negócios, instrutora no Alura Cursos Online, facilitadora do aprendizado emergente e uma social media completamente apaixonada pelo poder do bom conteúdo. Graduada em Marketing (UAM), Pós-graduanda em Neurociência aplicada à educação (UAM). Depois de atuar no mercado de serviços B2B por 7 anos, se tornou facilitadora do aprendizado, fazendo a interface entre o aluno e a teoria/prática. Focada em apoiar profissionais no processo de criação de posicionamento no ambiente digital através do conteúdo para blogs e redes sociais. Fazer parte de um projeto desafiador me motiva e me impulsiona a entregar o meu melhor.

Priscila Stuani

Comentários

5 Comments

  • Pri,
    Ótimas dicas, cada vez mais precisamos nos conhecer bem para estar competitivo no mercado. Abç

    • Verdade Mateus.

      Acho que aquele negócio de falar de pontos fortes e a melhorar numa entrevista já é coisa do passado. Agora p negócio é saber explorar os diferenciais competitivos, que no fundo é a mesma coisa, mas a forma de se falar é que faz a diferença.

  • Excelente artigo.
    Confesso que já li muito a respeito, mas texto que seja simples, objectivo e claro como este, existem poucos.
    Muito obrigado e parabéns.

  • Sidonio,

    Eu agradeço pelo seu comentário.
    Fico feliz em saber disso.
    Prefiro ser o mais objetiva possível e passar o conteúdo.

    Abraços,

    Priscila

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.