Cloud Computing

Ξ 3 comentários

Com a Cabeça nas Nuvens

publicado por Rogério Di Magalhães
Conceitos e tecnologias inovadoras que impactam diretamente a vida das pessoas, tanto em aspectos econômicos, sociais e sustentáveis, ganham força, espaço e seguidores.
Um desses elementos revolucionários é, sem dúvida alguma, a Computação em Nuvem do inglês Cloud Computing, muito discutida, polêmica e já amplamente utilizada, mesmo que muitos dos seus usuários nem saibam se tratar de Computação na Nuvem, gerando grandes mudanças e a cada dia se estabelecendo como um formato pró-ativo e dinâmico.
Muitas iniciativas estão sendo empreendidas por grandes corporações. Gigantes da TI que ditam regras e tendências.
Como o anuncio recente da Intel, Open Data Center Alliance, contemplando mais de 70 das principais empresas globais, num plano visionário de estruturação e dimensionamento do conceito de Computação em Nuvem, que propcie a criação de condições para a próxima geração de Data Centers e o próximo passo da Internet.
Utilizando padrões abertos e em parceria com fabricantes de softwares e hardwares esta aliança tem como objetivo criar uma nuvem aberta, interoperável e segura.
Enquanto aguardamos as cenas dos próximos capítulos, seguem algumas das preocupações sobre a adoção de um modelo de entrega de serviços utilizando-se a “Nuvem” em ambiente corporativo:
Gestão do Desempenho e Configuração
Como lidar com a disponibilidade, capacidade, desempenho, configuração e continuidade dos serviços prestados e contratados? Sem dúvida uma preocupação pertinente para a maioria dos CIOs e CEOs, e talvez a mais perceptível.
Algumas forças se interagem e geram resultados que comprometem a qualidade do serviço prestado, e todas as variáveis somadas devem ser calculadas com uma atenção especial. Na “Nuvem” nem todos os elementos estarão sob o controle direto da organização, não podendo ser ignorados, nem delegados ao fornecedor toda a responsabilidade pela qualidade ofertada.
Utilizar-se de um provedor de Computação em Nuvem não significa ignorar a sua própria infraestrutura. Deve-se criar mecanismos de continuidade que garantam ao seu negócio respaudo tecnológico para atuar, mesmo em caso de pane do provedor. Agregando assim mais valor à TI e ao negócio.
Alguns elementos podem contribuir para um melhor desempenho como:
  • Upgrade de links
  • Atualização e configurações especiais de gateways
  • Análise de tráfego
  • Dispositivos de aceleração para rede WAN
  • Monitoramento de links
Gestão da Segurança da Informação
O que a companhia espera em termos de segurança?
O funcionamento da empresa é ditado por regras estabelecidas, e estas regras definem o comportamento do dado e o tratamento adequado para tal, pois deve-se haver critérios para gerar a segurança necessária à operação.
Portanto, avaliar se as informações estão seguras?
Estarão visíveis ou acessíveis a mais ninguém?
Quais os níveis de acesso, métodos de autenticação e autorização serão implementados?
Gestão de Risco
Para uma melhor avaliação da utilização da Computação em Nuvem em missão crítica, se faz extremamente importante uma análise minuciosa de todos os  riscos envolvidos para cada negócio, bem como um plano criterioso de continuidade, feito com muito rigor e coerência, para que assim sejam gerados os mecanismos de mitigação e contorno que garantirão o sucesso dessa iniciativa.
Exemplos como a Open Data Center Alliance e a Open Cloud Consortium (OCC) terão um grande papel para a consolidação e a estabilidade do conceito de Cloud Computing, com esse tipo de ação problemas de segurança, riscos e qualidade dos serviços prestados deixarão de ser preocupações e se tornarão cláusulas estabelecidas nos contratos de nível de serviço (CNS).
Créditos para: Rogério Di Magalhães e Sandro Patto
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou graduado Analista de Sistemas, pela Universo, OCA e OCP Oracle DBA e MBA de Governança de TI, pelo IBTA, com mais de 9 anos de atuação em tecnologia, experiência em gerenciamento de ambientes críticos, complexos e grandes corporações. Consultor em Tecnologia e Governança de TI. Instrutor Oficial Oracle. Sempre beirei a pia batismal das letras. Iniciando meu próprio percurso aos oito anos. Nascia ali minha primeira impressão poética sobre o mundo que me cercava. Sou autor de quatro livros que expressam minha visão sobre o ser humano e suas interações. Venho agora colaborar, deixando minha impressão sobre negócios e TI. e-mail: rogerio.magalhaes@gmail.com Twitter: rogeriodimaga Skype: rogerio.dimagalhaes Blog: http://rogeriodimagalhaes.blogspot.com/

Rogério Di Magalhães

Comentários

3 Comments

  • Encontramos empresas que monitoram a toda a rede de TI, que se encarregam também da análise da performance da nuvem

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes