Carreira

Ξ Deixe um comentário

Carreira: Estudo X Prática

publicado por Denilson Barbosa

 

Figura - Carreira: Estudo X PráticaTudo teve início em 1982, em uma Empresa Metalúrgica, com 14 anos fui contratado como Office Boy Interno e Externo no departamento de crédito e cobrança. Naquela época ter um curso de datilografia era um título muito respeitado e valioso, mas para a vaga em questão não havia esta exigência. Exigência, aliás é uma palavra forte para descrever os requisitos das vagas naquele tempo. Onde 100% dos anúncios eram feitos nos jornais e os Currículos encaminhados via Correios.

  • Certificações
  • Conhecimentos de Idiomas
  • Pós-Graduação
  • MBA

Eram raras as oportunidades onde em poucas linhas de requisitos dos anúncios em jornais, solicitavam tais habilidades, até porque MBA em 1982? Nem mesmo internet tínhamos!

– Eu utilizava um serviço chamado de BBS ( Bulletin Board System): “Os BBS chegaram ao Brasil em meados dos anos 80 e eram mais ou menos como provedores web (com fóruns, servidor de e-mail, bate-papo e download de arquivos), só que funcionavam de forma isolada. Configurar um BBS não era muito complexo. Você precisava obter os códigos (conjunto de scripts e arquivos texto), customizar a seu gosto e colocar para rodar em seu computador. Isso feito, bastava ligá-lo à rede telefônica usando um modem e você se tornaria o SysOp (System Operator), pequeno Deus de seu mundo virtual.

Tela de acesso BBS

BBS

Fonte: TechTudo – BBS

Recordo também um dia quando estava em sala de aula, e um aluno entrou – atrasado por sinal – colocando fim na aula daquele dia comentando ofegante: “Vocês não vão acreditar… onde trabalho compraram um equipamento que possibilita transmitir uma cópia de um documento para qualquer lugar do mundo, através da linha telefônica! – Era a chegada do aparelho de FAX no Brasil, o substituto do TELEX, sim também fui operador de Telex, aprendendo com a prática – “Telex é um sistema internacional de comunicações escritas que prevaleceu até ao final do século XX. Consistia numa rede mundial com um plano de endereçamento numérico, com terminais únicos que poderia enviar uma mensagem escrita para qualquer outro terminal. ” –   Wikipédia.01/08/2015 21h40.”

Agora… voltando ao Curso de Datilografia, a oportunidade que eu tive de aprender foi datilografando – catando milhos – volumosos relatórios de títulos (duplicatas) a pagar e a receber, foi assim que aprendi, na prática, nenhum conhecimento prévio foi exigido.

Na sequência, tive promoção, de Office Boy para Auxiliar de Cobrança, e como principal ferramenta de trabalho recebi uma calculadora – mecânica:

Calculadora

Fonte: Office 365 Image

Foi com este modelo de calculadora acima que ganhei habilidade – com a prática – na digitação, elaborando o que chamávamos de Mapa de Cobrança.

Assim, fui convidado pelo CPD (Centro de Processamento de Dados) da Empresa, para uma vaga de Digitador de Computador, minha segunda promoção e início de minha carreira na área de Informática (meados de 1982).

Onde como curiosidade para os mais novos, tive a oportunidade de realizar cargas de sistema operacional em um computador através de cartões perfurados e operar uma impressora de martelo, aprendendo através da prática!

Cartão Perfurado:

Cartao_Perfurado

Fonte IBM

Impressora de Martelo:

postscript_impressora_tambor

Depois, exerci funções de Auxiliar de CPD, Operador de Computador, também através da prática. E sim, depois com prática e também estudos, exerci novas funções na área de TI totalizando 30 anos de atuação acompanhando a evolução tecnológica.

Enquanto isso o mundo mudando… A chegada dos microcomputadores, celulares, abertura de mercado…. globalização, planos econômicos, mudanças de moedas, aumento da concorrência entre Empresas e Profissionais.

Entramos na era da Profissionalização, da Internacionalização. Empresas em buscas de certificações, ISO, Normas, Controle de Qualidade e Processos, Internet e Tecnologia evoluindo com velocidade cada vez maiores, e a Informação em todo lugar e a qualquer momento e chegamos no HOJE! Onde um Profissional DEVE ter além da prática, estudos na área que atua.

Processo que é encarado como sendo de evolução, de progresso. Estudar deixou de ser apenas necessário para concorrer a uma posição no mercado mas item obrigatório.

E sim, não tem como negar os ganhos que tivemos e continuamos tendo em todos os segmentos da economia, com a evolução tecnológica e nível de qualificação dos profissionais.

Mas é claro que como todo remédio, observamos os efeitos colaterais que atingem diretamente nosso comportamento como seres humanos.

Muitas são as situações no mundo corporativo de hoje que chegamos a questionar “Ainda somos humanos?!”, ou somos um post na Internet, uma notícia na mídia, um certificado, uma conta bancária, um carro do ano, uma estatística no desemprego, uma conta de e-mail, um número de celular, um Perfil nas Redes Sociais, uma pessoa bem relacionada com ótimo Networking, um cargo, um salário, um MBA?!…

Todos itens importantes para estar UpToDate – atualizado -, assim como era o curso de datilografia na década de 80, mas…

A conclusão:

Não seria o momento de avaliarmos se parte das exigências estão além do limite aceitável, comparado a um sistema de educação ainda deficitário? Talvez uma dose de visão realista, apostando mais nas competências individuais, sem tantos requisitos prévios e melhor capacitação-exercício da prática -dentro das Empresas, poderia garantir mais equilíbrio para uma evolução necessária e mais sustentável?!

[Crédito da Imagem: Carreira – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Mais de 25 anos de experiência atuando na área de TIC realizando suporte, desenvolvimento, operação e coordenação de ambientes, liderança de equipes de suporte em todos os níveis, gestão de infraestrutura, Service Desk, Governança e Segurança da Informação. Especialista em Redes, boas práticas ITIL, COBIT, PMBOK, IS027001 Windows Server e Linux, experiência na entrega e gerencia de projetos de TI no Brasil e implantação de ERP, incluindo mercado Internacional.

Denilson Barbosa

Comentários

You must be logged in to post a comment.

botão emergência ransomware (1)

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes