Mercado

Ξ 2 comentários

5 Previsões sobre Cloud Computing

publicado por Thales Cunha

Pode ser prematuro fazer previsões sobre Cloud Computing, tecnologia com histórico ainda curto, mas com grande potencial futuro. Mas aqui estão alguns prognósticos que estabeleceram paradigmas sobre esta tendência.
1) Todas as aplicações migrarão para a nuvem. Existem algumas discussões sobre se certas aplicações, como aquelas que usam intensivamente gráficos e processamento, são adequadas para o modelo SaaS (uso de aplicações no modelo de plataforma). Esta controvérsia deverá desaparecer assim que mais aplicações se tornarem on-line. Por exemplo, Autodesk, líder mundial em software CAD (computer-aided design) já está movendo características e capacidades do aplicativo para a nuvem.
2) Platform-as-a-service (PaaS) vai suplantar software-as-a-service (SaaS) como a mais importante forma de cloud computing para pequenas e, principalmente, médias empresas. PaaS atenderá bem organizações com limitados recursos de TI, em particular limitados recursos de pessoal, que ainda prefere projetar, implementar e dar suporte a aplicações personalizadas.
3) Nuvens Privadas serão a forma dominante de cloud computing em grandes corporações nos próximos 2 anos.  Fatores ainda discutíveis da Nuvem Pública – segurança, performance e conformidade – serão suficientes para deter seu avanço em direção às grandes empresas, enquanto isso os departamentos de TI internos direcionam suas atenções para virtualização, provisionamento, desenvolvimento de aplicações e automação de serviços.
4) Nuvens Híbridas, eventualmente, dominarão as arquiteturas de TI de grandes corporações. As vantagens inerentes a uma arquitetura de tecnologia que combina capacidades internas específicas com recursos externos flexíveis e baixo custo é demasiadamente atraente para se ignorar. Isto favorece fornecedores de TI com carteira abrangente de produtos/serviços. Microsoft, em especial, vai emergir como uma força importante neste novo terreno.
5) O termo “cloud computing” vai cair no léxico das empresas. Uma vez que a nuvem esteja firmemente arraigada no ambiente de  TI, não haverá necessidade de fazer tal distinção.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Thales Cunha é empresário de TI com 35 anos de experiência na comercialização de computadores e servidores de todos os portes. Atuou em empresas como IBM, DELL, Ação Informática, entre outras. É proprietário da 4Servers Technologies (www.4servers.com.br) , empresa especializada no fornecimento de peças novas e/ou descontinuadas para upgrade de servidores e storages da HP, IBM e Dell. Edita o blog 4SERVERS TECHNOLOGIES (www.4servers.net.br) sobre Informática, Tecnologia, Vendas, Marketing, Notícias, Empresas, Eventos e Negócios.

Thales Cunha

Comentários

2 Comments

  • Achei muito interessante este tema. Sou colunista e criei o artigo sobre BI no SharePoint 2010. Mas gostaria muito de comentar algo se me permitir é claro.

    Acho muito interessante, começarmos a dividir e conceituar bem este tema. Pois qualquer empresa hoje que tem um servidor + IP quente, sentem no direito de dizer “Oferecemos cloud-computing”. Se for nesta direção mesmo, então podemos dizer que cloud-computing existe faz mais de 10 anos?

    Enfim, acho que seria um tema bem interessante de discutirmos.

    O que realmente é cloud-computing e quem pode oferecer ele!?

    Bruno Velaz

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.