Carreira

Ξ Deixe um comentário

“ TI x Inglês ”

publicado por Angela Torii

"TI x Inglês"Você já deve ter lido ou ouvido falar dos dados estatístico, abaixo, que mostram a situação dos brasileiros em relação ao inglês:

  • Brasileiros não sabem falar inglês: apenas 5% dominam o idioma  – O Globo;
  • Fluência em inglês ainda é barreira para muitos profissionais brasileiros – G1;
  • No Brasil, apenas 8% da classe A/B falam inglês fluentemente.

Não sei se você já se perguntou por quê isso acontece com os brasileiros. Eu já me fiz essa pergunta, lá atrás, e esse foi o tema das minhas pesquisas em busca de ajudar os meus alunos a não fazerem parte dessas estatísticas.

Esses dados são uma realidade e cada vez que um profissional tem que começar um novo curso de inglês, é um dilema, pois ele acha que de novo não vai conseguir e, na maioria das vezes não consegue, pois vai fazer um novo curso estudando do mesmo modo antigo.

É muito importante saber “como estudar para aprender inglês”! Não adianta ir à aula e fazer o home work rapidinho e pegar o material só na aula seguinte. Para aprender, de fato, é importante um contato diário com o idioma, não só lendo, mas principalmente ouvindo.

O brasileiro que trabalha com TI é quem possui o maior conhecimento desse idioma. Todo curso que ele faz, como o Oracle, dentre tantos outros, é em inglês. Todo o material desses cursos, é em inglês. No dia a dia, no seu trabalho, ele está em contato com o inglês.

Então, porque ele não consegue falar com desenvoltura e compreender esse idioma?

O processo de aprendizagem, de qualquer idioma, compreende quatro etapas, concomitantes, que são:

  1. A aquisição de um vocabulário básico: cerca de 3.500 / 5.000 palavras e a ordem que essas palavras são colocadas nas frases/sentenças/orações, que é a gramática;
  2. A compreensão escrita do idioma: leitura com entendimento do que está escrito e escrever de forma compreensível;
  3. A compreensão oral do idioma: entender o que é falado pelo nativo ou não, na velocidade que o idioma é falado;
  4. E falar apropriadamente, com fluência e fazendo-se compreender.

Portanto, para falar um outro idioma, é necessário a aquisição desses quatro “skills/ habilidades”.

A maioria dos profissionais da área de TI têm o domínio das habilidades de leitura [English Reading] e da escrita [English Writing], mas não desenvolveram as outras duas habilidades: compreensão/entendimento oral [English Aural Comprehension] e a fala com desenvoltura [English Speaking].

Como conseguir isso?

Não existe mágica mas, não é tão difícil assim!

Da mesma forma que o nosso cérebro levou dois anos, quando éramos criança, para armazenar e processar as informações relativas a compreensão e fala do nosso idioma materno, temos que todos os dias ouvir muito conteúdo em inglês, para que ele consiga perceber e processar o que ouve e facilitar o nosso entendimento, nesse ou em outro idioma que queiramos aprender.

Como falei acima, temos que “aprender a estudar inglês” de forma diferente, integrando esse conhecimento na vida.

Como?

A aquisição das etapas 3 e 4 requerem um contato diário com o idioma e treino, mesmo que seja cantando músicas ou falando alto, em inglês, o que se está pensando, no caminho de casa para o trabalho/escola e vice-versa.

Quando você falar vai perceber que poderia ter falado de outra forma mais “correta” e, é essa percepção que vai ajudá-lo a se autocorrigir. Caso não faça isso sozinho, quando for conversar com alguém, vai cometer “mistakes/enganos” e achar que “não consegue falar em inglês”.

Para tudo é necessário prática/treino e aprender outro idioma não foge a essa regra. Sim, tudo na vida é uma questão de escolha… de foco… de ação!!!

Se para você ter fluência em inglês é importante, não adie mais e decida que 2014 vai ser o ano de resolver essa pendência.  Organize seu tempo, selecione material de áudio, filmes, documentários e programe-se para fazer uma imersão nesse idioma e facilitar a sua compreensão.

É difícil fazer sozinho? Peça a ajuda de um bom profissional!

Lembre-se, todos têm essa capacidade e possibilidade. Você não é diferente de ninguém, só tem que querer e agir para chegar lá.

Um forte abraço.

[Crédito da Imagem: Inglês – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Autor

Fundadora do C E C -CENTER FOR ENGLISH & COACHING e criadora e do English N E C System – Neuro English Coaching System Atua no Ensino da Língua Inglesa, em São Paulo e Goiás, desde 1975, ministrando aulas em Escolas Públicas, Particulares e Empresas. Percorreu um longo caminho de pesquisas e estudos e, práticas em sala de aula, até chegar ao seu próprio sistema de ensino: English N E C System - um sistema diferenciado no aprendizado da Língua Inglesa - aliado ao Coaching e à Neurociência, onde o aluno, de fato, desenvolve a habilidade de comunicar-se em inglês com segurança e confiança. Propósito: ENGLISH: Ser facilitadora no processo de desenvolvimento da habilidade de FLUÊNCIA em INGLÊS para que o aluno definitivamente realize o sonho de Comunicar-se em Inglês, com Sucesso. COACHING: Inspirar pessoas a... · Fazerem diferente, conhecerem-se mais profundamente para que possam realizar seus sonhos verdadeiros e não os que alguém sonhou para elas um dia; · Re-Criarem seus mundos, suas vidas, com coragem e determinação, amando-se mais intensamente para que possam amar e se permitir receber amor de quem está à sua volta.

Angela Torii

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade


Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.