Gestão de Conhecimento

Ξ Deixe um comentário

O uso do vídeo interativo no e-Learning

publicado por Luciano Gardesani Marques

O uso do vídeo interativo no e-LearningVocê já acessou o YouTube alguma vez? Sua resposta será sim… Talvez a pergunta mais adequada seja: você já acessou o YouTube ou assistiu algum vídeo na Internet HOJE?

Cada vez mais as pessoas procuram respostas, informações e conhecimento através dos vídeos publicados na Internet. Se você procurar algo em uma ferramenta de busca como o Google provavelmente encontrará resultados que serão conteúdos em vídeo publicados no YouTube.

O fato é que o formato de vídeo é muito popular e que os nossos cérebros estão totalmente preparados para assimilar conhecimento desta maneira, e lembre-se que fomos treinados nisso desde crianças. Ao mesmo tempo assistimos hoje um crescimento gigantesco na geração e publicação de vídeos na web e a melhora na infra-estrutura para garantir acesso veloz à Internet em larga escala.

Entretanto, diferentemente de outros tipos de conteúdos disponíveis na Internet e em dispositivos móveis, os vídeos não oferecem interatividade. Você normalmente clica em um link, assiste ao vídeo e depois retorna para outro tipo de conteúdo. E se fosse possível navegar e interagir com o vídeo, como já conseguimos fazer, por exemplo, com o Flash? Pois saiba que isso já é possível graças ao advento do vídeo interativo, a nova evolução no uso deste recurso na web.

Algumas ferramentas de autoria já oferecem recursos que permitem a geração de conteúdo interativo baseado exclusivamente em vídeo. Isso certamente significará um grande avanço inclusive para as iniciativas de e-Learning, considerando que o vídeo é um formato popular e preferencial para muitas pessoas.

Uma pessoa sempre aprenderá mais quando o seu cérebro estiver engajado na atividade em andamento, portanto, quando estivermos criando conteúdos para e-Learning precisamos buscar maneiras de manter o máximo de interesse da pessoa e tornar a sua participação razoavelmente ativa.

O vídeo interativo pode ser uma ferramenta bastante poderosa para elevar o nível de interesse e a retenção do conhecimento pelos alunos, pelos motivos que relacionamos abaixo:

  1. Permite demonstrar e não somente dizer. Se uma imagem vale por mil palavras, o que dizer de um vídeo? Através desse formato é possível demonstrar de forma prática procedimentos e tarefas, inclusive de forma mais rápida e objetiva do que em outros formatos.
  2. Variedade de recursos. É possível combinar ao vídeo interativo outros tipos de conteúdos que agreguem valor à experiência de aprendizado. Isso aumenta os estímulos ao cérebro aumentando o nível de interesse dos participantes.
  3. Transforma o seu curso e-Learning em algo único. Quando você produz um vídeo e adiciona interatividade ele torna-se único, exclusivo. É possível, portanto inovar em termos de formato fugindo dos modelos tradicionais de cursos em e-Learning.
  4. Potencializa o Storytelling. As pessoas retém mais informações quando essas são apresentadas ou compartilhadas dentro de um contexto, ao invés de fornecidas isoladamente. O Storytelling (ou narração de histórias) é um formato que vem ganhando muita força dentro do e-Learning e consiste na aprendizagem através de histórias e estudos de caso apresentados em formato contextualizado, muitas vezes através de vídeos. Com a adição da interatividade o aproveitamento através do Storytelling pode ser ainda maior.

As ferramentas atuais certamente evoluirão e simplificarão a vida dos autores, mas a grande questão que precisa ser discutida é como produzir os vídeos? Vamos precisar montar um estúdio e contratar atores, especialistas em iluminação, áudio, etc.?

Se você quiser produzir um vídeo interativo no estilo “hollywoodiano” certamente terá que investir, mas será que isso é necessário? Será que não é possível produzir um vídeo simples e semi-profissional que custe bem menos e atinja o mesmo objetivo?

Quando acessamos o YouTube em busca de tutoriais e dicas encontramos muito conteúdo amador que certamente poderia ter uma produção melhor, mas o fato é que na maioria das vezes esse conteúdo amador é o suficiente para encontrarmos a informação ou o conhecimento que precisamos, e pronto: missão cumprida!

Outro fator a considerar atualmente é que todos nós estamos aptos para gerar conteúdo em vídeo com boa qualidade em qualquer lugar e a qualquer momento. Basta retirar o smartphone do bolso, gravar e publicar. Isso significa que a barreira tecnológica é mínima para gerar e compartilhar conteúdo bruto em formato de vídeo. Podemos então encerrar esse artigo de hoje com uma outra pergunta: você já produziu um vídeo hoje?

[Crédito da Imagem: Video Interativo – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Especialista em educação corporativa com mais de 14 anos de experiência na implementação de projetos baseados em tecnologia.

Luciano Gardesani Marques

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.