Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

O Datacenter Verde

publicado por Thales Cunha
Embora criar um datacenter verde possa ser uma tarefa complexa, existem muitas soluções e técnicas disponíveis para ajudar nessa transição. Servidores de alta densidade, montados em rack, podem aumentar os pontos de concentração de calor e sobrecarregar os sistemas de resfriamento, tornando mais difícil para datacenters antigos se manter alinhados com as demandas de hoje. Custos de energia e resfriamento representam até 44% do custo total de propriedade de um datacenter, embora algumas empresas estejam descobrindo que não conseguem comprar eletricidade adicional, seja qual for o preço. Os custos de energia estão subindo, o fornecimento é limitado, a infraestrutura dos datacenters está sendo sobrecarregada, e sua capacidade de atender às necessidades do negócio está em questão. As tecnologias e estratégias para melhoria da eficiência energética de datacenters abrangem todo o ecossistema.
Uma avaliação de melhores práticas e uma auditoria energética permitem apontar áreas de alto uso de energia e estabelecer uma linha de base para planejamento futuro. Oportunidades para melhoria da eficiência energética podem ir desde grandes projetos de upgrade de infraestrutura até medidas simples e baratas. Os departamentos de instalações e de TI precisam colaborar mutuamente – às vezes com ajuda externa – na busca de formas para enfrentar os desafios ambientais e energéticos.
Organizar os datacenters em zonas térmicas pode eliminar os pontos de concentração de calor que sobrecarregam os sistemas de resfriamento, além de aumentar a confiabilidade do sistema, contribuindo para evitar falhas de hardware devidas ao aquecimento.  Novos sistemas de resfriamento, sistemas de armazenamento de calor e sistemas de suprimento de ar podem ajudar a reduzir necessidades e custos de energia.
Com os equipamentos de TI ficando cada dia mais eficientes em termos de energia e também ficando cada vez mais verdes, a substituição de equipamentos antigos de TI por modelos novos pode reduzir as necessidades de energia e resfriamento em geral.  A operação de um servidor que tem apenas 15% de utilização custa tanto quanto a de um que tem utilização plena, fazendo com que a virtualização seja uma opção eficiente e econômica em termos de energia.
Assim como a virtualização de servidores reduz o número de servidores necessários, a virtualização do armazenamento reduz o número de spindles exigidos. Uma nova tecnologia de gerenciamento de energia permite mensurar o atual consumo de energia e delimitar o volume de energia utilizada por um único servidor ou grupo de servidores.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Thales Cunha é empresário de TI com 35 anos de experiência na comercialização de computadores e servidores de todos os portes. Atuou em empresas como IBM, DELL, Ação Informática, entre outras. É proprietário da 4Servers Technologies (www.4servers.com.br) , empresa especializada no fornecimento de peças novas e/ou descontinuadas para upgrade de servidores e storages da HP, IBM e Dell. Edita o blog 4SERVERS TECHNOLOGIES (www.4servers.net.br) sobre Informática, Tecnologia, Vendas, Marketing, Notícias, Empresas, Eventos e Negócios.

Thales Cunha

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.