Carreira

Ξ 1 comentário

10 dicas matadoras para enfrentar o bullying do seu chefe

publicado por Rodrigo Pace de Barros

10 dicas matadoras para enfrentar o bullying do seu chefeAcredito que todos já passamos por isso: Chefes sempre mal humorados, que chegam ao escritório e nem olham na nossa cara. Depois, durante o dia, nos cobram como se fossemos as piores pessoas do mundo e, durante as reuniões, fazem aquele suspense e sempre soltam frases como “ninguém aqui está para brincadeira” ou “se você não se adaptar, está fora”. Haja paciência.Situações assim só pioram tudo, concorda? A motivação só piora, apesar dos esforços do chefe (porque alguém assim dificilmente será chamado de gestor) em aumentar a motivação pela força e imposição da autoridade. Pessoas assim são predadoras do bom humor e do bom relacionamento e ambiente de trabalho.Porém, em alguns casos não podemos simplesmente nos afastar, ou pedir demissão. Afinal, somos pessoas responsáveis e temos nossos compromissos pessoais. Desta forma, seguem algumas dicas que vão minimizar os efeitos da influência negativa do mau chefe em você e na equipe de uma forma geral:

  1. Diplomacia: Ao falar com o seu chefe-problema, procure usar ao máximo a sua diplomacia. Não use um tom de acusação durante a conversa. Aproxime-se, apresente o problema. Se possível, já tenha uma ou duas soluções em mãos e faça com que o chefe sinta-se bem por ter você na equipe. Se seu emocional está abalado, esfrie a cabeça antes de falar com o seu chefe, pois um pavio mais curto pode começar uma guerra (e sabemos quem vai perdê-la).
  2. Trabalhe seu chefe como se ele fosse um projeto: Seja metódico. Mapeie seu chefe de cima a baixo para compreender como ele funciona. Após isso, utilize este arsenal para se defender do bullying e fazê-lo perceber quem é o errado na história.
  3. Não seja uma vítima: Chefes tiranos adoram pisar em algumas pessoas para se sentirem bem. E eles fazem isso nos mais fracos. Não seja uma vítima da situação, esperando que seu chefe tenha pena de você. Posicione-se e defenda sua opinião de acordo com o mapeamento feito no item 2. Claro, use sempre a diplomacia.
  4. Fuja do isolamento:Em uma briga sozinho contra seu chefe, é certo que você perderá. Quando você está acompanhado, por mais argumentos que seu chefe tenha, ele nunca vencerá uma batalha contra duas ou mais pessoas. A vitória é certa se você estiver preparado e em grupo.
  5. Safe Harbor: Tenha sempre seu porto seguro. Procure relacionar-se com os superiores do seu superior se isso for possível. Caso não, volte ao item 2 e detalhe ainda mais o perfil do seu chefe. Isso te garantirá ferramentas que poderão ser utilizadas em momentos de crise. Haja como se fosse um técnico especialista em detalhamento psicológico para conhecer a fundo seu superior (infelizmente as vezes isso é necessário).
  6. Em tempos de crise, aponte o problema: Se você estiver em uma situação crítica onde seu chefe está especialmente inspirado e você é a vítima, busque focar as atenções onde é necessário. O foco no problema tirará a atenção de você e, desta forma, vocês dois poderão trabalhar em conjunto para chegar a uma solução. Reforce a necessidade do apoio superior para que seu chefe sinta-se melhor (a massagem no ego ajuda).
  7. Seja como um jogador de poker: Em um ambiente de trabalho conturbado, existem sempre os agentes duplos. Estas pessoas são as primeiras a levarem seus segredos até o chefe. Então, cuidado. Saiba quem são seus amigos e evite ao máximo expor suas ideias e opiniões mais contundentes a todos (ou a quem você não conhece plenamente). Guarde suas cartas na manga.
  8. Proteja suas informações: Além das opiniões descritas no item 7, evite, também, passar informações sobre sua vida pessoal ao seu chefe. Nunca se sabe se ele as utilizará contra você de uma forma direta ou velada.
  9. Seja um otimista: Essa é difícil. Ser otimista em um ambiente pessimista pode ser algo complicado. Pelo menos tente. Não consegue? Trabalhe, faça o seu melhor e fique no seu canto.
  10. Mexa-se: Não merecemos essa vida. Utilize as dicas acima para suportar o seu dia a dia e, claro, comece a procurar um emprego. Conheça seus valores principais e busque uma empresa que os valorize. Isso mudará completamente sua vida, e para melhor!

Utilize estas dicas sem moderação. Todos já trabalhamos em ambientes ruins. Isso é natural, afinal, se encaramos os chefes como crianças, veremos que eles são os valentões e só estão assim por conta da situação, afinal, eles também devem sofrer bullying dos seus superiores.Nosso papel é buscar o sucesso e atingir a felicidade. Sempre!

Fonte:

http://www.cio.com.au/article/198499/10_tips_dealing_bully_boss/

[Crédito da Imagem: Bullying – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Rodrigo Pace de Barros, PMP Coach de Carreira Especialista em Profissionais de TI Possui 17 anos de experiência em projetos de Segurança de TI e ambientes de missão crítica em empresas de grande porte. Atua há 10 anos na Telefonica Vivo como especialista em Projetos de Segurança da Informação, compliances e certificações e, atualmente ocupa o cargo de consultor especialista de Pré-Vendas. É formado pela Unesp de São José do Rio Preto e possui MBA em Gestão de TI pela FIAP. Colunista em diversos portais de TI e Gestão de carreiras, palestrante, instrutor e assessor de carreiras especializado em TI. Site: http://www.rodrigopace.com.br Criador do Desafio LinkedIn: www.desafiolinkedin.com.br Contato: rodrigo@rodrigopace.com.br LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/rodrigopace/ Facebook: https://www.facebook.com/rodrigopace.com.br Twitter: @RodrigoPaceDH

Rodrigo Pace de Barros

Comentários

1 Comment

  • Li todas as dicas e posso dizer que nenhuma delas funciona a longo prazo. Outra coisa é você entender como seu chefe funciona, mas sair mapeando-o minuciosamente quando você trabalha 12 horas por dia, fica extremamente exaustivo e não vale a pena.

    Essas dicas só funcionam se você tiver um trabalho leve, que te permita fazer outras coisas, e pouca responsabilidade. No geral, a melhor opção ainda é procurar outro emprego.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.