Segurança da Informação

Ξ Deixe um comentário

Continuous Data Protection – Proteção de dados baseados em Mainframe para o seu ambiente

publicado por Gustavo Carvalho

Continuous Data Protection – Proteção de dados baseados em Mainframe para o seu ambienteO mercado está demandando novas tecnologias para a proteção e armazenamento dos dados/aplicações, surgindo assim novas técnicas para a disponibilidade e proteção desses dados. Uma dessas novas tecnologias é a chamada Continuous Data Protection (CDP), abrasileirando essa expressão, Proteção Continua de Dados.

O conceito de CDP está atrelado à tecnologia de Journaling e Splitting de informações utilizadas pelos Mainframes, onde não se pode perder DE MANEIRA NENHUMA as informações gerenciadas por ele, garantindo assim a integridade e a disponibilidade dessas aplicações. Visto a necessidade das “aplicações convencionais” (lê-se base de dados, Exchange, SAP que não exigem a utilização de Mainframes), trouxeram esta tecnologia para “o nosso mundo” devido a demanda de segurança que está surgindo.

Essa tecnologia consiste em colocar um Appliance (físico ou virtual) conectado à rede SAN da empresa, tendo assim acesso a toda informação trafegada dos servidores para os storages. Quando uma aplicação envia um dado para ser armazenado no storage, o appliance CDP duplica este dado (via Splitter) e armazena uma cópia em uma segunda localidade (podendo ser localmente no storage ou em um segundo site – este assunto será abordado mais a fundo, a seguir), realizando assim uma “cópia de segurança” desta aplicação. Como o appliance duplica todo e qualquer dado que é escrito no storage, sendo possível também proteger todo o ambiente do cliente (não somente de uma determinada aplicação). Agora que os dados estão armazenados em duas áreas distintas, a empresa possui um “plano de contingencia”, sendo assim o diferencial desta tecnologia, pois é possível “voltar no tempo” (já que toda alteração no ambiente é armazenada) para o instante em que você quiser (Ex. Um administrador desatento travou o banco de dados de uma empresa as 11:57 da manhã, causando assim uma parada de sistema, sendo esta uma empresa que utiliza uma solução de CDP, o funcionário consegue retornar ao momento anterior do acontecimento, que no caso seria as 11:56 da manhã e restaurar a aplicação no momento em que estava íntegra).

Vocês devem estar pensando o que devemos levar em consideração para implementar uma solução de CDP e para isso, deve ser analisado o RTO e o RPO que deve ser alcançado pela solução. RTO (Recovey Time Objective) seria o período de tempo máximo desejado antes de uma falha durante o qual as alterações feitas aos dados podem ser perdidos como processo de uma recuperação e RPO ( Recovery Point Objective) seria o período de tempo máximo desejado para trazer um ou mais aplicativos, juntamente com seus dados, a um estado corretamente operacional. No caso de dimensionamento de uma solução de CDP, quanto maior for o meu RTO, maior o volume necessário para armazenar o Journaling criado pela solução de CDP e quanto menor o RPO, maior a quantidade de processamento necessária para voltar a aplicação o mais rápido possível. Basicamente são esses dois pontos que devem ser levados em consideração ao implementar uma solução de CDP.

Existem duas possibilidades de armazenamento dessa área de Journaling, sendo o armazenamento local (chamado de Continuous Data Protection – Local) e armazenamento remoto (chamado de Continuous Remote Replication). Em empresas que possuem dois sites (sendo sites Ativo/Ativo ou Ativo/Passivo) normalmente utilizam o CRR, onde armazenam a área de Journaling do ambiente do site A no site B e vice-versa (quando trata-se de sites Ativo/Ativo). Nos casos de empresas que utilizam somente um site, é utilizado a solução de CDP com armazenamento local, utilizando uma área secundária do storage para a área de Journaling, garantindo assim que não seja armazenada a área de Journaling juntamente com o ambiente de produção.

Podemos encontrar no mercado várias soluções com esse perfil, mas as mais indicadas são o EMC RecoverPoint, o Symantec NetBackup RealTime, o FalconStor Continuous Data Protector e o IBM TSM Fastback, que são soluções de primeira linha e líderes de mercado.

[Crédito da Imagem: Continuous Data Protection – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Gerente de Desenvolvimento de Negócios na Network1, voltado para o desenvolvimento da linha de produtos da Hitachi Data Systems, graduando Engenharia da Computação, tendo trabalhado como Pré-vendas em distribuidoras com soluções de disponibilidade de Dados e armazenamento.

Gustavo Carvalho

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes