Governança

Ξ Deixe um comentário

A Tecnologia da Informação como fator de Competitividade

publicado por Claudio Martins

O ambiente econômico social na história humana nunca passou por um processo de mudança tão acelerado  como o que estamos vivenciando neste momento. A velocidade é tamanha que em questão de dias o panorama mundial muda totalmente.

A turbulência é intensa e  neste contexto a Tecnologia da Informação (TI) alcançou significância estratégica sendo intensamente  utilizada no ambiente de negócio além de participar de toda a cadeia de atividades do desenvolvimento humano atualmente.

Portanto, as mudanças constantes no ambiente sócio-econômico, a globalização, a velocidade crescente na geração e na obsolescência da inovação, o uso intensivo da Internet, a disseminação generalizada da comunicação móvel, a facilidade e rapidez com que as informações são colocadas a disposição; a TI incorporada à estratégia escolhida pela empresa, torna-se uma ferramenta
poderosa na busca de competitividade.

A questão é: como TI tem sido e é utilizada para aumentar a competitividade das organizações?

Para responder esta questão vou tomar emprestados quatros conceitos do modelo desenvolvido pelo Professor Peter Weill do Massachusetts Institute of Technology (MIT) para análise dos objetivos de investimento TI, segue:

1- TI Transacional – Um dos objetivos na utilização da TI é reduzir
o custo e risco  de operação do negócio, Os sistemas que suportam a folha de pagamento e informações trabalhistas, o controle de horas trabalhadas, as  informações de recursos humanos, o  controle de acesso  a empresa, o sistemas de compras,  contabilidade fiscal e financeira, sistema de suporte a distribuição e de suporte  produção, entre outros  são bons exemplos de TI transacional.

2- TI Informacional – TI disponibiliza informação de maneira rápida e abrangente suportando processos de decisão com a melhor qualidade de informação e de maneira mais rápida.

Um exemplo  de TI informacional  são os sistemas que fornecem informações instantâneas durante o processo produtivo suportando tomada de decisão  para solução de problemas e o monitoramento dos “key indicators”  da operação produtiva,  seja ela fabril ou outra modalidade de indústria  incluindo serviços.

Outro exemplo  são os sistemas de  inteligência de negócio (Business Intelligence BI) que fornecem as informações estrategicas
diversas, tais como participação de mercado (market share) por exemplo.

3-  TI Estratégico – TI  ajudando a criar vantagem competitiva e inovação. Uso da TI para criar valor agregado, facilitar comunicação, aumentar vendas, posicionar a marca, implantar mudanças estratégicas e culturais.

Nesta área podemos mencionar os sites de relacionamento com clientes e colaboradores internos a organização quem ajudam o “brand” a aumentar o seu valor de mercado.

Na área de aumento de vendas, TI está presente em programas que suportam   o pessoal de campo no atendimento direto aos cliente da organização aumentando  vendas e atendendo clientes com melhor disponibilidade  de informações criando simultaneamente  melhor condição para o gerenciamento de estoques seja de produtos ou de materia prima.

4- TI Infra-estrutura – Finalmente TI também suporta a integração/flexibilidade  do negócio, reduz o seu próprio custo marginal, padroniza otimizando seu  próprio custo.

Este objetivo talvez seja o que mais se aproxima da organização como um  todo, pois afeta imensamente o seu dia a dia. Como exemplos temos as redes de  comunicação de dados e voz  que  interligam a empresa totalmente. O acesso a Internet. O correio eletrônico e a comunicação  instantânea “Chat”. Os servidores que processam (ou rodam como costumamos falar) os
sistemas da empresa. Desktops, notebooks, tablets/smartphone, etc.

Uma característica impar de TI é sua capacidade de reduzir seu custo  pela atualização constante de si mesmo. A princípio parece estranho, mas um  exemplo prático deste fato acontece corriqueiramente em TI pois muitas das  novas tecnologias têm custo inferior a versão anterior.

O custo de desktops e notebooks vem caindo ao longo do tempo. O  computador novo é sempre melhor sendo mais veloz, com mais memória e espaço  para armazenamento de dados, melhor display e menor consumo de energia.

Conclusão: Entre os fatores que justificam tamanho aumento da  competitividade no panorama global esta  o aparecimento e velociade do desenvolvimento da tecnologia da informação com  impacto visível inclusive em nossas vidas privadas.

Finalizo este texto  um pouco longo  me desculpem, pois o assunto TI é apaixonante  para mim, espero que também o seja para os leitores. Agradeço a paciência destes  que chegaram ate o fim do texto.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Cláudio, é engenheiro eletrônico formado pela Mauá, conta com mais de 30 anos de experiência na área de IT em empresas como Itautec, IBM, Unibanco, Magneti Marelli e General Motors. Desenvolveu experiência internacional residindo por 5 anos na África do Sul onde cursou MBA especialização em “general management”. Sua experiência abrange desde desenvolvimento de sistemas até a área de infra-estrutura e segurança de IT atuando tanto tecnicamente, gerencialmente e estrategicamente. Desenvolvendo carreira na General Motors. Trabalhou em Miami, USA, seda da GM para America do Sul, África e Oriente Médio na posição de CTO. Em Novembro de 2005, assumiu a posição de CIO para Cone Sul da América Latina (Mercosul + Chile, Peru & Bolívia). Em 2009 passou a atuar como CIO para região da America do Sul ainda na GM ate Agosto de 2011.

Claudio Martins

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes