Tecnologia Social

Ξ Deixe um comentário

Andy Warhol e os 15 minutos de fama

publicado por Pietro Zuchinali


Acabo de ler uma reportagem em que um casal resolve realizar a filmagem da namorada atirando contra o namorado, sendo que o tiro deveria ter sido interceptado por um livro, barrando a trajetória em direção ao corpo do homem. A munição acaba por atravessar o livro e atinge o homem de forma fatal.

Andy Warhol já havia alertado: no futuro, todos terão seus 15 minutos de fama.

A exposição massiva que temos diariamente à informações do mundo todo acabou criando uma leva de comentaristas e opinadores sobre qualquer assunto ou pauta disponível. Temos hordas de usuários ávidos para dar pitacos, mesmo que rasos e superficiais, sobre os diversos assuntos divulgados e comentados na nas redes sociais e sites especializados (ou nem tanto assim). Dentro desse labirinto de opiniões e dessa massa cinza e disforme de pessoas conectadas na internet volta e meia alguns se sobressaem, seja pelo radicalismo, pela falta de senso critico e social ou, mais raramente, pelo talento de se comunicar com esses novos espectadores em uma linguagem apropriada e com conteúdo que adere a determinado grupo ou tripo social.

Dentre esse emaranhado de postagens, opiniões, videos, áudios e comentários, uma forma de se fazer chamar a atenção (ou viralizar) é realizando atos extremos, se colocando em situações quase impossíveis na espera que milhares de outras pessoas aprovem e compartilhem o seu arrojo e determinação.O problema disso tudo é a escalada aparentemente sem limites que a sociedade está traçando nesse sentido. Já tivemos casos de assassinatos e estupros sendo gravados ou transmitidos ao vivo, bem como suicídios sendo anunciados em redes sociais. Por fim, temos o presidente da nação mais poderosa do mundo distribuindo ofensas e opiniões livremente, sem o menor decoro, através de uma rede social!

Futuro e Questionamentos

A questão que precisa ser levantada nesse momento é identificarmos a linha, muito tênue, entre liberdade de expressão, liberdade para criar seu próprio conteúdo, disponibilizando ele livremente para mundo todo e o papel que as ferramentas e redes sociais tem nesse contexto, desde filtragem até proibição de divulgação de certos tópicos. É preciso realizar essa auto avaliação, pois cada vez a tecnologia estará mais integrada a nossa vida social e ao nosso cotidiano, até o momento que estaremos mergulhados em um mundo quase 100% digital usando o nosso corpo analógico.

Por mais simbiótica que a relação do homem com a tecnologia (foco especial em redes sociais e meios que propiciem o aparecimento relâmpago de novas celebridades) acontece nos dias de hoje, temos que lembrar que ela também é bastante recente. O lançamento do primeiro Iphone ocorreu 10 anos atrás, idade muito próxima também dos lançamentos do youtube e facebook por exemplo. Ainda não sabemos o real impacto na vida das pessoas, tanto psicologicamente como fisicamente, do uso recorrente destas ferramentas e principalmente ainda não sabemos qual é o limite para o uso das mesmas. O importante nesse momento é estarmos atentos e fazermos os questionamentos corretos, para que no futuro as respostas apropriadas sejam entregues.

Artigos Relacionados

Autor

Engenheiro de Computação formado pela PUC-RS com pós graduação em Gerenciamento de Projetos com Ênfase em TI. Possui grande experiência na área de telecomunicações, telefonia VoIP e Infraestrutura de TI. Possui diversas certificações nas área de Governança de TI e Segurança da Informação.

LinkedIN: http://br.linkedin.com/pub/pietro-zuchinali/12/483/9

Pietro Zuchinali

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos!

Patrocínio

SUPER PROMOÇÃO

Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar

Inscreva-se em nossa Newsletter