Carreira

Ξ 7 comentários

Desafio Cyber RV, On line. Você topa?

publicado por Ivan Kallas

Estimulado pelos rápidos 2.000 leitores/acessos Facebook, Linkedin, TI Especialistas e carinho dos comentários, preparava artigo Multi-Estratégia. Referência à pesquisa com colegas e estagiários FAI, Santa Rita do Sapucaí, Vale da Eletrônica. Resultou no que pode ter sido o 1º ebook do país. Fomos homenageados no Congresso Nacional, Sucesu, 1997. Deixo aquele artigo prá depois. Me convenceram a contar esta estória:

Naquela época, abandonei alunos, escola e cidade para sobreviver. O prometido fomento não chegou. De tanto insistir, fui agora condenado pela Justiça, a pagar meio milhão de reais por recorrer do indeferimento FINEP. Não se preocupem. O próprio Juiz, talvez antiquado mas cidadão de bem, dispensou pagamento. O TRF-RJ pode ter Desembargadores mais atualizados ou a OAB pode oferecer Advogado Dativo a este pobre cientista, para promover revisão da questão. Então receberíamos verbas suficientes para desenvolver o que IBM, Microsoft, Sectes-MG, Fiat, Fundação Votorantim e tantos clientes testaram e consideram uma das propostas mais avançadas. Do país? Sim! Mas também do mundo.

Dane-se a falsa modéstia!!!

Herói é o covarde que correu pro lado errado. Tenho sido pessoa errada no lugar certo.

Foi assim que enfrentei os 4 maiores projetos da vida. Tudo que o cientista pode sonhar. Testei o método Cyber RV em desafios que só loucos e desavisados aceitam:

Primeira experiência mundial bem sucedida com Smart Money em transporte urbano.

Outsourcing pioneiro da maior produtora de tratores do mundo. Veículos e outros.

Portal de idéias, projetos e líderes inovadores para o Choque de Gestão em Minas.

E, para pagar meus pecados, Gestores Solidários, amigos literalmente tirados do lixo.

Tudo relatado nos cases. Não só estes mas outros. Alguns regados a whisky e caviar. Outros, pão com salame. Do ônibus noturno sacolejante à primeira classe para Nova Iorque. Dos regabofe no Automóvel Clube aos arrastapé na Reciclo, zona boêmia. Recebendo “alunos” que vieram pilotando learjets. Ou descalços.

Pouca porcaria? Não. Muita!

Depois dos sucessos e insucessos restaria morrer de tédio, tristeza ou “dolcefarniente”. Seria suportado por adorável esposa, que exorciza Alzheimer, irmãos que ajudei e filhos que criei. Todos bem de vida. E amigos. Que não negam trabalho, crédito ou gentilezas. Como os que trazem golo e tiragosto, toda sexta, para a Confraria do Papo.

Mas alguém já disse que brasileiro é como burro. Não desiste nunca.

Colegas insistem. Autoridades teimam. Além de referências, guardo saudoso a carta, já sem utilidade, de José Alencar. Preferia reencontrá-lo tomando cachaça com torresmo.

Reunimos pessoas variadas toda semana num quintal. Criamos voluntariados para comunidades carentes. Ricas. Amigos da Escola. Rua do Lazer. Para Promotor de Urbanismo e Ambiente. Ou desafios bestas. Como cultivar plantas e tempo.

Entretanto, desde a luta para isolar bosons de Higgs, vírus da Aids, prospecção do cometa que pode reexplodir o planeta, o futuro depende cada dia mais de “descascadores” de bytes. Provedores e processadores de memórias e conhecimento.

Conforme Inteligência Corporativa, a Era da Informação nasceu em 2002, quando a memória digital superou a analógica. Enquanto isto, assistimos o país ter como melhor opção para cientistas, o passaporte. Que recusei. O Insead explica porque burocratas fizeram o país perder 18 posições no ranking mundial de C&T. Ofereço-me como cobaia desta pesquisa. Como contra-peso ou laser-fura-bucho aos nove anos de idade. Agora, seria para “chipar” o velho cérebro.

Posso ficar inútil aos 35 anos. De idade? Não. Expectativa de vida. Rs. Talvez fique besta ou bêbado (apenas socialmente). Em boa ou má companhia.

Mas jamais deixei de atender clientes, alunos, colegas, até desconhecidos à beira da estrada. O desafio atual é relançar o Cyber RV. Criado em berço de ouro na década de 80. Sucesso na década de 90. Consagrado na virada do milênio. Documentado, de ontem a hoje. Projeto de Futuro, segundo a revista Onda Jovem.

Ganhei dinheiro. Não fiquei rico pois recuso a contrapartida. Pisar nos amigos, clientes, mercado. Pisar na própria mãe para lucrar. Ou melhor. Estou entre os mais ricos do mundo, como dizia meu pai: Divirto vivendo!

Desafio você a participar.

Preencha ficha abaixo. Seja fundador, on line, do Cyber RV. Emita opinião. Contate ivankallas@interactor.com.br ou augusto@augustovespermann.com. Sem compromisso. Informando e resumindo:

Nome e email:

De onde veio: Você. Sua empresa. A área de TI-C.

Para onde vai: Idem

Comentários e sugestões:

Responda o que der na telha. O que pode perder com isto? Nada. O que pode ganhar? Seus filhos vão saber.

Melhor ainda. Clique aqui e participe de nosso grupo de discussão. Ali, os responsáveis e pioneiros deste desafio estão debatendo prós, contras e muitos pelo contrário. Retifico. Até agora só teve pró.

E para que stockholders não reclamem: Esta proposta sempre gerou bons resultados financeiros. Para compartilhar com stakeholders. Ou, se preferir. Para ficar rico sozinho. Se valer a pena.

Artigos Relacionados

Autor

Ivan Kallas, autor e conferencista na área de metodologia e ICT, tem rica carreira e vasta experiência da micro à mega organização. Natural de Santa Rita do Sapucaí, MG, Br, seu pai ajudou Sinhá Moreira a fundar o Vale da Eletrônica. Amigos e irmão mais velhos foram os primeiros eletrônicos formados no país. Ainda criança viu seus brinquedos evoluirem do pião, bola de gude para laser e parabólica. Daí sua vocação para lidar com gaps entre humanização e tecnologia. Formou-se em Direito, UFMG, Administração, UNA, mestrado, equivalência de Doutorado, Ohio University e pós-doutorado na FAI, Santa Rita do Sapucaí. Foi professor, Diretor de Faculdade, pós-graduação e formação de executivos para ambiente inovador. Executivo e consultor em corporações de porte ou transnacionais, ocupou cargos de Superintendente, Diretor e Adjunto à Presidência. Acompanhou toda a evolução da TI, sendo responsável ou partícipe na implantação de sistemas pioneiros mundiais. Prêmio Sucesu 1997 e MS Partner, 2009-11. Hoje dedica-se a voluntariado social e construção de Mentor Autômato para aprendiz e prático do desenvolvimento, com uso de tecnologias atuais e futuristas.

Ivan Kallas

Comentários

7 Comments

  • […] os novos textos: Desafio Cyber RV, On line. Você topa? – Ivan Kallas ( http://www.tiespecialistas.com.br/2011/05/desafio-cyber-rv-on-line-voce-topa/ […]

  • Si arrependimento matasse eu já era banquete de urubu. Rs.

    Seis horas depois deste artigo Augusto V., desesperado, mandou encerrar inscrições. Até meia noite, li ou respondi trocentos emails.

    Até 4a. f. eram quatro foruns operando.
    Na 5a., debate com profissionais de Campinas, SP, Curitiba, BH, Recife, etc. sobre vídeo conferência, células descentralizadas, crownfunding, etc Fiquei crownfundido e crownfuso.

    Na 6a. Augusto abriu o TIEsp subgrupo Cyber RV.

    Exclusivo para nós.

    Se imaginasse isto, ao invés de Club dos dez ocupados eu ficaria mesmo é no Club dos vagabundos. Até ontem o físico Eduardo, último inscrito (ou seria outro?) havia contado 361 comentários.

    De qualquer forma o link acima continua ativo. Quem quiser pode acessar e ler os 361 posts + os 3 grupos auxiliares.

    Ou acessar direto nossa nova hospedagem em construção.

    Benvindos
    Obrigado
    Sucesso

  • Sem esquecer, os novos amigos da Irlanda e dos EUA.

    Nem o convite para estar semana que vem no evento VIP IBM, defendendo a bandeira do EMPREENDEDORISMO CIBERNÉTICO.
    Menos ainda a proposta do Marco de Campinas para exportarmos esta solução.
    Pô! O Brasil nem pagou prá ver. Já vamos exportar? kkkk

    Esta é a força dos descascadores de Bytes, como disse o Ramon. Ou foi o Rômulo?

    Aqui não tem obama nem osama. A REVOLUÇÃO BRANCA começou neste país grande e bobo.

    Com um covarde que correu pro lado errado. He! He!

  • Ah! Nosso novo endereço será:
    http://www.linkedin.com/groups?mostPopular=&gid=3908589&trk=myg_ugrp_ovr

    Mas só entrem após ver a bagunça do link anterior.
    E se estiverem dispostos a trabalhar muito, sem ganhar nada.

    Só reconstruindo a esperança e a oportunidade.
    Obrigado

  • Prezado Ivan

    Por acaso você é parente do Alberto Kallas Chimelli, pianista no Rio e meu amigo ?

    Um abraço

    Vinícius Bueno
    Martins & Bueno Acessoria em RH

  • Olá Vinícius
    Alberto é primo e grande amigo. Ele é autor das trilhas sonoras que darão margem à construção da série infantil do presente projeto. Ele chama de projeto barquinha.
    Nós chamamos de CyberNave. rs.
    Se vc encontrá-lo diga que mandei um grande abraço.
    E que continue sempre a boa pessoa e bom músico que é.
    Ivan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Autores

Pesquisar:

Siga-nos!

Patrocínio

Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar

TI Especialistas no Twitter