Mercado

Ξ 2 comentários

Atualmente são descartáveis os produtos e/ou as empresas?

publicado por Cristiano Freire de Araujo

Share Button

Há 15 anos era comum somente os produtos das empresas serem descartáveis, agora as empresas também podem se tornar descartáveis, tudo isto graças as frequentes mudanças em nosso mercado, seja ele ou não de TI.

Quantos exemplos já vivenciamos deste fato? Somente no ano 2000, várias empresas surgiram com o boom da internet, oferecendo todos os tipos de soluções e que fecharam a suas portas na mesma velocidade que surgiram.

E não estou falando apenas das pequenas empresas, a grandes empresas que passaram por isto e ainda a outras iram passar. Como um bom exemplo seria a Palm, tinha um produto inovador e que poderíamos considera-lo como o pai do Ipad, porque o avô foi o Newton da própria Apple e que está no hall dos maiores fracassos de sua história.

Mas o que levou ao fim da Palm?  Os smartphones, e nem mesmo com sua venda para HP e com a produção de smartphones com a sua marca foram suficientes para manter esta empresa ativa. Um outro exemplo são as locadoras de vídeo, que estão se tornando raridade nos grandes centros urbanos em virtude dos serviços on-demand e é claro os torrents na internet.

Hoje em dia eu vejo com muito mais frequência estes acontecimentos, porque as novas empresas ou “startups” nascem com altos investimentos de outras grandes empresas, então quando crescem ganham milhões em seus primeiros anos de vida e geralmente morrem devido à abrangência limitada do mercado onde atuam.

Hoje quantas empresas não surgiram após o lançamento do Iphone e do Ipad? Milhares em todo o mundo e acredito que 1/3 estão ganhando muito dinheiro e outras nem tanto, mas quando a Apple mudar novamente o seu foco será que estas empresas terão condições de acompanhar estas mudanças.

Eu sei que alguns iram me dizer que isto é a essência do capitalismo ou que é evolução natural do ser humano, mas o que estou tentando dizer é que as regras mudaram e estão mais sucessíveis aos acontecimentos que podem surgir de uma simples ideia ou produto.

Um ótimo exemplo é o Google que nasceu como serviço de busca, depois criou e diversificou os seus serviços onde cresceu, e evitou ficar limitado a um único serviço e produto, entrou no mercado de software com o Android e que enfrenta atualmente algumas dificuldades devido a mudanças do mercado, entre eles estão: o crescimento do Facebook e Twitter, problemas internos no que se refere a projetos (Android ou Chrome OS), alguns fracassos de serviços e produtos (Wave e o Google TV), a perda de diversos funcionários para empresas rivais e o sucesso da Apple com os seus gadgets.

Ainda é cedo, mas será que o Google irá conseguir recuperar o seu mercado?

email
Share Button

Autor

Sou um profissional com mais de 15 anos de experiência no mercado de tecnologia, com perfil dinâmico e proativo, com habilidades organizacionais, multitarefa e de gestão de tempo. Tenho MBA em Gestão de Tecnologia da Informação e experiência na integração de sistemas, administração e desenvolvimento para BI, administração de banco de dados SQL Server e Oracle, implantação e administração de ERP em Saúde e Financeiro, administração de servidores, controle internos, controle de atividades do setor de TI e suporte a usuários, levantamento de especificações de processos e sua respectiva documentação, suporte a gerência de TI que inclui a administração de site na Intranet com Sharepoint, Internet e Serviço de E-mail e a compra de equipamentos.

Cristiano Freire de Araujo

Comentários

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pesquisar:

Publicidade

Social Counters

Google Plus

RSS

   

Leia também

Facebook

Parceiro

LinkedIn

Qualifique-se:

Cursos Online na Área de Informática